quarta-feira, 10 de maio de 2017

Sushi POP: Nove anos de blog!

Olá, pessoal.

Nessa correria que é minha vida, esqueci de registrar o aniversário deste blog. Ontem, dia 9 de maio, completaram-se 9 anos desde a primeira postagem. Não deixa de ser legal perceber que esse tempo se passou e o blog hoje está bem melhor estruturado e escrito do que antes. 
Wagakki Band, Another, Ultraman Orb e Izetta:
A diversidade da cultura pop japonesa que o Sushi POP representa.

Mas, na verdade, não me vejo fazendo isso por muito mais tempo, talvez um ano ou dois. Vez por outra, penso se estou fazendo alguma contribuição relevante como divulgação cultural, visto que cada post tem em média apenas algumas centenas de visualizações. Além disso, o mix de mangá, animê, tokusatsu, J-music e outros é, em termos de audiência, uma escolha errada, visto que não mergulho fundo no universo de nenhum fandom, por melhor que eu tente fazer minhas pesquisas e análises. 

Assim, relativamente poucos leitores veem tudo o que é postado, dependendo sempre do assunto de interesse. Mas, como tenho múltiplos interesses dentro da cultura pop japonesa, não pretendo sair desse caminho. Não fosse assim, não teria tantas postagens únicas, que ninguém mais na blogosfera brasileira se interessou em pesquisar. Muita gente descobriu várias produções, artistas e bandas japonesas aqui e isso me deixa bem contente. Ainda mais com o alto nível das participações nos comentários. Eu tenho é sorte de ter um público bastante seleto, que entende minha proposta e se envolve em vários assuntos.

Eu ainda acredito na força da palavra escrita e do conteúdo relevante. E ainda quero escrever mais um pouco, pois acho que ainda posso contribuir na área de pesquisa e divulgação. 

Aproveito o momento para postar o vídeo de divulgação do Sushi POP que lancei há pouco mais de um mês. Quem lê este blog somente pelo celular provavelmente não viu, então resolvi incorporar o vídeo nesta postagem.



O clipe foi feito através da plataforma gratuita do site Studio Stupeflix. Apenas tive o trabalho de selecionar um template, fazer upload de imagens, criar o texto, selecionar o tempo de exibição e efeitos. E usei como trilha a música "On The Rocks", do Ricardo Cruz, com a devida permissão do músico, meu velho parceiro de tantas empreitadas. Sobre a mixagem do áudio com as cenas mostradas, quem entende japonês vai notar sincronia de algumas partes de música com as imagens. Isso foi totalmente acidental, o que é incrível.

Se gostou do resultado, copie e compartilhe o link abaixo em suas redes sociais:

https://youtu.be/NTzRkGtIO-E 

Bom, é isso. A você que acompanha, que lê eventualmente, que divulga e que comenta no Sushi POP, meus sinceros agradecimentos. Ainda tem mais pela frente. 

Infelizmente, estou num daqueles períodos meio complicados de tempo. Por isso, nesta semana não vai ter outro post novo. Tentarei postar algo na semana que vem. Mas você pode aproveitar para dar uma navegada nos assuntos, que tem muito conteúdo a ser descoberto. 

Obrigado e até a próxima!
Alexandre Nagado

Atualização (16/05/2017)
Diversos acontecimentos alheios à minha vontade se acumularam e estou realmente impossibilitado de me dedicar minimamente ao blog. Assim que baixar a poeira, verei o que fazer. Desde já, obrigado pelo apoio de compreensão. 

20 comentários:

Bruno Seidel disse...

