7_Visual_Kei CDJapan

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Ultraman Orb - The Origin Saga

Está prestes a estrear no Japão, pelo portal Amazon Prime, uma série derivada de Ultraman Orb que irá explorar o passado do herói e seu rival Juggles Juggler.
Série spin-off feita diretamente para a internet irá
expandir o universo de Ultraman Orb.

Ultraman Orb foi o herói criado para celebrar os 50 anos do Universo Ultra. Exibido no Japão pela TV Tokyo e no resto do mundo pelo portal Crunchyroll, a série foi um verdadeiro presente para os fãs. 

Com um protagonista misterioso que usa combinações de poderes de vários Ultras anteriores, Orb não apenas é um dos mais poderosos heróis da franquia, mas também o que teve uma das séries mais interessantes, capaz de rivalizar com as séries clássicas em vários momentos. O seriado está em sua reta final e o último capítulo (número 25) será exibido no próximo final de semana, à meia-noite de sexta para sábado, pelo Crunchyroll


Ultraman Orb Origin
The First:
O princípio de tudo.
Um dos elementos abordados na série é que o protagonista Gai Kurenai (vivido por Hideo Ishiguro) e seu rival Juggles Juggler (Takaya Aoyagi) têm um passado em comum. Eles teriam sido amigos antes de Gai ter sido escolhido para se tornar Ultraman Orb e Juggler ter se voltado para o mal. É esse momento crucial em que os outrora amigos tomaram rumos diferentes que será o ponto focal da nova série. 

Com o título Ultraman Orb - The Origin Saga, a produção irá mostrar uma história de amizades e sonhos desfeitos e o início da longa jornada de Gai Kurenai. 

Situada muitos anos no passado e tendo como ponto de partida o planeta O-50, The Origin Saga irá mostrar Gai e Juggler como guerreiros de elite e grande amigos. Um deles é escolhido por uma luz misteriosa para ser um guerreiro da justiça. Juntos, eles tentam proteger o planeta Kanon do diabólico Saiki e seu monstro Bezelb. E Orb não será o único herói da série. De modo surpreendente, Ultraman Dyna e Cosmos irão entrar em ação, novamente interpretados por seus atores originais, respectivamente Takeshi Tsuruno e Taiyou Sugiura. Talvez agora seja possível entender melhor como Orb perdeu seus poderes a ponto de necessitar invocar poderes de outros gigantes Ultra para assumir suas diferentes formas. A série, equivalente a uma "fase zero" de Orb, irá mostrar a forma primitiva Orb Origin The First, ligeiramente diferente da Orb Origin já mostrada na série de TV. 

As histórias terão roteiro de Hirotoshi Kobayashi, Kazuya Konaka e Sotaro Hayashi, com direção de Kazuya Konaka e Hideki Oka. A produção é, como sempre, da Tsuburaya Pro, mas desta vez em parceria com a Amazon Prime Video, que irá exibir a série em seu portal de streaming de filmes e séries. 

Na trilha sonora, o tema de abertura, intitulado "Ultraman Orb", será cantado por Daisuke Asakura e Takeshi Tsuruno, enquanto o encerramento ("Ultraman Orb - Touch the Sun") ficará com Satori ShiraishiSimultaneamente à estreia, será lançado pela Amazon Records do Japão um EP com os temas de abertura e encerramento, em versões reduzida, completa, "formato TV" e também em karaokê.


Trailer da nova série


The Origin Saga terá apenas 12 episódios semanais e vai estrear no dia 26 de dezembro, no portal Amazon Prime japonês. O serviço já chegou ao Brasil no último dia 14 de dezembro, mas não se sabe se Orb fará parte do pacote de séries legendadas que estarão disponíveis aqui. De qualquer forma, a liberação para exibição mundial pelo Amazon Prime só deve começar mesmo em janeiro, o que deixa aberta a possibilidade de vermos a série traduzida oficialmente. 

Com The Origin Saga, a Tsuburaya investe na mitologia de Ultraman Orb e o integra ainda mais ao Universo Ultra. Com duas séries e, em breve, um filme para cinema, Orb já é um dos personagens mais importantes da longeva franquia. 

Site oficial: m-78.jp/orb/saga


Ultraman Orb - The Origin Saga
Uma produção original da Amazon Prime,
que chega prometendo muita emoção para
os fãs do herói do momento no Universo Ultra.
Ultraman Orb - O poder da união

Em 2017, estreia nos cinemas japoneses o filme de Orb, intitulado "Gekijôban Ultraman Orb - Kizuná no Chikara Okarishimasu", ou "Ultraman Orb - O Filme: Concedam-me o Poder da União!". (Tradução aproximada.)


Orb nos cinemas: Após duas
séries, um filme grandioso
para encerrar a saga.
A película se passa novamente no tempo presente e todo o elenco fixo da série de TV estará de volta. O que é ótimo, pois a divertida equipe SSP não podia ficar de fora dessa. 

Ao lado de Orb, os recentes heróis Ultraman X, Ginga e Victory também entrarão em ação. São esses heróis que, combinados, vão gerar a forma mais poderosa de Orb, a TrinityE direto do universo clássico de M-78, Ultra Seven e seu filho Ultraman Zero também irão participar, nesta aventura que deve fechar a saga de Gai Kurenai com chave de ouro. 

O roteiro do filme será de Takao Nakano, com direção de Kyotaka Taguchi, que darão continuidade ao bom trabalho feito na série de TV do personagem.

Ultraman Orb - O Filme estreia nos cinemas japoneses em 11 de março de 2017, no formato Road Show, que consiste em exibições itinerantes. A produção é da Tsuburaya Pro, com distribuição da rede Shochiku



O primeiro trailer do filme.

