quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Gundam e Neil Sedaka


O que é que o veterano cantor e compositor pop americano Neil Sedaka, ídolo dos anos 60, tem a ver com os poderosos robôs gigantes da franquia japonesa Mobile Suit Gundam
Z Gundam e o veterano do pop romântico americano, Neil Sedaka.
Com 50 episódios para a TV, a saga Mobile Suit Z (Zeta) Gundam foi um grande sucesso lançado no Japão em 1985 e é até hoje muito lembrada pelos fãs. 

Parte de uma franquia milionária iniciada pelo estúdio Sunrise em 1979, Z Gundam pertence à categoria Real Robots, com sua abordagem realista da guerra e seus efeitos, ainda que em um contexto fictício de conflitos entre a Terra e colônias separatistas no espaço. 

Tendo em vista um público de adolescentes e jovens adultos, a série obteve grande repercussão, com audiência média de 6,6% e foi um sucesso comercial e de crítica. E entre 2005 e 2006, ganhou uma compilação em trilogia para cinema, com o título Mobile Suit Zeta Gundam - A New Translation. Além dos personagens e dos brinquedos relacionados aos robôs, as músicas de Z Gundam também conquistaram espaço na mídia e fizeram sucesso nas paradas musicais.  

As canções, que soam como genuínos temas de animê (anisongs) com pegada J-Pop, na verdade tiveram origem em um contexto completamente diferente e com a assinatura de uma lenda da música pop americana.
Z Gundam: Uma das mais importantes produções da franquia.
Nascido em 1939 nos EUA, Neil Sedaka fez sucesso mundial entre o final da década de 1950 e início de 60, com canções como "Oh, Carol", "Breakin' up is hard to do" e "Calendar Girl". Já as músicas usadas em Gundam são da safra dos anos 1970 e não são muito conhecidas pelo grande público, somente pelos fãs do artista. 

O nome de Neil Sedaka nos créditos de Gundam apareceu na primeira abertura de Z Gundam, com a composição da música "Z - 
Toki wo koete" (Ζ・刻をこえて, ou "Z - Além do tempo"), que tocou do capítulo 1 até o 23. Chegou a ocupar a posição número 15 na parada de sucessos semanal medida pela Oricon

A interpretação foi da jovem estrela Mami Ayukawa e a letra em japonês ficou a cargo de Rin Iogi, um pseudônimo musical do próprio criador e diretor da série, o mestre Yoshiyuki Tomino. Originalmente, a canção escrita por Sedaka se chamava "Better days are coming" e foi lançada em 1978, sem grande repercussão em seu país. 
Mami Ayukawa (à esq.) e Hiroko Moriguchi: Duas
estrelas dos anos 80 que até hoje cantam as músicas
compostas por Neil Sedaka em suas versões como anime songs.
Para a segunda abertura, entrou uma canção inédita de Sedaka, a "For us to decide", que virou "Mizu no hoshi e ai wo komete" (水の星へ愛をこめて, ou "Ame a estrela de água"), usada nos episódios de 24 a 50), cantada por Hiroko Moriguchi, outra celebridade dos anos 1980. A letra, originalmente criada em japonês, é de Masao Urino. Lançada também como single, chegou à 16ª posição na parada semanal da OriconNão existe versão em inglês para a canção, que foi usada apenas em Z Gundam. 

O tema de encerramento da série também foi assinado por Neil Sedaka, que dessa vez compôs em parceria com Phil Cody. Era a música "Bad and Beautiful", que se tornou "Hoshizora no believe" (星空 の Believe, ou "Acredite no céu estrelado"), cantada por Mami Ayukawa e com letra em japonês escrita por Machiko Ryuu

Todas as músicas foram licenciadas no Japão mas, por questões de negociação de direitos autorais internacionais, quando Z Gundam foi lançado nos EUA, as músicas tiveram que ser trocadas. Foi uma pena, pois certamente teria chamado a atenção do público americano o fato de que um de seus mais celebrados artistas pop também deixou sua marca no mundo das anime songs


::: SELEÇÃO DE VÍDEOS :::

1) A abertura original de Mobile Suit Zeta Gundam, sem os letreiros em japonês. "Toki wo koete" é um dos maiores sucessos da carreira da cantora Mami Ayukawa



2) A versão original, "Better days are coming", na voz de seu compositor, Neil Sedaka:




3) O tema de encerramento de Z Gundam, "Hoshizora no believe", cantado por Mami Ayukawa.



4) Ouça agora a versão original do tema de encerramento, intitulada, "Bad and beautiful":



5) Abaixo, a versão ao vivo do tema de abertura "Z-Toki wo koete", com Mami Ayukawa se apresentando em 2016, belíssima aos 55 anos e cantando melhor do que quando era jovem.




6) A cantora e atriz Hiroko Moriguchi interpreta "Mizu no hoshi e ai wo komete", segunda abertura de Z Gundam, no início de 2018. Atualmente com 50 anos, é outra artista que tem envelhecido muito bem. 