Bom, eu já disse várias e várias vezes aqui mesmo e em outras manifestações que o Sushi Pop é o meu site preferido pra ler matérias sobre os assuntos que eu mais aprecio e que o autor desse blog é simplesmente o meu maior incentivador (ou seria "culpado"? hehehe), que me mantem envolvido com esse universo há tantos anos.
Nem sempre foi assim: quando comecei a ter meus primeiros contatos com a internet (final dos anos 1990) eu bem lembro que ser fã de Tokusatsu e cultura pop japonesa era muito diferente do que é nos dias de hoje. Havia menos de meia dúzia de sites com conteúdo feito e replicado de fã pra fã, sem muita credibilidade ou requinte na redação e na pesquisa. Era bem amador e experimental, mas era também muito divertido e "novo" pra época.
Logo em seguida vieram os fóruns de discussão no que chamavam de "Tokunet" (esse termo ainda escapa de vez em quando por aí). Talvez o fórum Tokusen tenha sido o principal meio de discussão para os fãs de Tokusatsu no Brasil em todos os tempos, porque chegou a ser uma espécie de "monopólio" à sua época: ou você era membro do fórum e discutia com os demais integrantes, ou simplesmente ficava alienado das conversas amplas sobre Tokusatsu. A parte ruim desse monopólio é que juntava todo tipo de fã, desde os mais maduros e intelectualizados àqueles que mais pareciam farofeiros de torcida organizada (sem falar nos que adoravam ver o circo pegar fogo e iniciar uma desavença). Tamanhas diferenças frequentando o mesmo espaço inevitavelmente causavam brigas, desistências e fragmentações. Logo surgiram outros fóruns, comunidades no Orkut e blogs especializados que acabaram espalhando essa galera em suas devidas tribos, uma pluralização proporcional ao crescimento exponencial da internet nessas últimas décadas.
Lembro que o Nagado chegou a frequentar o fórum Tokusen nesse período, o que pra mim foi uma tremenda surpresa: "É o Alexandre Nagado mesmo?! O original?! Aquele da revista Herói?!"
Até hoje eu acho que, se aquelas matérias da Herói tivessem sido escritas por alguém menos talentoso, eu talvez nem teria sobrevivido como fã. Provavelmente teria desenvolvido outros interesses e seguiria uma vida mais "convencional".
Como admirador e seguidor do Nagado, rapidamente percebi que havia uma qualidade garantida em rigorosamente tudo que era publicado aqui no Sushi Pop. Era como um "selo de qualidade". Tanto é que eu acabei conhecendo e virando fã de muitas bandas e artistas que jamais teria descoberto sem a existência desse espaço (a Katokutai talvez seja o melhor exemplo).
Hoje, é talvez o único lugar em que me atrevo a comentar com frequência e que acesso diariamente. É o meu principal vínculo com a cultura pop e a melhor maneira que encontrei para me manter envolvido com outros fãs que gostam das mesmas coisas que eu.
E tenho quase certeza que o fato de ter lido tanto (mas tanto) texto escrito pelo Nagado (seja no blog, nas revistas ou nos livros) fez eu pegar gosto pela leitura e pela escrita. Se hoje eu gosto de escrever bastante e de me manifestar através das palavras, há uma grande culpa do Nagado nisso aí.
Então, como não celebrar o aniversário de 9 anos do Sushi Pop? Como não reconhecer que esse espaço é muito mais do que uma fonte de informação e discussão? O Nagado é e sempre será o meu escritor preferido. E uma das pessoas que mais me influenciaram na vida.
Mas é acima de tudo, um valioso amigo!

PARABÉNS! :)

Usys 222 disse...

Saudações e Parabéns pelos 9 anos de Blog!

Este é um Blog que consegue se destacar exatamente por abordar assuntos diferentes do que aparecem em outros, que vão atrás do "desenho/série/filme/artista/assunto do momento". E exatamente por não se aprofundar em determinado fandom é possível manter uma posição imparcial. Isso é algo que acho admirável e que é o motivo de eu dizer que as análises daqui são isentas. Algo realmente profissional, sem os exageros que vejo em outros de maior circulação, feitas por equipes grandes.

Nos textos iniciais do Blog até via algumas partes que me pareceram tomadas por emoção, mas com o tempo percebo que foi surgindo gradativamente uma contenção maior. Mas ainda assim com a sensibilidade necessária para se apreciar cada obra que é abordada, sem que a análise seja totalmente seca e desprovida de sentimentos. Essa é outra coisa que me incomoda em alguns blogs, descrevendo com sarcasmo cenas que teriam carga emocional ou em que os personagens enfrentam dilemas internos, como se ter coração fosse algo ruim. Aqui isso não acontece.

Vi também que houve vários hiatos, até tentativas de se deixar o Blog para trás. Mas deixo dito que sinto que existe uma "verve" de se querer escrever sobre algo. E é por isso que não acredito que este Blog um dia acabe ou pare de ser atualizado em definitivo. Sempre surgirá algum assunto e ele retornará. Como aconteceu com Hayao Miyazaki.

Mais uma vez te parabenizo. Por manter material de qualidade e um Blog que traz assuntos que normalmente não viriam à tona. Aqui descobri o Katokutai (e não vou deixar esse mérito passar em branco), vi uma abordagem séria sobre o mundo artístico japonês longe do glamour dos palcos e das telas, soube de obras que provavelmente deixaria passar despercebido e até mesmo lições de superação. E isso tudo equilibrando o tempo com a vida real, que é bem difícil para todos nós.

