RECADO AOS VISITANTES:

Olá! O blog está de férias, mas já estou trabalhando em novas postagens. O Sushi POP voltará a ser atualizado no dia 1 de agosto (terça), no período da tarde.

O que vem por aí:
- Ultraman Geed, Novo Lobo Solitário, resultado da convocação para trabalhos acadêmicos e mais!

Esteja aqui para conferir. Até breve!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Boletim 71: Campanha incentiva fãs de mangá a doarem sangue




A Editora JBC e a Fundação Pró-Sangue lançaram uma campanha muito bacana que convida leitores e profissionais ligados ao mangá a doarem sangue. A campanha "Mangá na Veia" irá durar até 31 de março e tem como objetivo ajudar a suprir os estoques dos bancos da sangue do país. 

No site Henshin há informações sobre postos de coleta, detalhes sobre o processo - que é super seguro - e tudo o que se precisa saber pra ajudar, seja em São Paulo ou em outros estados. Participe e, mesmo que não possa doar por motivos de saúde, ajude a divulgar essa campanha, que é muito bacana e útil à sociedade. 
O editor Cassius Medauar dando sua
contribuição enquanto mostra
um exemplar de Green Blood

Confira: Mangá na Veia (site Henshin)

Um sketch pra ajudar na divulgação (25/02)

7 comentários:

Bruno Seidel disse...

Olha, eu considero a doação de sangue uma atitude muito bonita e nobre. Cheguei até a promover uma campanha de incentivo a essa prática durante a faculdade. Mas tem algo que me impossibilita de fazer isso: eu tenho muito, mas MUITO medo de injeção, principalmente quando é pra extrair sangue. Não tenho coragem nem pra fazer um mero exame de sangue, quem dirá 400ml (é a quantidade que costumam coletar nas doações, né?). Isso é mais do que uma lata de refrigerante!!! Sei que é muito feio isso que estou dizendo, principalmente vindo de um marmanjo de 30 anos. Mas não há incentivo que me livre do medo de agulha. Só de olhar essa foto dos doadores da JBC me dá um calafrio. Só de ver a cor vermelha do sangue ali já me dá um mal-estar, uma tontura... Ehh, podem rir, esse tipo de herói eu não tenho condição nenhuma de ser.

PS.: Aquele desenho ali é seu, Nagado??

Ale Nagado disse...

Fala Bruno!

Ah ah, eu também não morro de amores por uma injeção, mas faço meus check ups regularmente. No meu caso, não posso doar por ter tido hepatite quando criança. Mas eu espero que essa campanha atinja seus objetivos e inspire outras parecidas.

Abraços!

Ale Nagado disse...

Ah, já ia esquecendo: o desenho não é meu não, mas eu teria feito com prazer.

Abs

Ale Nagado disse...

Só pra deixar registrado: Depois de responder ao Bruno Seidel, fiquei pensando em fazer um desenho sobre a campanha. E hoje fiz um sketch sem compromisso, dei um trato no Photoshop e resolvi atualizar o post. Agora sim.

Stefano disse...

Cara... eu vi uma forma inusitada de incentivo a doação de sangue.

Bruno Allison disse...

Muito bacana, essa atitude da JBC, eu que já Sou fã, fiquei mais ainda. É bom ver esses tipos de ações, já recebi sangue e sei o quanto essas campanhas de coleta são importantes.
#Mangánaveia
http://mundonerdseotakus.blogspot.com.br

Ale Nagado disse...

Bruno Allison, obrigado pelo depoimento. Espero que essa iniciativa inspire outras. O mundo precisa de mais gente de boa vontade.

Abraço!