terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Quando chega a hora de parar...

Algumas explicações e uma decisão sobre este blog.


Fala, galera!

Eu sempre soube que este momento chegaria, e acho que vem em uma hora necessária. Vou dar uma parada com o blog, não sei por quanto tempo e não sei se volto a postar. Pode ser um encerramento mesmo. 

Sendo franco, tem sido difícil continuar, com muitas mudanças em horários da família que me afetaram bastante. A vida em meu trabalho no "mundo real" tem ficado mais estressante e manter meus blogs com alguma qualidade tem ficado quase impossível. Meu blog alternativo, o Reflexo Cultural, eu já encerrei.

Este blog eu criei em 2008 para me manter conectado com coisas que gosto e exercitar minha escrita. Sempre foi um hobby e uma válvula de escape. Houve períodos de crescimento e retração, mas fui seguindo em frente. Blogs estão em extinção, mas eu imaginava que iria passar a vida praticando a escrita como uma forma de expressão. Mas, a vida tem ficado cada vez mais complicada e o grande incentivo, que seria ver este blog crescer de verdade, nunca acontece. A maioria das postagens fica acima das mil visualizações, o que nem é tão ruim, mas o engajamento sempre foi muito baixo. E vejo pelas estatísticas que muitos ficam segundos na página. Ou seja, dão de cara com textos grandes e já perdem o interesse. Hoje, pra maioria, só imagem é o que merece alguma atenção. 

Minhas perspectivas na área de cultura pop são diferentes do que eram há cinco ou dez anos atrás e são diferentes de quem é bem mais jovem. Estou prestes a completar 48 anos, sinto-me no auge da capacidade mental, aumentando meus conhecimentos em diferentes direções. Continuo um leitor contumaz, porém cada vez mais desapontado em ver como o que escrevo torna-se irrelevante frente à velocidade do mundo. 

A escrita já foi um ganha-pão para mim, e hoje nem é mais um hobby que me dá plena satisfação. As pessoas não querem mais ler, é cada vez menor o número de leitores pensantes e isso me desanima. Minha entrevista para o Anison Lab do Ricardo Cruz teve mais de 3 mil visualizações. Porém, apesar da divulgação, este blog não teve aumento de leitores, o que me fez pensar que não adianta insistir. E no ano passado, tentei gerar alguma renda abrindo uma campanha no Apoia.se, que foi um fracasso. Cansei. Começou a perder o sentido. Também não pretendo investir em um canal. Não tenho tempo e nem infraestrutura mínima para isso. 

Então, quero agradecer a você que efetivamente lê até o fim o que escrevo. Agradeço em dobro se comentou ou indicou para alguém. 

Independente do desânimo, o que está pesando mais é o tempo mesmo. E a saúde, que preciso dar uma atenção de verdade. Talvez este seja um ano de transição para mim, de cuidar mais da saúde física e mental, de exercitar outros hobbies, de desencanar mesmo. Se este blog representasse alguma renda adicional, tentaria continuar, mas não é o caso.

Vendo pelo lado positivo, sei da qualidade do material postado aqui. E pretendo deixar disponível para consulta dos interessados, enquanto o Google (dono do Blogger) permitir.

No Twitter, continuarei presente, pois lá a praticidade e rapidez permitem um maior envolvimento. 

Então, é isso. Se este blog será retomado um dia ou se eu voltarei a escrever sobre cultura pop japonesa aqui ou em algum outro lugar, o futuro está em aberto. Por isso, não pergunte. No momento, preciso dar atenção para a família, saúde, trabalho e, por último, a um pouco de lazer. 

Obrigado pela atenção e até qualquer dia!


*************************

- Continue me acompanhando no Twitter: @ale_nagado

25 comentários:

Detonation Uchiha disse...

Como já disse aqui antes, não faz muito tempo que conheço seu trabalho (com exceção dos quadrinhos do Street Fighter), mas sei da importância de sua carreira tanto como jornalista quanto quadrinista. Se chegou o momento de parar, ok, afinal isso uma hora tinha que acontecer fora que existe material de sobra para pesquisa sobre animê, mangás e tokusatsu aqui. Sua missão foi cumprida.
Se eventualmente por qualquer motivo que seja você retornar com seus textos, espero estar aqui para acompanhar, se não que fique aqui meu muito obrigado e meus parabéns pois você fez um trabalho muito bem feito.
Até...

Alexandre Nagado disse...

Olá, Uchiha!

Obrigado, mas não sou jornalista, nunca fui. No máximo, um redator palpiteiro sobre vários assuntos.

Talvez, quando o tempo permitir, eu escreva um livro, mas isso é ideia para o futuro. Por enquanto, tenho outras prioridades, mas continuarei de olho nos assuntos que gosto e indicarei o que puder no Twitter.

Obrigado e um grande abraço!

Unknown disse...

