quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Ultra Galaxy Fight - Começa a Conspiração Absoluta!

Uma arrojada produção para um dos mais épicos eventos do Universo Ultra.

Ultraman Zero e Ultraman Ribut
prontos para a batalha,
observados por Absolute Tartarus.

No último dia 22 de novembro, no Japão (dia 21 no Brasil), estreou a minissérie Ultra Galaxy Fight - The Absolute Conspiracy, uma grande aventura envolvendo diferentes gerações dos super-heróis da franquia Ultraman. 

A história inicia já em ritmo acelerado, com Ultras reagindo contra ataques misteriosos em diferentes pontos do Universo. Ultraman Zero começa narrando a história, apresentando Ultraman Ribut, o herói criado em 2014 para atrair a audiência da Malásia, país asiático onde os Ultras são bem populares. Ribut apareceu primeiro em CGI no programa infantil local Upin & Ipin. Em live-action, fez sua estreia no Universo Ultra aparecendo como coadjuvante na minissérie Ultra Galaxy Fight - New Generation Heroes (2019). Agora, é um dos protagonistas. 

Investigando a degeneração acelerada de um planeta, Ultraman Max e Ribut caem numa armadilha. Max é feito refém e é contaminado com células Gudis, provenientes de um monstro enfrentado por Ultraman Great. 

Toda a trama é concentrada nos Ultras de M-78, o universo clássico, com poucas exceções, como Ultraman Joneus, astro da série em animê The Ultraman (1979) e oriundo do planeta U-40. Nessa cronologia canônica, ele é conterrâneo de Ultraman Titas, parceiro de Ultraman TaigaAndro Melos, de uma obscura série ambientada no Universo Ultra, terá um retorno à ação pela primeira vez desde o final de sua série de 1983.

Ultraman Great (Austrália), Ribut (Malásia)
e Powered (EUA): Criações feitas
apostando em públicos de outros países.

Não foi possível reunir todas as vozes originais, mas conseguiram grandes feitos. O astro Kane Kosugi faz a voz de Ultraman Powered, pela primeira vez desde a série original, produzida nos EUA em 1993. Kosugi está na dublagem oficial em inglês. 

Na época, quando a produção americana  estreou no Japão, Powered foi dublado por Toshiyuki Morikawa, que retorna para a versão em japonês de Ultra Galaxy Fight. No áudio original americano, Powered teve a voz de Sho Kosugi (pai de Kane) no primeiro capítulo da série. Desta vez, porém, resolveram que o herói transformado teria a mesma voz de seu hospedeiro, coisa que já foi feita com outros personagens. 

Ultraman 80 e o ator Hatsunori Hasegawa:
Retorno ao personagem clássico.

Para os fãs de Ultras clássicos, o primeiro episódio traz uma grande participação de Ultraman 80, com a voz do ator original Hatsunori Hasegawa, que interpretou tanto a forma humana do herói quanto a voz dele transformado (já que 80 não usava hospedeiro, mas se disfarçava de humano, assim como Ultra Seven). O herói tem uma boa cena de ação, com direito a sua música-tema tocando ao fundo. 

Os diálogos são bastante simples, para o público infantil poder acompanhar, mas somente os fãs adultos poderão curtir ao máximo, pois há muitos personagens e muita informação visual, conectando várias obras desenvolvidas em mais de 50 anos de produção das séries Ultra. 

Divertido e bem produzido, Ultra Galaxy Fight - The Absolute Conspiracy fez aumentar a expectativa para 2021, ano em que a franquia comemora 55 anos. 

- Assista Ultra Galaxy Fight  -The Absolute Conspiracy no canal oficial da Tsuburaya Pro!

Ultraman Z e Taiga, os mais recentes heróis.

