terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Lupinranger vs Patranger: Esquadrões em conflito!

Patranger e Lupinranger: Rivais em busca de um tesouro.
De todas as franquias de super-heróis japoneses, talvez a mais conservadora em termos de formatação de personagens seja a Super Sentai. Mas, depois do mini-exército de heróis visto em Kyuranger, que está na reta final, a Toei Company está preparando uma série que já é curiosa em seu título.

Em fevereiro, o público japonês poderá conferir a 42ª série da franquia Super Sentai, intitulada Kaitô Sentai Lupinranger vs Keisatsu Sentai Patranger. Como o nome diz, a produção irá apresentar duas equipes rivais, lutando por um objetivo em comum. No caso, o tesouro conhecido como Lupin Collection, que foi roubado por criminosos super poderosos e cujo paradeiro é desconhecido. 

Primeiro trailer:



A equipe do Esquadrão Ladrão-fantasma Lupinranger quer roubar para si o tesouro, que está nas mãos do grupo maligno Gangler, vindo de outra dimensão. Os três aventureiros são Kairi Yano (Lupin Red), Touma Yoimachi (Lupin Blue) e Umika Hayami (Lupin Yellow).

O nome do Esquadrão Lupinranger é uma citação ao famoso cavalheiro ladrão Arséne Lupin, criado pelo escritor francês Maurice Leblanc em 1905. Aliás, o mentor do grupo é um homem chamado Kogure, que teria um parentesco com o lendário ladrão. O mesmo personagem deu origem ao famoso mangá Lupin III, do autor Monkey Punch. Uma outra interpretação apareceu no mangá Detective Conan. E também em busca do tesouro, mas para tentar recuperá-lo para as autoridades, está o Esquadrão Policial Patranger.


Da esq. p/dir.: Touma Yoimachi (Lupin Blue), Kairi Yano (Lupin Red)
e Umika Hayami (Lupin Yellow). Ladrões elegantes.
O nome do grupo vem de Patrol Rangers e seus heróis têm capacetes com visores que parecem a imagem estilizada de um quepe policial. Seus integrantes são Keichirou Asaka (Patren Ichi-Gou [Número 1]), Sakuya Hikawa (Patren Ni-Gou [N. 2]) Tsukasa Myoujin (Patren San-Gou [N. 3]), que agem sob o comando do Comissário Hilltop. Eles entram em combates ferozes contra os Lupinrangers, mas Tsukasa logo começará a se indagar se os supostos ladrões são uma ameaça igual aos Gangler. 

A trama irá colocar os dois trios como antagonistas, podendo eventualmente se aliar quando houverem objetivos em comum. No começo, não estará claro o motivo pelo qual os Lupinrangers querem o tesouro, mas os grupos devem acabar se aliando no final. Obviamente, outros personagens ainda irão reforçar ambas equipes, mas será dada muita ênfase às diferenças entre os combatentes. 
Da esq. p/ dir.: Tsukasa Myoujin (Patren San-Gou)
Keiichirou Asaka (Patren Ichi-Gou) e Sakuya Hikawa (Patren Ni-Gou)
A roteirista da série é Junko Koumura (de Gokaiger, Akibaranger e outros) e o diretor principal é Teruaki Sugihara (de Zyuohger, Kyuranger e outros). 

No jovem elenco, talvez o nome mais famoso seja o de Haruka Kudo, modelo, cantora e dançarina que fez fama como integrante do grupo idol Morning Musume e participante de várias subdivisões da Hello! Project. Apesar de muito jovem (tem apenas 18 anos), ela estreou no Morning Musume aos 11 anos, tendo já uma legião de fãs (a maioria marmanjos babões, diga-se de passagem). Ela deixou o Morning Musume em dezembro passado para se dedicar totalmente à carreira de atriz. E já começa a nova fase em uma série de ação como protagonista, distanciando-se da imagem de garota frágil e extremamente delicada. 
Haruka Kudo: De bonequinha idol a caçadora de tesouros.
Lupinranger vs Patranger estreia no Japão no próximo dia 11 de fevereiro. Irá dividir o bloco Super Hero Time, da TV Asahi, com o herói Kamen Rider Build, que estreou em setembro de 2017. Também já foi anunciado que as duas séries irão ganhar especiais de cinema, com estreia marcada para quatro de agosto próximo. 