É uma pena, mas entendo perfeitamente o seu ponto Nagado. Sentirei falta dos seus textos sobre esses assuntos dos quais gosto tanto mas que pouco se fala na Brasil (pouco pelo menos com o conhecimento e a qualidade com os quais você fala.) Também queria agradecer pelo tempo que você se dedicou ao Blog, mesmo não tendo atingido um grande público como esperado, tenha certeza que nós que acompanhamos seu trabalho por aqui sempre aguardávamos ansiosos o próximo assunto. Fica com Deus e desejo muito sucesso nos próximos projetos. De qualquer forma, seguimos firmes lá no Twitter.
Um forte abraço,
Don

César Filho disse...

Por um lado eu entendo como deve estar corrido, mestre. Por outro fico triste por ver o blog parar. Atualmente tenho escrito pouco, muito por causa da faculdade (vou me formar no meio do ano). Por ora, não tenho o mesmo ritmo que eu tinha até pouco tempo em escrever praticamente todos os dias. Sempre acabo dando um jeito de continuar afiando os dedos, nem que seja um texto aqui acolá.

Mas uma eventual pausa é necessária para respirar outros ares e até mesmo, quem sabe, para retomar o ritmo no futuro. Independente dos rumos, fica aqui os meus agradecimentos à uma das minhas referências para seguir escrevendo e espero que um dia você volte com o blog.

Adelmo Veloso disse...

É uma pena, mestre Nagado. Aprendi bastante contigo, seja na época das revistas Herói e da série Como Desenhar, seja no Reflexo Cultural. É difícil escrever quando não há um incentivo - mesmo que não seja financeiro. Imagina aí meus textos que raramente chegam na casa das 100 visualizações. Mas quando utilizava mais imagens, seja de exposições ou conteúdo original, esse índice subia um pouco.

Espero que se ajeite por aí, descanse e priorize sua saúde e família, que no final é o que mais importa! Se voltar pra cá algum dia, estaremos por aqui, caso contrário, estaremos te acompanhando pelo Twitter!

Até mais!

Alexandre Nagado disse...

Olá, Don! Obrigado pelas palavras gentis.

Já dei outros hiatos neste em outros blogs, mas este talvez seja diferente. Tem a ver tanto com cansaço quanto com o tempo sendo esmagado. No fundo, torço para que, em um ou dois anos, as coisas se ajeitem.

Valeu! Nos vemos no Twitter!
Abraços!

Alexandre Nagado disse...

Fala, César.

Sou um remanescente de uma época em que o conhecimento valia dinheiro. Hoje, a oferta é absurda e conta-se nos dedos quem ganha alguma coisa. Hoje li um texto do meu velho editor André Forastieri comentando como os tempos mudaram e que editor, desenhista, profissões criativas, estão desaparecendo e as pessoas precisam se reinventar. Eu parei de desenhar e agora parei de escrever, sou servidor público há pouco mais de cinco anos e essa foi minha alternativa. Ter um emprego estável e poder escrever meus blogs era uma situação confortável, mas a vida cobrou nova mudança. Então, tive que redefinir prioridades.

Ninguém sabe como eu estou sentindo ter que parar agora, mas sempre preferi parar com alguma dignidade do que desistir quando ninguém mais se importa.

Obrigado e continue seu bom trabalho, você tem enorme potencial e está no caminho certo.

Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Adelmo!

Fico contente por ter lhe acrescentado conhecimentos em diferentes épocas e diferentes assuntos. E não desanime com seu blog. É melhor crescer devagar e com uma base regular, do que criar grandes expectativas baseado em outros tempos.

Valeu o apoio e continue seu trabalho!
Abração!

Usys 222 disse...

Cada um de nós tem suas prioridades. Cada um de nós sabe o que é melhor para nós mesmos. Por isso digo mais uma vez que parar ou continuar é uma escolha só sua. Se o que é feito não tem o retorno esperado ou se não traz mais satisfação, então não vale a pena prosseguir. Assim, respeito sua decisão.

Mesmo assim vou repetir o que disse em outra ocasião parecida. Eu não acredito que vá conseguir parar definitivamente. Sempre vai haver a necessidade de escrever alguma coisa mais a fundo. E quando uma pessoa quer fazer uma coisa, ela vai fazer, não importa as circunstâncias e mesmo não tendo retorno. Basta ter o "estalo"...

anderson disse...

È uma pena que ao contrário desse site,outros blogs com os mesmos assuntos tenham influência de SJWS .Você nem pode comentar que Alita-Battle Angel parece melhor que o filme da Capitâ machona(Marvel),que algum "gênio" vem questionar sua moral e inteligêcia!

Aniki disse...

Parar nunca é fácil. Mas se o coração e a razão encontraram esse consenso então pode ser o melhor a se fazer.

Abraços e até breve.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Usys!