Continue com o bom trabalho!

Alexandre Nagado disse...

Salve, Bruno!

Esse negócio de ser influência, referência, ainda me deixa meio sem jeito. Fico contente por meu trabalho ter sido inspirador em vários momentos. Acho que eu fui um elemento canalizador, ou facilitador para coisas que já estavam em você. Nesse aspecto, fico contente por participar de forma positiva na sua vida.

A fase da Herói, com textos cheios de erros, mas muita empolgação e preocupação em passar informação, foi fundamental. Vira e mexe, me escreve algum leitor dessa época, mas a maioria não consegue se conectar com o espírito do blog. Os interesses mudam com o tempo e é legal quando aparecem leitores que acompanharam essa evolução.

E eu agradeço seu apoio por tantos anos, além de inestimáveis participações nos debates e conversas deste blog.

Valeu mesmo e espero poder continuar sendo uma boa referência nessa área.

Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Mr. Usys!

Bom, você sabe que me influenciou bastante, visto que nosso contato já remonta mais de 25 anos. E desde que retomamos contato, a amizade tem sido um incentivo e tanto. E ainda gostamos de assuntos de bastidores, de falar sobre soluções criativas e as pessoas por trás dos trabalhos que tanto apreciamos. Isso nossos blogs têm em comum, mesmo sendo tão diferentes.

E olha, eu realmente penso em um dia parar o blog, mas não parar de escrever. Ainda quero trabalhar com mais livros (não só coletâneas de matérias), editar algum material de referência, ainda sonho um dia viabilizar uma publicação profissional (impressa ou digital), com equipe de produção, com fotógrafos cobrindo eventos, com repórteres, etc.

É o formato blog que eu imagino que vá desaparecer aos poucos. Na verdade, já começou. Os YouTubers chegaram pra ficar e os blogs têm perdido força. Não pretendo entrar nessa por enquanto, mas me preocupo em fazer a informação chegar às pessoas que se interessam. Por isso, não sei com qual mídia estarei lidando daqui a alguns anos. Será que, com o excesso de YouTubers irrelevantes, apenas os melhores ficarão e o interesse por blogs voltará perante o grande público? O tempo dirá.

Mas gostei da comparação com o Miyazaki, ah ah. Esse já anunciou tanta aposentadoria que acho que ninguém leva mais a sério quando ele diz que vai parar. De certa forma, ver muita coisa que o desagrada no mundo do animê (fan service, violência excessiva, erotização) o impulsiona a querer mostrar que não tem que ser assim. Pois eu me sinto assim em relação a muita coisa que o fandom idolatra. Acho que eu deixo transparecer esse tipo de sentimento em várias matérias. E por isso eu não consigo me conectar com grande parte do público, mas fico feliz por ter leitores pensantes e críticos. E por ter alguns como amigos.

É isso. Obrigado pela força, pelo apoio e amizade de sempre.
Abraços!!

Franco Ikari disse...

Eu acompanho Nagado desde a época da Herói mas não sabia que tinha um blog. Eu por ser veterano nesse meio da cultura pop andava desanimado da blogosfera animística porque tem muita gente que além de inexperiente encara tudo como um hobby e nunca procurava se informar,pesquisar,aprender e passar uma melhor informação,eu nem comentava pois a pessoa não gostava de criticas ou respobdia com ironia. O que mais se vê é gente nova falando de animes novos,que não respeitava a indústria e sua história e obcecada por padrões tecnicos com analises engessadas com padrões prédefinidos de como um bom anime deve ser e ver alguém experiente me deixa feliz,dá credibilidade e aqui no Sushi Pop não tem nenhum post tendencioso,vaidade,vejo seriedade ao abordar os assuntos. Não queria ver o blog acabasse,sinto que as novas gerações não tem bons representantes. Atualmente ando gostando da versão Youtube do JBox contando a história do anime do Brasil mas só tem ele que vi fazendo isso. Se o Youtube fosse como o Nautilus um canal de games nível de documentário,tecnico e sério,eu ficaria feliz. De qualquer forma parabéns por manter a chama da cultura japonesa acesa com seriedade e qualidade!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Franco!

Eu realmente quero me distanciar dos padrões da blogosfera, com suas primeiras impressões, resumos de temporada e reproduções de sites americanos. Eu não tenho paciência para isso. Eu procuro compensar com diversidade de temas e uma abordagem crítica. Nem sempre consigo, mas é um caminho diferenciado. No fim, em algum ponto, tudo vai se interligando, mas a blogosfera e o fandom brasileiro são cheios de divisões.

