sexta-feira, 19 de março de 2021

Chi´s Sweet Home - Fofura para toda a família

Uma produção capaz de encantar diferentes gerações, disponível na Amazon Prime.

Eis aqui uma sugestão de animê para crianças, que é tão bem realizado e adorável, que pode agradar a toda a família, especialmente aqueles que têm gato em casa. 

Chi´s Sweet Home surgiu na forma de mangá em 2004 nas páginas da revista semanal Morning, da Editora Kodansha, gerando um total de 12 volumes compilando toda a série. A revista Morning é voltada ao público jovem adulto, mas a história é só ternura e humor para todas as idades. No Brasil, o mangá foi anunciado para lançamento em maio de 2021 pela Editora JBC.

Criação da veterana Kanata Konami, a série conta as aventuras da gatinha Chi, que após se perder de sua mãe na rua, é adotada pela família Yamada. O menino Yohei fica encantado com o bichinho, assim como seu pai, Kento, e Miwa, sua mãe. 

O mangá original.

Chi é curiosa, brincalhona e teimosa, e sempre faz amizades com gatos que encontra na vizinhança. Suas reações e trapalhadas sem dúvida irão soar familiares para qualquer um que já tenha tido um gato filhote em casa. 

A autora é conhecida por seus quadrinhos com animais de estimação, especialmente gatos, com os quais tem muita afinidade e isso transparece nas situações apresentadas. 

O mangá deu origem a um animê pelo Studio Madhouse em 2008, com 104 episódios de 5 minutos. Em 2009, uma nova temporada nos mesmos moldes foi produzida, intitulada Chi´s Sweet Home - Atarashii Ouchi ("Novo endereço"). Em 2010, veio um especial para vídeo, chamado Chi Meets Cocchi

A versão animê, com traço 2D.

Uma nova série foi lançada em 2016, desta vez em computação gráfica, pelo estúdio Marza Animation Planet, o mesmo que realizou o CGI de Space Pirate Captain Harlock, Lupin The 3rd e do live-action Sonic The Hedgehog

Koneko no Chi: Ponpon-ra Dai Bouken ("A gatinha Chi: A Grande Aventura Ponpon-ra") teve 51 episódios de 15 minutos. Essa série foi adquirida pela Amazon Prime Video em 2018 e pode ser assistida, com legendas, pelos assinantes no Brasil. 

A imperdoável falta de uma versão dublada não pode desanimar a quem tem crianças pequenas. É uma chance dos pais assistirem junto com os filhos pequenos para ler as legendas e ajudar a imergir nas historinhas. Os episódios são curtos, de apenas 15 minutos. 

Finalmente, em 2018, veio uma nova série de 25 episódios no mesmo formato, intitulada Koneko no Chi: Ponpon-ra Dai Ryokou (" A Gatinha Chi: A Grande Viagem Ponpon-ra").

Em tempos em que o entretenimento infantil tem sido veículo para propaganda ideológica no ocidente e desenhos antigos são apagados e cancelados por militantes políticos, o Japão ainda realiza produções que apenas oferecem entretenimento inocente e um olhar terno sobre a vida familiar com um bichinho de estimação. 

Em CGI, inaugurando uma nova fase.

🍣🍣🍣🍣🍣

Bastidores: Quando escrevi este post, não fazia a menor ideia de que Chi teria seu mangá publicado no Brasil. Então, poucas horas depois de ter atualizado o Sushi POP, vi no Instagram que a JBC iria publicar o título. Imediatamente, editei o texto para acomodar a nova informação. Foi uma grande coincidência. Ou, como diria um velho amigo, uma sincronicidade. 

🍣🍣🍣🍣🍣

RECADO:

- Curte minhas publicações? Acompanha meus textos faz tempo? Colabore com a continuidade do meu trabalho, com qualquer valor a partir de R$ 5,00: 

Apoio Coletivo 

5 comentários:

anderson disse...

È estranho saber que algo assim está em uma revista seinen,por outro existem outros exemplos de mangás mais leves como High Score Girl e o primeiro mangá de Little Witch Academia saindo
nessas revistas habituadas a conteúdo mais pesado.ao mesmo tempo em que a Shonen Jump tem investido em algumas séries com mais terror.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Anderson.

Eu achei estranho também, mas por outro lado, há muitos adultos que, de tantos problemas no mundo real, busca de vez em quando leituras leves para causar um sorriso. Nada de leituras desafiadoras, temas complexos ou emocionalmente intensos. Uma leitura leve, com tema para aquecer o coração. Acho que isso ajuda a explicar o sucesso de Chi no público adulto antes do público infantil descobrir com o animê.

Abraço!

Karina dos Anjos disse...

Vou procurar pra assistir. Nada como a fofura pela fofura pra animar o coração.

Alexandre Nagado disse...

Oi, Karina.

Acho que todos estamos precisando de um pouco de doçura no coração. E mais gente está descobrindo a Chi, que deve ficar mais conhecida agora que o mangá vai sair pela JBC.

Valeu! Apareça sempre e boa sorte com seu blog. Está no blogroll do Sushi POP e já indiquei no meu canal no Telegram.

Abraço!

Mickael disse...

Infelizmente a JBC irá publicar com o valor de R$ 52,90. Achei muito caro! O box completo importado acaba ficando mais em conta.