Você me conhece há anos e o que diz é claro que faz todo o sentido. Toda hora eu penso em alguma coisa que poderia dar uma boa pauta, isso é hábito de anos. Mas, o tempo hoje está mais complicado do que estava há uma semana, quando resolvi parar. Então, é mais do que dou conta. Não sei se aos poucos vou desencanar e focar em outras coisas, só com o tempo saberei. Mas agora, realmente não tinha mesmo como continuar com um mínimo de qualidade.

Valeu a força, continuamos em contato.
Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Anderson, você tem razão. Infelizmente, a esquerda tomou conta de todas as áreas culturais e de entretenimento. Por meus posicionamentos políticos, passei a ser ignorado por muita gente com quem eu tinha um relacionamento cordial. Não fosse o Usys, o César, o Danilo Modolo, o Ricardo Cruz e alguns outros bons colegas, eu teria sido totalmente esquecido. Não posso deixar de registrar a força que o Paulo AP, influenciador do Twitter, deu a mim e meus blogs.

Uma parte de mim queria continuar no front, e de certa forma ainda estou, graças ao Twitter. Mas não é a mesma coisa. Enfim, vou fazendo o que posso.

Obrigado! Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Obrigado pela força, Aniki!

No futuro, ainda quero dar alguma contribuição à área, mas nem posso me dar ao luxo de pensar nisso por enquanto.

Grande abraço!

Robinson Oliveira disse...

Olá amigo! Compreendo totalmente seu texto como uma reflexão. Precisamos sim cuidar da saúde, família e a própria mente. O Mundo nos surpreende e acabamos afastando de algo que gostamos muito porém aproximamos de outras linhas de pensamento. Mesmo como ausente sempre torço por seu sucesso amigo e isto já há bastante tempo . Tive o privilégio de conhecer pessoalmente e espero não perder o contato. Até breve!

Robinson Oliveira disse...

Lembrei agora amigo que foi através de você que conheci música de qualidade, lembra? Apresentou Change & Aska, tenho CDs e single comprados naquela loja Haikai Disc laser nos anos ‘90. Época boa! A culpa é sua... rsrsrsrsrs

Alexandre Nagado disse...

Olá, Robinson!

Você é o leitor mais antigo a manter contato, acho que começou na seção da cartas do gibi Street Fighter. Muito tempo mesmo!

O lado mais legal de toda essa história de vida que tenho para contar é ter conhecido boas pessoas ao longo da vida.

E que legal que você descobriu CHAGE and ASKA através de mim. Com o Sushi POP, pude apresentar a muita gente nomes como Goose house, Kagaku Tokusoutai, THE ALFEE, chay, Yukari Miyake e vários outros.

Com certeza, manteremos contato sempre!

Valeu! Grande abraço!

Rogério disse...

Deixa o blog para quem no futuro queira pesquisar, nao deleta. As pessoas estao emburrecendo infelizmente, so querem textos curtos e quem diz que le um livro inteiro e chamado de nerd. No meu tempo quem lia um livro inteiro era considerada uma pessoa inteligente.Mas acho vai mudar e as pessoas vao voltar a ler textos longos e livros.Vai mudar pta melhor, fique firme. Vamos nos reinventar para melhor. As criancas dessa nova geracao que surge vai ser melhor e leitoras contumazes de livros e textos longos.

Alexandre Nagado disse...

Olá, Rogério!

Este blog fica no ar para futuras consultas. E também fica aberta a possibilidade para um dia ser retomado. Mas eu não tenho o seu otimismo. A palavra escrita está morrendo e isso já foi previsto. A "onda conservadora" política tem impulsionado o mercado editorial, mas pode ser apenas uma fase. Livros, jornais e revistas estão acabando, bem como os blogs estão ficando cada vez mais irrelevantes frente aos vídeos. Mas, nunca se sabe...

Obrigado e um grande abraço!

job Marques disse...

Vc tem a mesma idade que eu. Possivelmente salvo diferenças econômicas e geográficas ,nos apaixonamos por Devem ,Jack , Sawamu ,Patru Patrulha do Espaço ,enfim tanta coisa. Seu trabalho e uma referência no meio ,mais que isso um incentivo a todas as gerações,um cara que fala e conhece pacas ,do que a gente gosta e mais que isso possui um texto limpo ,conciso e muito inteligente, por um lado eu entendo ,todos tem o direito do dever arrumar um jeito de viver com mais qualidade e se possível com mais alegria, o mundo está ficando extremamente difícil ,não e como quando desfrutavam os de todo o tempo pra ver falar etc , mas compreendo de fato se lê cada vez menos , ei que pior não há nenhum investimento sério pra mudança deste quadro. Vou te seguir no twitter ,mas lamentando que não pudemos colaborar pra que este espaço pudesse ser fonte de renda, independente disso ,cara ,vai fazer uma falta danada este teu blog .forte abraço e sucesso ! Nosso mestre !!!