Obrigado pelo apoio e participações por aqui.

Grande abraço!

Evandr0 disse...

Conheço o blog a pouco tempo, mas desde que li o primeiro post não consigo deixar de admirar seu trabalho nesse blog. Eu já tive um blog o qual consegui uma gama de visualização diária bem interessante para alguém como eu que não apresentava quase nada e, mesmo assim, não consegui mante-lo por mais que 2 anos. Ver que esse blog tem 9 anos faz com que eu admire ainda mais sua dedicação.

Agora eu atuo como criador de conteúdo para uma página no Facebook a qual damos dicas de animes e mangás para o pessoal que está entrando nessa cultura que, ao meu ver, vem crescendo a cada ano que passa. Acompanho animes desde 2007 e os aspectos mais técnicos do "mundo otaku" desde 2009 e nunca achei um canal com tanta informação relevante quanto esse blog e gostaria de dizer isso bem abertamente pois esse tipo de trabalho e dedicação merecem ser reconhecida.

Confesso que não me interesso por todo o conteúdo do blog pois não acompanho Tokusatsus e similares e nem sou tão fã de doramas, mas a parte técnica de cada um deles me fascina e esse blog tem um belo acervo disso ^^

Sobre o blog ter um certo prazo de validade eu digo que é bem triste, mas não tem como forçar algo assim. Mas uma coisa eu posso dizer: Sempre haverá outras mídias e sempre haverá interesse nesse tipo de conteúdo, mesmo que escasso. No próprio site e/ou página do grupo que faço parte esse tipo de conteúdo faz falta pois não temos alguém tão capacitado, por isso desde que conheci o blog o compartilho sempre que tenho uma oportunidade ^^

Pra finalizar eu agradeço por ter iniciado esse blog pois, como já disse algumas vezes, o conteúdo que você oferece é algo de se admirar e me ajudou muito a ter uma visão melhor desse "mundo otaku" que temos hoje tão focado em superficialidades e que não se interessa por nada além do que algumas cenas bonitas com fanservice ou poucas risadas cheias de sangue e tripas voando na tela XD

Alexandre Nagado disse...

Olá, Evandr0!

Obrigado por ter se tornado mais um leitor regular, ainda que nem todos os assuntos o interessem. Como você escreve sobre cultura pop japonesa, recomendo um olhar atento, pois você vai descobrir conexões surpreendentes. Como saber que Otsuichi, o roteirista da próxima série Ultraman Geed, já teve um mangá publicado no Brasil. Ou saber que Kazuo Koike, o celebrado roteirista de Lobo Solitário, escreveu letras de músicas-tema de Super Sentai. O universo de entretenimento japonês é muito vasto e totalmente interconectado.

Você pode divulgar aqui o endereço da sua página no Facebook. Eu não estou no Face, mas certamente há leitores que estão. E agradeço a divulgação feita.

Obrigado! Abraço!!

Anônimo disse...

De: LucianoMT

Oi, Nagado!

Primeiramente, parabéns pelo aniversario do blog. Meu contato atual com a cultura pop nipônica está bem vinculado, no momento, ao tokusatsu. Mas como vc escreve tão b fico até com sentimentos de culpa por não ler outros textos, haja visto sua preocupação em escrever com informação embasada.

Lamentarei o dia em que você decidir em encerrar suas atividades aqui, mas enquanto isto não acontece, resta aproveitar o conteúdo.

Alexandre Nagado disse...

Obrigado, LucianoMT!

Tokusatsu é um dos meus assuntos favoritos, então pode ter certeza que sempre terá destaque por aqui. Mas como eu comentei com o Usys, quando eu decidir interromper este blog, será para me dedicar a outro projeto, outra mídia, outra forma de passar ideias e informações. O mercado editorial anda bastante complicado ultimamente, mas estou de olho nele.

Grande abraço!

César Filho disse...

