RECADO AOS VISITANTES:

Olá! O blog está de férias, mas já estou trabalhando em novas postagens. O Sushi POP voltará a ser atualizado no dia 1 de agosto (terça), no período da tarde.

O que vem por aí:
- Ultraman Geed, Novo Lobo Solitário, resultado da convocação para trabalhos acadêmicos e mais!

Esteja aqui para conferir. Até breve!

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Animês no evento dos 60 anos da imigração japonesa no Rio Grande do Norte

Mostra de animê marca evento comemorativo dos 60 anos da imigração japonesa no Rio Grande do Norte. 
Whispers of the Heart, clássico do Studio Ghibli, é
um dos longas da exibição comemorativa.

A imigração japonesa começou no Brasil em 1908, mas isso foi especificamente em São Paulo. Em outros estados, há datas específicas de comemoração. Como no Rio Grande no Norte, que neste ano está comemoram os 60 anos da imigração japonesa. 

Para comemorar o evento, duas interessantes mostras culturais irão acontecer nesta semana, em Natal/RN. Em uma delas, três importantes longas em animê serão exibidos, em versão legendada. Confira abaixo o press release

Para receber os cinéfilos que chegarão ao Teatro de Cultura Popular ávidos pelas animações japonesas que serão exibidas entre os dias 17 e 20 deste mês, o Cineclube Natal e a Associação Cultural Nipo-Brasileira do Rio Grande do Norte também trazem à galeria do teatro a exposição 60 Anos da Imigração Japonesa no RN, com objetos típicos da cultura nipônica. Os itens estarão dispostos durante os quatro dias da mostra, e fazem parte das comemorações que começaram em julho passado, com exposição e diversas atividades no SEBRAE/RN. 

Para a Mostra de Animação, serão trazidos livros, jogos, bonecas em miniatura e objetos de decoração. A intenção da Associação Nipo-Brasileira no RN é mostrar ao público que curte esse gênero cinematográfico um pouco mais da cultura daquele país e, por outro lado, recordar a trajetória das 10 famílias que se fixaram, a princípio, em Pium, e que formaram o primeiro núcleo de imigrantes japoneses no RN.  


Em 2016 se comemora o 
60º aniversário da primeira imigração japonesa no RN, pois foi em 10 de julho de 1956 que chegaram, em Pium, as primeiras famílias que aportaram em Recife, vindas de diversas regiões do Japão (Kumamoto, Yokohama, Yokosuka, Osaka e outras). Essas dez famílias e mais tantas outras – foram mais de 50 famílias que embarcaram no América Maru, rumo ao Nordeste do Brasil - formaram uma geração de imigrantes de características diferentes daquela que ocorreu principalmente no estado de SP e PR, no início do século passado, e é essa história que se pretende registrar nas atividades comemorativas de seus 60 anos. 

A Mostra de Animação Japonesa começa na quarta-feira (17), com “Whisper of the Heart, dos estúdios Ghibli, seguida por “Perfect Blue”, na quinta, finalizando com “Mind Game”, na sexta; no sábado, a programação será encerrada com debate entre especialistas e exibição de curtas. (Fim do press release)


Serviço:
Evento: Mostra de Animação Japonesa do Cineclube Natal
Local: Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (Anexo à Fundação José Augusto)
Endereço: Rua Jundiaí, 641, Tirol - Natal/RN
Data: 17 a 20 de agosto de 2016 (quinta-feira a sábado)
Horário: 17, 18 e 19 de agosto às 18h30, e no dia 20 (sábado), às 17h00.
Taxa de manutenção por sessão: R$ 5,00


EXTRAS - CONHEÇA OS FILMES DA MOSTRA


Perfect Blue (1998) é uma sombria história envolvendo o CHAM!, um gracioso conjunto de j-pop igual a tantos outros. Tudo muda quando uma de suas integrantes, Mima Kirigoe, resolve sair do grupo para começar uma nova carreira. De alguma forma, isso desencadeia uma série de situações que fogem ao controle, com terríveis e misteriosos assassinatos acontecendo em sequência. 

Premiado suspense psicológico do aclamado diretor Satoshi Kon (falecido em 2010, aos 47 anos), com roteiro de Sadayuki Murai. A obra influenciou o cineasta americano Darren Aranofsky, que inclusive conseguiu autorização para reproduzir um trecho de Perfect Blue em seu drama Cisne Negro (Black Swan, 2010), estrelado por Natalie Portman
- Classificação indicativa: 18 anos




*********************
Whispers of The Heart é o título internacional de Mimi wo Sumaceba ("Se ouvir bem"), longa de 1995 do Studio Ghibli. Conta uma singela história de amor envolvendo dois adolescentes, em uma narrativa delicada e cheia de poesia. 

A direção é de Yoshifumi Kondo, com roteiro e story-boards de Hayao Miyazaki. A canção-tema é "Country Road", versão em japonês de "Take me home, country road", grande sucesso de 1971 do cantor americano John Denver
Classificação indicativa: Livre



*********************
Mind Game é uma ousada animação experimental dirigida por Masaaki Yuasa e criada a partir de um mangá de Robin Nishi. Trata-se de uma história insana e bizarra que gira em torno de Nishi, um fracassado na vida que sonha em ser artista de mangá. 

Ele é envolvido em uma confusão com mafiosos da yakuzá e acaba sendo morto, o que o envia ao além. Mas isso é apenas o começo de uma odisséia insana, violenta e profana, neste filme feito para adultos e repleto de imagens surpreendentes usando variadas técnicas de animação.
- Classificação indicativa: 18 anos


2 comentários:

Bruno Seidel disse...

Olha só que coisa interessante! Eu nem sabia que o RN também possuía uma expressiva colônia japonesa. Imaginava que a grande concentração de imigrantes nipônicos no Brasil concentrava-se basicamente em São Paulo (a maior colônia japonesa do mundo, certo?) e no Paraná. E outra coisa curiosa é esse enorme "hiato" de 48 anos entre a imigração japonesa em SP e no RN.

Vale destacar também como os animes possuem uma forte relação direta com a cultura japonesa em geral. Lembro que, em 2008, quando foi a vez de celebrar o centenário da imigração japonesa no Brasil, viu-se uma grande oportunidade para divulgar obras da cultura pop. Animes, assim como mangás, games e até Tokusatsu, são comumente associados ao Japão em si. Uma prova disso foi a cena em que uma nadadora japonesa conquistou medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio e, para sonorizar o feito, uma emissora colocou ao fundo o tema de abertura do Jaspion: https://globoplay.globo.com/v/5229375/

Ale Nagado disse...

Fala, Bruno! Eu também fiquei sabendo desse hiato com a nota sobre esse evento. A imigração aconteceu de modo irregular, dadas as dimensões continentais do nosso país, mas realmente demorou um bocado para famílias japonesas começarem a se estabelecer naquela região. Citando outro exemplo, em 2010 estive em Campo Grande/MS como palestrante convidado para falar sobre cultura pop no evento comemorativo do centenário da imigração naquele estado.

E tem razão, a cultura pop, com seus mangás, animês e heróis, são um passaporte para o grande público ter contato com aspectos do Japão e sua cultura.

Abraço!