::: FICHA TÉCNICA :::

Título internacional: ULTRA GALAXY FIGHT - THE ABSOLUTE CONSPIRACY
Título original: 
Estreia no Japão: 22/11/2020 (YouTube)
Estreia no Brasil: 21/11/2020 (devido ao fuso horário)

Total: 10 episódios de aprox. 9 minutos cada

Criação e realização: Tsuburaya Productions
Roteiro: Junichiro Ashiki
Produção musical: Shuntaro Suzuki
Direção: Koichi Sakamoto
Supervisão: Takayuki Tsukagoshi

Tema de abertura: "ZERO to INFINITY", por Mamoru Miyano
Tema de encerramento: "RESTART", por Voyager

Elenco (em japonês/ em inglês):

Ultraman Zero: Mamoru Miyano 
Ultraman Ribut: Wataru Komada 
Ultraman Belial: Yuki Ono 
Absolute Tartarus: Junichi Suwabe 

Zoffy: Shunsuke Takeuchi 
Ultraman 80: Hatsunori Hasegawa 
Yullian: Haruka Tomatsu 
Ultraman Taro: Hiroya Ishimaru e Shoutarou Morikubo (jovem Taro)
Ultraman Tregear: Yuma Uchida

Ultraman Max: Kazuya Naka
Ultraman Mebius: Jun Fukuyama 
Ultraman Hikari: Keiichi Nanba 
Ultraman Great: Tomokazu Seki 
Ultraman Powered: Toshiyuki Morikawa 
Ultraman Cosmos: Taiyo Sugiura 
Ultraman Justice / Sora: Megumi Han 

Ultraman Ken (Father of Ultra): Hajime Iijima 
Ultrawoman Marie (Mother of Ultra): Suzuko Mimori 
Ultraman Z: Tasuku Hatanaka 
Ultraman Taiga: Takuma Terashima 
Ultraman Titas: Satoshi Hino 
Ultraman Fuma: Shota Hayama 
Ultrawoman Grigio: Arisa Sonohara 
Space Fear-Demon Zett: Tomokazu Sugita

9 comentários:

tuneldotempotv disse...

Bom dia, Nagado.

Muito bom saber que a franquia Ultra segue firme e forte. Fiquei feliz ao ver uma nova postagem aqui no Sushi Pop.

Sucesso sempre. Abraço!

Ass: Bruno (Canal Túnel do Tempo TV)

Alexandre Nagado disse...

Fala, Bruno!

Realmente, a franquia Ultra está numa fase bem empolgante. Expansão em várias áreas e com boas produções. Estou com grandes expectativas para 2021.

E obrigado pela força. Em breve tem mais posts pintando por aqui.

Abraço!

anderson disse...

Quanto a expansão da franquia,tenho medo que a Tsuburaya faça besteiras para tentar popularizar
a marca nos EUA.Recentemente a hasbro resolveu se separar da Toei para transormar Power Rangers em uma franquia 100% americana e bem mais SJW-friendly,e para completar deve continuar
barrando os sentais originais no ocidente. A única esperança é que hollywood não esteja interessada nos Ultramen porque até a palavra man se tornou ofensiva para eles.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Anderson!

Eu vi o primeiro volume do quadrinho do Ultraman. Achei muito respeitoso, sem lacração, com um sabor de anos 90. A personagem Akiko Fuji ganhou um upgrade, ficou mais ativa, ganhou mais personalidade e ficou bem interessante.

A Tsuburaya não pode perder de vista suas raízes e isso é um grande diferencial em relação à Toei, por exemplo. Meu grande receio era a versão comics do Ultraman, mas senti um bom alívio quando vi.

Valeu! Abraço!

Bruno Seidel disse...