Sei como é difícil a falta de tempo. Ultimamente estou assim, com vontade de escrever sobre uma série clássica que completou 50 anos neste ano e tentando conciliar com alguns outros compromissos pessoais. Aliás, essa série é uma das recomendações que você fez no primeiro post do ano no Sushi POP. É surpresa. (rsrs)

Fiquei triste ao ler que o blog vai durar mais um ou dois anos. Acho que já falei uma vez, mas admiro muito seu trabalho desde minha infância, nos tempos da Herói. Você e tantos outros que passaram pela revista (e pelo site também) me inspiraram a um dia escrever sobre animê, tokusatsu. Este último é o que eu gosto mais e tenho sede de me aprofundar mais e mais nesse universo dos monstros de borracha que vai muito além do eixo Manchete/Toei. Também tenho sede em buscar mais e mais sobre animês antigos da era "pré-Cavaleiros do Zodíaco". Tenho um bom acervo dessas séries em DVD e pretendo escrever aos poucos em meu blog. Cheguei a escrever sobre o Don Drácula há alguns anos, mas era em outra fase e com estilo diferente do qual procuro trabalhar hoje em dia no Blog Daileon.

Espero que você não desapareça das divulgações sobre cultura pop japonesa. Você é uma das grandes referências da área e ainda tem muito que contribuir e inspirar tantos outros interessados. Um forte abraço e parabéns pelos 9 anos do Sushi POP. Schwatch!

Anônimo disse...

Olá Nagado!
Parabéns pelos 9 anos do seu blog! Esta caminha em busca de tempo pra se dedicar a partilhar informações!
Acompanho seu trabalho há muito tempo, só não sou de ficar adicionando comentários! Algumas vezes lendo as matérias até me dá vontade de comentar algo ou indicar algum detalhe, mas aí nos comentários vejo que geralmente o Bruno ou o Usys já escreveram o que eu estava pensando (maledetos hahaha).
Continue com sua caminhada com este blog enquanto ainda se sente recompensado por isto, mesmo que o tempo não permita atualizações frequentes!
Abraço!

Vinicius Bittencourt

Alexandre Nagado disse...

Olá, César!

Eu não penso em parar de pesquisar e passar informação, mas questiono o futuro da mídia como conhecemos hoje. Eu estou escrevendo em uma mídia cujo formato está sendo substituído, alguns dizem que agoniza. Eu resisto bravamente à ideia da morte do texto escrito, como muitos pregam. O vídeo não vai substituir os blogs de texto, mas já tirou a maior parte da audiência e isso talvez não tenha mais volta. Mas eu insisto na qualidade do conteúdo e no valor da palavra escrita. Talvez no futuro eu esteja em outra frente, mas escrevendo. E mesmo que eu venha a fazer vídeos no futuro, não irei parar de escrever. Talvez não aqui, pois como já disse, ainda quero fazer livros e revistas. O tempo dirá, mas tenho ideias que ainda quero desenvolver antes de me dar por satisfeito.

Obrigado pelo apoio!
Grande abraço!

Alexandre Nagado disse...

Olá, Vinicius!

Mesmo com o Bruno Seidel e o Usys sempre comentando bastante, não se acanhe. Mostre seu ponto de vista, acrescente algo. Todos sempre têm algo a acrescentar e gosto de promover essa interação.

Por enquanto, obrigado pelo prestígio e apareça mais por aqui.

Abraços!

Adelmo Veloso disse...

Mestre Nagado, saudações!

Acompanho o Blog há cerca de 3 anos, mas conheço seu trabalho desde a época da Herói. Também costumo chamá-lo de mestre por causa da revista "Como desenvolver roteiro para Mangá", da antiga editora Canaã. Acredito que eu seja mais um que vai te deixar sem jeito, porque muita coisa que curto e faço até hoje vem daquela revista. Apesar de ser muito fã daquelas que a Denise Akemi participou, da Editora Escala, aquela amarelinha com a menina de camiseta roxa na capa ainda é a minha favorita!

Aos poucos, acho que estou entendendo a parte de os leitores se conectarem com as matérias aqui e compreender sua intenção. Li muitas matérias, mas foram poucas as que comentei justamente por não conhecer uma área ou outra. Também gosto de escrever sobre esses assuntos e sou bem novo quando o assunto é Blog. Acredito que sou muito raso nas indicações e falta um pouco mais de conteúdo para que as matérias sejam melhores. Aprendi muita coisa aqui e com o seu camarada Usys. Há outros Blogs que também me inspiram, além de alguns canais do Youtube - que confesso estar deixando de lado aos poucos.

Acredito que qualquer que seja o caminho escolhido, terá muitos seguidores! Eu, pelo menos, quero estar lá no meio! Finalizando esse monte de palavras, desejo meus parabéns, não apenas pelos 9, mas por todos de sua carreira! Farei o possível para aparecer mais! Grande abraço!

Alexandre Nagado disse...

