quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Silent Manga Audition 8 - Brasileiros brilham em concurso japonês!

O já tradicional concurso de mangá divulgou seus mais recentes premiados, com vários brasileiros em destaque!
Centenas de trabalhos de vários países mostraram
a grande quantidade de autores que encontraram
no mangá sua forma de expressão artística.

A mais recente edição do concurso internacional Silent Manga Audition divulgou hoje, dia 21 de dezembro, seus resultados para todas as categorias. O concurso é promovido no Japão pelo menos duas vezes ao ano pelas empresas COAMIX e SMAC! Web Magazine, sendo que todas as histórias devem ser narradas sem texto. Com essa condição, elimina-se a barreira do idioma e o que passa a contar é a habilidade narrativa dos autores. 

Há prêmios em dinheiro, mas o principal atrativo da empreitada, além da visibilidade internacional, é oferecer aos melhores um curso e assessoria para publicar seus trabalhos no disputado mercado editorial japonês. 

Para o SMA8, foram selecionados 47 trabalhos, entre 493 enviados, sendo que o tema foi "Fair Play". E, mais uma vez, diversos artistas brasileiros foram selecionados, figurando tanto nas premiações quanto nas menções honrosas de incentivo à produção. 


O primeiro lugar, indicado na categoria Grand Prix, foi dividido entre o trabalho de Sideburn004, da Rússia, e de Elena Vitagliano, da Itália. Na segunda categoria mais importante, que é a Grand Prix Runner-Up, foram quatro trabalhos escolhidos, sendo um deles assinado pelo brasileiro Perobense em parceria com a portuguesa Kachisou, e outro pela dupla EUDETENIS em parceria com Quillcanon. 


Outros brasileiros que brilharam foram Heitor Amatsu, Daniel Bretas, Kaji Pato, Edson Kohatsu, Walther Romualdo, Renata Rinaldi, Fabiano Ferreira, Ju Loyola, Gustavo Reis (da webcomic Miyako-chan no Karê), João Eddie, Marcel Ibaldo e outros. Você pode acessar diretamente a página do concurso (link abaixo) e conferir todas as histórias vencedoras e selecionadas. 


O SMA9 está em andamento, com prazo para envio de trabalhos até o final de março de 2018. (Confira o regulamento aqui.)


Veja também:



2 comentários:

Gustavo Reis disse...

Muito bom ver a lista de vencedores recheado de verde e amarelo! Quando as editoras aqui vão dar atenção, não sei.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Gustavo-san!

Já tinha dito em particular, mas agora registro aqui os meus cumprimentos por você ter sido um dos selecionados no SMA8. Parabéns e sua HQ inspirada em tokusatsu ficou muito simpática!

Olha, o mercado de quadrinhos no Brasil é historicamente ruim porque começou apenas imprimindo histórias traduzidas. Sempre foi o caminho mais fácil e rentável selecionar o que fazia mais sucesso lá fora e publicar aqui, apenas pagando porcentagem de venda.

Fomentar a produção local, que é o que EUA e Japão fizeram, dá trabalho e é de longo prazo, mas os resultados vemos hoje. As editoras podem dizer que brasileiro não sabe fazer roteiro, que fura prazo, etc etc... Mas no Japão se faz muita coisa ruim que fica pelo caminho. É da quantidade que se extrai a qualidade. E no Japão, como em qualquer lugar do mundo, os artistas ganham por página, para se manter mês a mês produzindo em grande quantidade.

Não dá pra fazer dezenas de páginas por mês sendo funcionário público pra se manter. O que acontece é que o material que as editoras negociam no Japão já foi pago aos autores pelas editoras de lá. Aí, o valor dos direitos de publicação e o posterior repasse de direitos autorais são infinitamente menores do que se houvesse a obrigação de pagar por página e depois ainda pagar porcentagem de venda. Essa é a verdade. E risco editora nenhuma quer assumir. Mas que tem autores de valor, isso tem. O SMA tem provado isso de forma consistente.

Valeu! E continue firme com seu trabalho!
Grande abraço!