quinta-feira, 7 de junho de 2018

Elegância com tokusatsu

Roupas, acessórios, óculos... É hora de falar de moda e... Espere! Você não entrou no blog errado! Vamos conferir alguns elegantes produtos voltados ao público adulto e que são inspirados em tokusatsu.
Na rede japonesa A MAN of ULTRA, o cultuado Ultraman
estampa uma série de produtos voltados ao público adulto. 
Em vários países, a personagem japonesa Hello Kitty se tornou um item de merchandising universal, com produtos para pessoas de qualquer idade. Idem para ícones pop como o Pernalonga, Mickey Mouse e tantos outros, que extrapolaram os limites dos produtos infantis. Quando surgiram nos anos 1990, gravatas de personagens da Warner Bros., como Pernalonga ou Patolino viraram febre de consumo e hoje são comuns. Peças de vestuário e acessórios com personagens para adultos são coisas comuns e não causam espanto a mais ninguém. 

No Japão, terra que tem ligação ainda maior com personagens, não é difícil encontrar acessórios dos mais variados tipos inspirados em protagonistas de mangá e animê. Com o tokusatsu não é diferente e a nostalgia pauta a maioria dos lançamentos. 

Vale lembrar que, para boa parte ainda do público (especialmente no Brasil), tokusatsu é associado a algo de consumo meramente infantil e masculino. Mas, a existência de produtos sofisticados e elegantes no Japão mostra que não é bem assim. Claro, existem os brinquedos altamente realistas (confira aqui), que são sonhos de consumo de colecionadores hardcore, mas há também belíssimos acessórios de vestuário que fogem do óbvio, incluindo vários itens para mulheres. 

Confira, nesta matéria, alguns desses itens de consumo para o público adulto envolvendo personagens de séries tokusatsu

Uma das franquias mais conhecidas, Kamen Rider, teve uma estilosa coleção de colares de joias, ouro e prata baseados na série Kamen Rider Den-O, uma das mais populares da fase Heisei e que comemorou 10 anos em 2017. O lançamento foi da Materia Crown, que distribuiu o primeiro lote em março de 2018. Cada colar foi lançado a 15.120 ienes, ou cerca de 137 dólares cada, lembrando que os valores mencionados aqui se referem à venda direta no Japão. 


Colares e jóias inspiradas nos Imagins,
personagens da série Kamen Rider Den-O. 
Na onda do sucesso de Kamen Rider Ghost (2015), foi lançada uma coleção de jaquetas unissex estilo quimono, do tipo usado pelo herói principal, Takeru. A jaqueta sai por 12.960 ienes, ou cerca de 117 dólares, fora os acessórios, vendidos separadamente. O lançamento foi da Bandai, que mostra por que é uma gigante do setor de entretenimento e merchandising

Todo o merchandising de uma série é planejado
logo no início, incluindo os figurinos.
Na foto, a modelo é uma das
integrantes da banda Kamen Rider Girls.
Produtos e acessórios para adultos com o tema Super Sentai são um tanto raros, e um dos mais bacanas é o set de anéis Denji Ring da série Denjiman, de 1980. 

Por serem réplicas fiéis de acessórios especiais que apareciam no seriado, seria mais correto colocar os Denji Rings no mesmo patamar que brinquedos. Mas cada um deles é um belo anel, assim como o anel do Lanterna Verde, da DC Comics, e pode ser usado sem atrair muita atenção. O kit com os cinco anéis de transformação do grupo sai por 5.400 ienes, cerca de 49,15 dólares. 
Discreto e elegante, o anel de Denziman
Indo mais além, a loja A MAN OF ULTRA existe baseada em produtos sofisticados com a marca Ultraman. Há jaquetas, gravatas, relógios e uma grande variedade de produtos, usando os Ultras, os monstros e as equipes das séries. E não tem nada muito óbvio, sendo que os itens são bastante sofisticados, usando detalhes, estampas e silhuetas para evocar imagens de personagens, na maioria clássicos dos anos 1960 e 70. 

Em uma parceria com a INDEPENDENT, uma divisão da CITIZEN, foi lançada uma linha de relógios de pulso com estampas inspiradas no primeiro Ultraman e nos monstros Zetton e Dada. O preço médio é de 29.700 ienes, ou cerca de 270 dólares cada. 
Os relógios inspirados em Zetton, Ultraman e Dada.
E nesse universo tão cult, não há personagem mais destacado que o Ultra Seven, que estampa uma infinidade de produtos altamente elaborados. 

Uma das mais interessantes coleções é a linha de óculos lançada pela marca Black Ice. Feitos com titânio e alumínio, são leves e resistentes. Preço médio: 47.500 ienes, ou cerca de 430 dólares. 
Riqueza de detalhes nos óculos inspirados no Ultra Seven.

Um carro conceitual produzido em parceria com a Toyota, feito a partir do modelo Toyota 86. O preço não foi divulgado e os interessados devem contactar diretamente a loja no Japão. (Desconfio que eu não consiga comprar, mas se você quiser arriscar, não esqueça de me chamar para dar uma volta.)

Um carro conceitual com adereços inspirados no Ultraman.
Um item um tanto surpreendente foi o colar inspirado no Ultraman Orb (2016), que não tem nada de nostalgia. Sofisticado e com um belo design, o colar de Orb foi lançado pela Bandai em parceria com a empresa THE KISS em maio passado. Valor: 12.960 ienes, ou cerca de 117 dólares.
O colar inspirado no Ultraman Orb.
Com este post, espero ter conseguido mostrar um pouco do vasto universo de merchandising relacionado a tokusatsu que existe no Japão. Certamente, o licenciamento desses super-heróis e monstros está numericamente atrás do que existe sobre mangá e animê, mas tem uma presença grande e consolidada. 