Com duas equipes Super Sentai pela primeira vez estrelando uma mesma série como rivais, a Toei Company acrescentou um tempero extra à consagrada franquia dos heróis coloridos. Em breve, o público poderá conferir se a jogada deu certo e se a diversão será em dobro. 

Segundo trailer:



Ficha técnica 

Kaitô Sentai Lupinranger vs Keisatsu Sentai Patranger (快盗戦隊ルパンレンジャー VS 警察戦隊パトレンジャー). 
Estreia no Japão: 11/02/2018 (TV Asahi)
Número de episódios: não divulgado

Equipe de produção:

Criação: Saburo Yatsude 
Roteiro: Junko Koumura 
Desenho de personagens: Masato Hisa 
Trilha sonora: Hiroshi Takaki
Direção de ação: Hirofumi Fukuzawa
Efeitos especiais: Hiroshi Butsuda
Direção: Teruaki Sugihara (principal)
Realização: TV Asahi/ Toei/ Toei Agency

Elenco:

Kairi Yano/ Lupin Red: Asahi Itou
Touma Yoimachi/ Lupin Blue: Shogo Hama
Umika Hayami/ Lupin Yellow: Haruka Kudo 
Keiichirou Asaka/ Patren Ichi-Gou: Kousei Yuuki
Sakuya Hikawa/ Patren Ni-Gou: Ryo Yokoyama 
Tsukasa Myojin/ Patren San-Gou: Kazuya Okuyama 
Kogure: Youichi Nukumizu
Comissário Hilltop: Ike Nwala
Jim Carter (voz): Rie Kugimiya
Narrador (voz): Hiroki Yasumoto 
As duas equipes têm a missão de dar uma
grande renovada no Universo Super Sentai.

10 comentários:

Usys 222 disse...

Até houve algo parecido em Hurricaneger, com a presença de um grupo (dupla?) rival, os Gouraiger. Mas desta vez, os dois grupos aparecem no título, com destaque, mostrando que os dois são principais.

Engraçado que eles são bem contrastantes, desde o esquema de cores dos uniformes, passando pelos veículos (aviões<->carros) e até as denominações (Red<->Nº1). Ia ser o cúmulo se um time fosse "Ranger" e o outro fosse "Man". Só que parece que eles usam as mesmas tecnologias. Assim fica óbvio que eles têm as mesmas origens e vão se unir no final.

Creio que isso seja mais uma etapa na renovação da franquia, como fizeram em Kyuranger, que tinha nove membros inicialmente e terminaram com doze. E conseguiram dar uma característica e/ou uma personalidade marcante para cada. Por isso, pode ser que o grupo do ano que vem tenha ainda outro elemento totalmente diferente das outras séries anteriores.

Tenho acompanhado o trabalho de Junko Koumura, que mostra ser uma promessa, embora ainda tenha que refinar suas técnicas. Bagagem ela tem, pois passou por todas as grandes franquias de Super Heróis da Toei (Kamen Rider, Super Sentai, Precure) e até teve um dia em que ela escreveu para as três ao mesmo tempo.

Gustavo Reis disse...

Assim como Kamen Rider build (que ainda não consegui ter tempo de assistir), uma série sentai que me fez ficar empolgado em assistir. Vamos ver como vai ser a dinâmica de dois grupos de sentais. Esse luparanger pode ter alguma. Característica de Gokaiger e o Patrolranger algo de dekaranger. Vamos ver se vai dar um ar de refresco à já tradicional franquia! O sentai atual nao me empolgou nem um pouco. Tô ansioso espero não ficar frustrado!

Bruno Seidel disse...

Essa notícia de dois esquadrões dividindo o protagonisto da série realmente me pegou de surpresa. É algo totalmente inédito nessa franquia que, de fato, vem inovando muito pouco nesses últimos 43 anos. Apesar de que eu considero Kyuranger uma série que quebrou várias tradições: nove membros logo de cara (doze no total), uma mulher fazendo a Green, integrantes (metade do esquadrão) que não são "humanos" e sim "criaturas" (ou robôs), subdivisões da equipe, arcos de episódios ao invés do clássico formato omnibus... sem falar que a série é SENSACIONAL!

Em Lupinranger vs. Patranger, teremos um elemento muito inovador que é rivalizar duas equipes logo de cara. Ou seja, teremos a 42ª e a 43ª equipe Super Sentai ao mesmo tempo. E como essa franquia celebra mais a quantidade de esquadrões do que os "aniversários" (Go-Kaiger, por exemplo, representou a equipe nº 35 e não os 35 anos da franquia, que teriam sido celebrados no ano anterior, 2010). Ou seja, talvez tenhamos uma antecipação das comemorações que certamente irão festejar a chegada da equipe nº 45 (agora prevista para 2020).