Nota do autor: Originalmente, o post "Gundam e Neil Sedaka" apareceu no Sushi POP em 2009. Pouca informação foi postada na época e o tema foi tratado apenas como uma curiosidade. Como achei que o assunto valia uma postagem mais encorpada, tirei do ar, reformulei, acrescentei muitas informações e procurei vídeos interessantes para incluir. Os vídeos estão na categoria daqueles não-autorizados que os licenciantes japoneses ficam caçando no YouTube para tirar do ar. Por isso, veja logo.

10 comentários:

Robinson Oliveira disse...

De Gundam assisti apenas um Movie mas mesmo assim totalmente em japonês. Tenho que ser sincero, não encheu meus olhos. Entendi então que não é minha praia em compensação na época do Pirata do Espaço curtia bastante e ainda gosto.
Por fim muito interessante está informação a respeito das canções vindas dos EUA década de 60 e 70. Sempre é bom atualizar este Mundo chamado CULTURA JAPONESA POP.
Valeu Nagado.

Alexandre Nagado disse...

Assisti pouca coisa do Gundam, mas sinto que devo dar mais uma chance ao título. De qualquer forma, as músicas de animês de robôs dos anos 80 são muito legais e achei muito interessante ver como aquelas canções pop norte-americanas foram transformadas em autênticas anime songs.

Robinson Oliveira disse...

Desculpa Nagado mas esqueci de comentar: "sou apaixonado pelo MACROSS", que também têm Robôs.
Sempre nos forneça estas novidades ou descobertas...rsrsrsrs.
Te cuida irmão.

João Aranha disse...

Eu vi algumas coisas de Gundam, mas o Zeta eu não tinha visto e nem sabia disso. Mas deu-se logo para ouvir que é coisa de qualidade como o Sedaka sempre fez em suas músicas.

Abraços!

Usys 222 disse...

Essa foi totalmente inesperada! Quem diria que os temas de Z Gundam são de Neil Sedaka? Até mesmo a Mizu no Hoshi e Ai wo komete, que tinha cara de ter sido feita no Japão. Gostaria de saber como é o original em inglês, mas como ela nunca foi gravada, creio que isso será uma incógnita... a menos que um dia encontrem alguma fita perdida.

Conheci Hiroko Moriguchi cantando o segundo tema de Samurai Trooper e quando ela fez uma imitação da Shizuka Kudo em um concurso. Ela realmente é uma cantora espetacular, mas é uma pena que foi em uma época de grande profusão de idols femininas e acabou perdendo lugar. Pelo menos ela reconquistou sua posição.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Usys!

Esse post havia passado meio batido em 2009 e era mais uma curiosidade. Foi bom ter reformulado e recheado de informações. Tem muita música ocidental que fez sucesso no Japão, algumas vezes em uma proporção maior do que em seu país de origem. Acho que vou voltar a esse tema mais uma vez, pelo menos.

E a Hiroko Moriguchi é incrível. Ela não marcou especificamente como cantora de anime songs, mas as que interpretou, conquistaram os fãs. E eu não lembrava dela em Samurai Troopers. As músicas dessa série são muito boas, a começar pela abertura.

Valeu! Abração!

Aniki disse...

Uma baita curiosidade. Que tal escrever um artigo sobre inspirações que músicos japoneses tiveram nas produções americanas para criar alguns BGM em tokusatsu? Pois já vi casos de trilhas que lembram músicas de Cindy Lauper, Jornada nas Estrelas, Magnum P.I., De Volta Para o Futuro, Batman...

Alexandre Nagado disse...

Fala, Aniki! Boa sugestão, já anotei aqui.

Uma ideia que eu já tive foi de escrever sobre as versões de músicas estrangeiras que estouraram no Japão. Tem várias assim pode render um post bem legal. Outra que pensei envolve pegar algumas trilhas originais japonesas e apontar músicas parecidas que surgiram depois. Tem umas coisas que andei reparando, mas vai demandar uma boa pesquisa pra não sair bobagem.

Valeu a força! Abração!

Leo Feitoza disse...

Gosto bastante dos temas de Z Gundam, foi ótimo ter mais detalhes sobre a composição delas. Já tinha visto em outros sites as suas origens nas canções do Neil Sedaka e agora, no Sushi Pop, temos uma boa compilação das informações disponíveis sobre o assunto.

Alexandre Nagado disse...

Olá, Leo, tudo ok?

Eu conheci essas músicas através de um DVD do evento Super Robot Spirits, de 2003. Hoje esses vídeos são fáceis de encontrar no YouTube, mas na época foi o Ricardo Cruz quem me mostrou essa beleza de show.

Nos créditos, achei curioso o nome do americano Neil Sedaka na composição. Meu pai tem um CD de coletânea dele e é por isso que o nome era familiar para mim. Demandou certa pesquisa descobrir o que revelei aqui, mas nunca encontrei de quem foi a ideia de usar essas canções em Gundam. Desconfio que tenha sido coisa do próprio Tomino.

Valeu. Abraço!