7 comentários:

Bruno Seidel disse...

Essa novidade de lançar uma série spin off para internet, derivada da original (para TV), merece uma atenção toda especial. Se a moda pegar, será um presente e tanto para o fãs. Digo isso porque, aparentemente, "The Origin Saga" terá altíssima produção e um requinte superior à série de TV, pegando personagens já consagrados como Gai e Juggler (além de Dyna e Cosmos, outros campeões de popularidade) e carona no sucesso que Orb conquistou nos últimos meses. Tenho a impressão de que o fato de ser uma mídia mais "seleta" (pra assistir oficialmente é preciso assinar o canal pago da Amazon) dará a oportunidade dos roteiristas e diretores capricharem mais no enredo e na produção. E isso é ótimo!
Em Kamen Rider Amazons (outra produção lançada exclusivamente nesse formato em 2016), tivemos uma releitura bem mais adulta, violenta e densa do que a Toei está habituada a fazer em suas séries televisivas. Comparo esse movimento ao que vem acontecendo em especiais lançados diretamente para vídeo (como os filmes de Sharivan, Shaider, Accel e Eternal), algo que normalmente apresenta uma qualidade geral superior ao que se vê na TV ou no cinema.
Só lamento dizer que as chances dessa série spin off chegar traduzida ao Brasil (de forma oficial) são pequenas. Conheço gente que assinou o tal do canal pago da Amazon (versão BR) só pra ver a série dos Amazons e, infelizmente, não rolou.
Uma pena, pois essa série, apesar de curta, tem tudo pra ser ainda mais sensacional do que os 25 episódios de Orb. Vai ser incrível ver Takeshi Tsuruno e Taiyou Sugiura de volta nos papéis de Aska e Musashi, além de toda a contextualização da rivalidade milenar entre Gai e Juggler (uma das melhores rivalidades que já se viu no Tokusatsu).
Que baita sacada da Tsuburaya em fazer um final de série épico (ainda não vi o episódio final, mas tudo leva a crer que assim será) coincidindo nessa "troca de bastão" com a versão spin off!
Como eu queria que houvesse mais dessas derivações em diferentes produõçes (spin offs, especiais para vídeo, crossovers...) Era tudo que eu precisaria pra ser mais feliz nos "meus tempos de guri". hehehehehehehe!

Alexandre Nagado disse...

E aí, Bruno!

Cara, acho que estamos vendo só o começo dessas produções direto para portais de streaming. A Amazon quer seguir o caminho já trilhado com sucesso pela Netflix com produções originais e acho que isso abre possibilidades infinitas, até futuramente permitindo séries não vinculadas a franquias já existentes.

No caso do Orb, parece que será uma série de alta qualidade, sem as limitações da TV. A direção de arte já me conquistou, pois as imagens dão um tom épico. E estou curioso pra ver como Asuka e Musashi irão ser integrados à trama.

A Tsuburaya tem se mostrado mais aberta do que a Toei e acho que há boas chances de, em 2017, Orb Origin Saga estar disponível para a versão em português do Amazon Prime. Vamos aguardar.

E olha, se algo assim existisse no passado, imagine como seria legal ter uma série spin-off do Ultraman Agul, ou com algum ninja coadjuvante do Jiraiya, como Yamin Spyker ou a Reiha Yagyu.

Acho que o futuro para produções direto para streaming é promissor e todos sairão ganhando com isso. Que venham mais.

Abraço!

Usys 222 disse...

Serão doze episódios? É quase a metade do número da série de TV! Então isso pode ser visto como uma prorrogação? Pena que não conseguiram garantir um horário na grade da TV. Acho que não imaginaram que ia fazer tanto sucesso. Se bem que a Tsuburaya e a Toei já fazem spin-offs faz tempo, mas sempre em DVD/Blu-Ray.

Dyna e Cosmos já se combinaram com o Zero, e o Cosmos fez o mesmo com o Justice. Será daí que derivam os poderes de combinação do Orb? Logo saberemos.

E então o Gai é de um outro planeta? Finalmente temos um alienígena que se transforma em um Ultraman, ainda que humanoide! Percebi ainda muitos elementos da mitologia japonesa, que também estão presentes no seriado de TV. E tem a presença de uma Grande Árvore na parada.

O Amazon Prime ainda está engatinhando. Não tenho muitas esperanças de ver o Orb Origin Saga ou o Amazons por aqui, mas espero estar enganado mais uma vez.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Usys!

Saber das participações de Dyna e Cosmos fez com minha vontade de ver essa série aumentar em 500%. E o Asuka está com o mesmo visual que mostrou em Mega Batalha na Galáxia Ultra. Será que um dia ele voltará ao seu mundo e irá finalmente ficar com seus amigos da Super GUTS? E Cosmos? Deixou a família?

Espero que essa série explique as cartas com poderes de Ultras e como se deu a perda dos poderes dele, que foram compensados com as combinações. Claro que há a chance de nada disso ser explicado, mas de qualquer forma vai ser muito interessante também ver a confiança e amizade de Gai e Juggler dar lugar a ódio e rivalidade.

Ainda estou na expectativa que essa série venha para o Amazon Prime brasileiro.

Abraço!

Aniki disse...

Pode vir mais que a gente aceita hehehehehe.

Alexandre Nagado disse...

Aniki, olha que eu acho que vem mesmo. A Amazon Prime está só começando. Acho que teremos mais novidades ao longo de 2017. Vai ser legal acompanhar essa mudança de paradigmas de mercado.

Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Alguém aqui está conseguindo acompanhar The Origin Saga? Vi uns clipes e são MUITO legais!