Isso me fez perceber que 2020 teremos Jogos Olímpicos em Tokyo e um Sentai com o tema "Esportes Olímpicos" seria muito interessante! Imagina se rolar uma espécie de "Olympic Games" com todos os 45 esquadrões disputando diferentes modalidades esportivas! Já pensou??

Também acho que os Lupinranger e os Patrangers irão se unir e virar um "esquadrão só" em deterinado momento (apesar do nome da série estar registrado e isso dá a entender que permanecerá assim até fevereiro/2019). Seja como for, isso tende a acontecer num grande momento da trama, repleto de reviravoltas e acontecimentos emocionantes.

Curti demais a equipe de produção da série. Junko Koumura arrasou em Go-Kaiger e Akibaranger. E Teruaki Sugihara evoluiu absurdamente nesses dois anos em que dirigiu Zyuohger e Kyuranger (duas BAITA séries). Como eu sou muito fã de Super Sentais, acho que essa série promete! Tomara que seja tão boa quanto Kyuranger!!!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Mr. Usys! Legal que você sempre acrescenta uma informação a mais em seus comentários. A origem em comum acho que vai ser desenvolvida e mostrada aos poucos.

Eu perdi o interesse em Super Sentai há muito tempo. Descobri os Dekaranger tardiamente, Gokaiger eu vi uma coisa ou outra e não fez minha cabeça. Agora, a proposta de Lupinranger vs Patranger é interessante. Vou dar uma chance à série assim que estiver algo disponível pra assistir.

Valeu! Abraços!

Alexandre Nagado disse...

Olá, Gustavo!

Eu também pensei em Gokaiger e Dekaranger quando vi as sinopses. Acho que vão trabalhar a ideia de um grupo ser fora-da-lei e o outro ser exatamente de agentes da lei e da ordem. E todos são os heróis da série.

A premissa conseguiu atrair minha atenção, pois faz tempo que não dou atenção a Super Sentai aqui no Sushi POP. Vamos ver se empolga a série.

Até mais! Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Bruno!

Bem lembrado esse lance de como a Toei comemora as produções Super Sentai. Eles comemoram equipes, e não anos de produção. Muitos sites e blogs ainda erram na hora de dar a informação. Com isso, acho que a comemoração da 45ª série será antecipada. Será? Bom, de qualquer forma essa nova produção está chamando a atenção de muita gente e despertando muita expectativa. Vamos aguardar!

Abraços!

anderson disse...

Uma curiosidade é que a proposta inicial para Power Rangers Ninja Storm mostraria rangers lutando entre si,com os rangers do vento do lado de Tommy e os rangers do trovão (com uma ranger extra 100% americana)do lado do agora rebelde Jason,além de vários outros rangers antigos no meio da confusão.Essa roteiro foi descartado por ser complicado e sombrio-Tommy se tornaria o vilão central até perceber que estava errado no final,e Hurricanger acabou recebendo uma adaptação mais simples e divertida.È provável que esse novo sentai não mantenha a rivalidade dos dois times por muito tempo para não ficar complicado.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Anderson!

Que informação interessante você trouxe. Então, a ideia já estava circulando há tempos. Vale lembrar que já houve muitos confrontos entre equipes na franquia Super Sentai. Mas é a primeira vez que uma série lança ao mesmo tempo duas equipes e rivais ainda por cima.

Pelo que soube, a ideia é manter a briga entre as equipes até metade da série, mas acho que isso vai depender muito da audiência.

Até mais e obrigado! Abraço!

César Filho disse...

Apesar da premissa ser inovadora, confesso que não estou tão empolgado com Lupinranger vs. Patranger. Depois de Go-Busters (uma ótima série, inclusive), não consegui acompanhar recentes séries Super Sentai até o final. Sempre começava e parava no meio do caminho. Ainda assim pretendo acompanhar e espero que a trama consiga surpreender. Mais cedo ou mais tarde as equipes irão se unir, o que seria bom logo depois de uns 12 ou 13 episódios -- pra manter algum suspense.

Alexandre Nagado disse...

Fala, César!

A ideia da série é promissora, mas pra ficar convincente, terá que ser muito bem escrita. Por enquanto, dou um voto de confiança.

Abraço!