Olá, Adelmo Veloso!

Muito obrigado pelo apoio e, puxa, que legal que você ainda tem a revista "Como Desenvolver Roteiro Para Mangá". Foi um trabalho que curti fazer e teve um feedback muito positivo. Inclusive, tive alunos de curso presencial que compraram nas bancas. Essa é uma obra que eu gostaria de um dia refazer, talvez na forma de um livro. Tem tanta coisa para expandir do que foi dito lá que dá pra fazer um volume bem maior do que o original.

Valeu! Apareça quando quiser!

Abraços!!

Anônimo disse...

Nagado, boa noite!
É o Marcos comentando.

Não posso deixar passar a oportunidade de parabenizar o blog!
É uma pena que este espaço não irá durar mais alguns "milhares" (rs) de anos.
Enfim...
Para mim, o Sushi Pop, TokuDoc e ANMTV são as melhores fontes de informação para quem gosta da cultura pop japonesa, seja tokusatsu, live-action, dorama, anime, mangá ou música.
Só que, no caso dos dois últimos, noto que as pessoas estão postando comentários cada vez mais ofensivos e agressivos. Enquanto no TokuDoc (YouTube) percebo casos de agressões entre os usuários, no ANMTV há pessoas que diminuem ou ridicularizam alguma produção japonesa em live-action apenas pelo que viram no trailer, antes de saber como ficará o resultado final.
Por esse motivo, acho que o Sushi Pop não funciona somente como uma grande reunião, mas como uma mesa-redonda entre os fãs, em que todos elogiam, palpitam, criticam, sugerem e complementam informações ajudando no crescimento do trabalho. E o mais importante: os usuários mantêm o respeito entre si e também respeitam as obras que estão em análise. É exatamente isso que os outros sites estão perdendo, infelizmente, cada vez mais e mais...
Além das informações passadas de maneira profissional e com credibilidade, os usuários mantêm o respeito. Por esses diferenciais é que o Sushi Pop é único.

Parabéns ao blog pelos nove anos!!!!!

Alexandre Nagado disse...

Olá, Marcos, muito obrigado!

Uma coisa que me deixa contente, além do bom nível dos comentaristas, é constatar que poucas vezes eu tive que moderar comentários. Geralmente, quando é spam ou assuntos muito "off-topic". Mensagem ofensiva mesmo acho foram umas 3 ou 4 vezes em 9 anos. Isso é bem legal de se registrar. E se a normalmente a audiência é de centenas, alguns posts ficaram na casa dos milhares de acessos. E mesmo nesses, não vieram mensagens de teor agressivo.

Acho que eu consegui criar um ambiente que tanto desestimula os haters e trolls, quanto incentiva aqueles que buscam uma troca de ideias. E aqui não se debate qual o melhor "husbando", a melhor "waifu", pra qual casal se "shipa" mais ou qual a cena mais sangrenta da temporada. E quero manter assim.

Sobre o já mencionado "prazo de validade" do blog, já comentei ter ideias de me dedicar a outros projetos, mas pode ter certeza que continuarei a escrever. O que em preocupa é fazer a informação chegar ao público, e como ampliar esse público. Ou seja, como difundir melhor a informação. Eu venho de veículos de massa, como a Herói e o Omelete. Então, é natural que eu me preocupe em fazer a informação chegar. Acredito no poder transformador da informação e realmente acho que há uma garotada por aí que se interessa pelos mesmos assuntos.

A questão é como fazer o blog chegar a mais gente. Esse é o desafio para o qual quero algumas respostas até o aniversário de 10 anos deste blog.

Valeu! Grande abraço!

Aniki disse...

♫ O tempo passa, o tempo voa... ♪

Ainda bem que não é Bamerindus, já que você continua aí na ativa.

Acredito que o lado bom de possuir um blog é que ele oferece uma maior liberdade de escrita e exposição pessoal de ponto de vista. Sem precisar ficar revirando certas fórmulas já usadas anteriormente.

Continue com o bom trabalho, mesmo que esporadicamente.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Mr. Aniki!

Essa citação musical do começo entrega a idade, ah ah ah!

Blogs realmente dão mais liberdade, mas eu vejo que a maioria dos posts do Sushi POP poderia ter feito parte de uma revista ou site informativo. Eu ainda quero fazer projetos editoriais, mas realmente, quando dá aquela vontade de postar algo mais pessoal, não tem coisa melhor que um blog. É pra se pensar...

Bom, valeu a participação.
Grande abraço!