A MAN of ULTRA - Site oficial: https://aman-u.jp

::: E X T R A S :::

1) Lançamento da coleção de óculos do Ultra Seven (2014), com a participação do ator Koji Moritsugu:



2) Vídeo promocional apresentando o kit Denji Ring:


6 comentários:

Usys 222 disse...

Esses itens de A Man of Ultra são muito tentadores! E são bem discretos. A primeira vista não dá para perceber que é algo relacionado às séries Ultra. Mas só de olhar para o preço já caio para trás. Vi uma carteira de couro dessa linha e não comprei pois não teria o que colocar nela... Agora esse Toyota do Ultraman... Só se tiver um modelo em escala 1/64 e ainda assim desconfio que sairia bem caro.

Talvez uma dessas camisetas da Hardcore Chocolate... (http://core-choco.shop-pro.jp/?mode=cate&cbid=2192665&csid=0&sort=n). O preço também não é muito convidativo, mas ao menos é um pouco mais acessível.

De qualquer jeito, esses produtos mostram o quanto os heróis de tokusatsu estão presentes no cotidiano japonês. E não só eles, como também heroínas como Sailor Moon e Precure, que também têm linhas nesse sentido. Uma pena que a grande maioria não vende para fora do Japão. Outra coisa que eu adoraria ter era uma máquina de Nescafé das séries Ultra, que esteve disponível por tempo limitado.

Alexandre Nagado disse...

Fala aí, Usys!

Esses produtos são tentadores, mas a gente fica mesmo só na vontade. É tudo muito caro!

E sim, eu vi várias coisas desse tipo com personagens de animê. Até fiquei tentando a fazer um post grande e bem abrangente, mas preferi me focar em tokusatsu, que pode soar mais exótico pro pessoal daqui do Brasil.

Uma máquina de Nescafé? Dessa eu não fiquei sabendo, deve ser bem legal. E os relógios são sensacionais, hein! O do Zetton é fabuloso, mas todos são finíssimos. Mas o preço, realmente...

Valeu! Abração!

Bruno Seidel disse...

HUAHAUHUAHUAHAUHAA! Adorei a introdução do post!! Me senti num blog fashion.

Essas imagens e vídeos me chamam atenção pela forma com a qual o "gênios do marketing" conseguem tirar leite da pedra e desenvolver produtos estilosos e requintados oriundos de produções infantis e aparente desconexas desse universo do "glamour".

Uma leitura bem interessante sobre a própria linha dos tempo das produções de tokusatsu, que chamam a atenção pela sua crescente comercial. Possivelmente, a maior diferença entre as produções de hoje para aquelas das décadas de 1960/1970 é o forte apelo comercial que os herói recentes carregam. Mais até do que a evolução dos efeitos especiais.

Esse apelo comercial é o que, sabemos, desencadeia uma infindável venda de produtos licenciados, principalmente brinquedos. Alguns fãs mais saudosistas condenam isso, alegando que esse apelo comercial, muitas vezes "forçado", destruiu a "essência" que permeava as produções antigas. Já eu acho, quando bem feito, discreto ou requintado, só tem a valorizar.

A exemplo de de A Man of Ultra, temos produtos altamente requintados, com um design maravilhoso e uma discrição admirável. Mesmo para os fãs que não têm condições de arcar com os custos (tipo eu, óbvio) ficam de queixo caído e com os olhos brilhando com essas imagens.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Bruno!

Sabe, fui motivado a escrever este post por causa dos relógios e óculos. Se vendessem no Brasil eu estaria tentado a economizar pra comprar, ah ah. E minha filha de 10 anos é fã do Orb e achou o colar lindo. Quem pensa que tokusatsu é só pra público masculino, tem que ver este post.

E sobre o uso do merchandising, eu acho algumas sacadas muito boas. Da pra contar boas histórias e fazer algo bastante comercial também. Exemplos não faltam.

Falou! Grande abraço!

Aniki disse...

Lembrei agora da frase que vi em um antigo fórum: não basta ser fã, tem que ter dinheiro.

O máximo que o fã comum e pobretão pode conseguir por aqui são as camisetas da Liberdade(até a Japan Society tem sua pequena linha com personagens de anime e tokusatsu) ou alguma coisa da emergente marca Piticas e seus diversos stands espalhados por shoppings na Grande São Paulo(não faço idéia se essa rede já tem pontos em outras cidades e/ou estados). De resto tem que ganhar na loteria para ao menos ter uma dessas peças.

Um site que conheço há mais tempo é a Bandai Fashion, onde tem alguns adornos e réplicas das roupas civis dos Kamen Riders, Sentai e até mesmo dos recentes Next Generation. Tem alguns artigos Ultra, mas não tanto como nas outras franquias. Fora as linhas baseadas em animes patrocinados pela mesma.

Grande abraço.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Aniki!

Mesmo no Japão, esses produtos são um tanto elitizados. A nós resta ficar babando de longe. As lojas Bandai Fashion e A MAN of ULTRA são uma prova de que existe um público que vê o tokusatsu, o animê e afins como parte de suas vidas, e acham bacana incluir no vestuário, sem perder a elegância de vista.

Valeu! Abraços!