Salve!! Que final de ano para a franquia Ultra, ein?! Os fãs estão em deleite com duas das melhores produções dos últimos anos. Além de Ultraman Z, que está na reta final, agora tem essa incrível websérie que chega instantaneamente para os fãs do mundo inteiro em altíssima qualidade, legendas em inglês e transmissão via Youtube. A Tsuburaya sabe mesmo como estar um passo à frente! The Absolute Conspiracy já é a melhor de todas as "Ultra Galaxy Fights", séries que costumam priorizar as cenas de ação (até pelo tempo mais curto dos episódios) e que dispensam as tramas envolvendo atores na Terra. Ainda assim, essa produção está dando o que falar e agradando em cheio os fãs, principalmente os mais velhos, que puderam ver o saudoso Ultraman Eighty em ação no primeiro episódio e, mais recentemente, a dupla Cosmos & Justice em ação. Tudo com o devido respeito e cuidado em trazer os dubladores originais e um carinho com cada detalhe (coisa que a Toei parece não dar muita importância). Destaque especial para o Ribut, que foi de "coadjuvante" de um desenho animado da Malásia (?!) a personagem central de uma das mais aclamadas produções da franquia Ultra nos últimos anos. A importância disso é proporcional à que o Zero conquistou desde que apareceu pela primeira vez, em 2009, chegando para assumir o posto de "Ultra da década". Acho que agora só falta ele encontrar um "hospedeiro" terráqueo para ganhar de vez a simpatia do público (lembrando que o Zero chegou a ter três hospedeiros diferentes, mas caiu nas graças dos fãs mesmo foi com o salaryman Leito, na série Ultraman Geed). E seguimos no aguardo para ver o poderoso Absolute Tartarus em ação, porque esse promete ser um dos vilões mais terríveis do Tokusatsu! Empolgação é o que não vai faltar!

Alexandre Nagado disse...

Bruno, acabei de ver o episódio 23 do Ultraman Z. A Tsuburaya está dando um show na TV, na web e no cinema. The Absolute Conspiracy me faz lembrar muito o Megabatalha na Galáxia Ultra, mas com muito mais desdobramentos. Poderia ser só um caça-níqueis, mas está intrigante, com muitos atrativos para os fãs mais recentes e os de gerações anteriores. E logo deve sair o primeiro trailer do filme SHIN ULTRAMAN, que deve criar um grande hype no Japão.

E o bom é que eles estão expandindo, mas focando nos personagens e nas histórias, trazendo todo um legado junto. Que continue assim!

Abraço!

Usys 222 disse...

Absolute Conspiracy está muito bom, com os episódios tendo o dobro do tempo do anterior. Dá para desenvolver mais coisas. E já começa misturando elementos de vários universos ultra, com uma ameaça conjunta do ovo de Magaorochi e as células Gudis. E houve um esforço para emular até os movimentos dos personagens, como na cambalhota para trás do 80 e o jeito como ele pousa depois de uma voadora.

Cosmos e Justice virem para ajudar Neos e Seven 21 acabou sendo uma boa piada de bastidores, já que passaram o Neos quando deu aquele problema com o Sugiura. E pelo visto ele está fazendo mais compensação de horas ao voltar para o papel de novo. 80 e Cosmos juntos lembrou Ultraman Choutoushi Gekiden.

Estão dando um bom tratamento para o Ribut, inclusive com os ensinamentos do Silat, a arte marcial da Malásia, seu país de origem. Os fãs de lá estão radiantes e o interessante que não tem ninguém reclamando que ficou diferente do que imaginava. Todo mundo orgulhoso de ser malaio.

Megumi Han está tendo bastante trabalho, o que é bom. Apesar de ser fã da Haruka Tomatsu me pergunto por que não chamaram a Sayoko Hagiwara, que está disponível para ser a Yullian.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Usys! Excelentes observações! Eu desconfiava que a movimentação do Ribut tinha alguma relação com uma arte marcial da Malásia, mas não sabia nada sobre isso. Só aumenta a sensação de enorme respeito que a Tsuburaya está tendo na produção dessa obra. Que fantástico podermos estar assistindo isso oficialmente e de forma simultânea ao Japão!

Sobre Yullian e Sayoko Hagiwara, só posso imaginar que seja algum problema pessoal que a impediu de participar. Uma pena mesmo.

Valeu! Abraço!

omar9010 disse...

Gostei da serie em colocar em evidencias antigos ultras, esquecidos, acredito que para a própria tsuburaya deva ser ruim ter tantos personagens e colocar eles sempre em evidencia, mas valeu.