Unknown disse...

Olá, Nagado! Sou da geração da TV Manchete, revista herói e etc. Acabei de vê um vídeo com a vossa pessoa, no canal do Tokudoc. Parabéns pelos serviços prestados e pela iniciativa de criar este blog. Bom, obrigado por fazer parte da nossa infância e obrigado pelo belo conteúdo de Cultura Japonesa. Espero que, num futuro breve. Possa regressar e continuar essa trajetória. Abraços e sucesso sempre!

Ayrton Noricigue Nagata disse...

Nos anos 90 você foi a inspiração para uma geração um fa que consegui virar referencia r sinonimo dee qualidade
Era uma epoca onde termos como Tokusatsu, animesong, cosplay e otaku nao eram conhecidos e você junto com uma boa galera ( de umm lado o forastie, del greco, elvis Ricardo Jr e de outro o infame sergio peixoto e sua trupe)
Eu gosto muito de uma história sua dos flashman (a do retorno do monarca la deus), e seu trabalho de redator quebmaisngosto sao s materia de KR ZO na heroi 24 ( a primeira gold) e a lendarua heroi 10 ( pena que a minha herói 10 original estragou e so so sobrou uma daquelas relançamento que na contracapa tem as capas da heroi)

Raphael Soma disse...

Yo, Tio Nagado. Sei que ando sumido, especialmente por eu discordar de muitos posicionamentos recentes seus, mas ainda tenho um imenso respeito por ti, e eu ter me afastado foi justamente pra evitar conflitos. Mas como disse, lhe respeito pra caramba, e não esqueci do apoio em certos momentos complicados.

Sendo direto: entendo e respeito a sua decisão de parar. Eu resolvi migrar de mídia porquê acredito que os blogs caem cada vez mais em desuso. Como estou fazendo essa mudança, entendo muito bem o quão é difícil, especialmente levando em conta os deveres da vida. Ainda assim, eu peço que não se suma por completo. Como dito, estou com sérias diferenças contigo em relação a certos assuntos. Mas da mesma forma, o conhecimento e experiência com a cultura pop oriental que tu acumulaste por todo este tempo não pode ser deixado de lado. Sempre que for possível, esteja presente nas discussões sobre o tópico, dê sua opinião na medida do que der. Acompanhe como essa nova geração se desenvolve.

Acho que, todo mundo que planta uma árvore, quer ver como a floresta se desenvolve, não? E você jogou bons punhados de sementes por aí, sabe?

Enfim, só não desapareça. Eu prefiro me manter um pouco afastado por mais um tempo pois tu é um cara com quem definitivamente NÃO quero discutir negativamente. Nem com ninguém, na verdade. Por hora, fique de olho nas árvores crescendo, florescendo e dando frutos. E fique sempre a vontade pra opinar; a minha geração está seguindo um rumo próprio, mas talvez tu se surpreenda com o que vem por aí... ;)

Abraço, meu caro! E repito: não se suma por muito tempo, OK? ;)

Alexandre Nagado disse...

Olá, Job Marques. Muito obrigado por suas palavras gentis. Quem sabe, mais para a frente, eu não me dedico a produzir algum conteúdo. Não sei o que seria, e nem se seria neste blog, mas certamente avisarei no Twitter. O futuro é uma incógnita. Abraço!

Prezado anônimo que apareceu como "Unknown": Obrigado pela força. Também espero poder contribuir novamente com a difusão de conhecimento. Ainda posto algumas coisas no Twitter. Se puder, acompanhe. Abraço!

Ayrton: Minha geração contribuiu muito para o cenário atual e tenho orgulho de ter produzido muita coisa relevante. Valeu! Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Olá, Mr. Soma, há quanto tempo!

Eu entendi que seu distanciamento foi por questões políticas e lhe agradeço muito por ter preservado sua consideração à minha pessoa. Muitos não foram capazes disso e atribuíram minhas posições à falta de caráter. Como sempre digo, ainda tenho amigos queridos na esquerda e todos eles sabem que sou um conservador que respeita posições contrárias, desde que haja educação e respeito humano. Então, entre nós dois, vamos nos concentrar em assuntos mais produtivos - e legais!

Sinceramente, sinto falta de planejar e produzir este blog, mas o pouco respiro que tenho tido é para descanso mesmo. Felizmente, no Twitter ainda posto uma coisinha aqui e ali sobre cultura pop japonesa.

Então, está com um projeto novo pra sair? Muito legal, vou querer ver sim. Você é alguém que eu tenho enorme respeito pela capacidade intelectual e sinceridade. Então, é claro que fico contente quando aponta que meu trabalho foi inspirador de alguma forma.

Você tem meu e-mail pessoal e pode escrever sempre que tiver vontade.

Abraço!!