RECADO AOS VISITANTES:

Olá! O blog está de férias, mas já estou trabalhando em novas postagens. O Sushi POP voltará a ser atualizado no dia 1 de agosto (terça), no período da tarde.

O que vem por aí:
- Ultraman Geed, Novo Lobo Solitário, resultado da convocação para trabalhos acadêmicos e mais!

Esteja aqui para conferir. Até breve!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Clássicos do pop japonês: "Christmas Eve", de Tatsuro Yamashita

Conheça a mais famosa canção japonesa sobre o Natal. E um dos símbolos do romantismo que o povo japonês associa à data.
Capa do single da canção que
fez História em seu país.
Em todo o mundo, o Natal é destaque na mídia, e no Japão não é muito diferente. Apesar da data lá não ser feriado, muitas canções pop japonesas mencionam ou celebram o Natal. 

A principal música original japonesa sobre o Natal chama-se "Christmas Eve"クリスマス・イブ ], do cantor, produtor e compositor Tatsuro Yamashita [山下 達郎]. Ela foi lançada em 1983 e teve um bom sucesso na época, mas foi eternizada mesmo em 1988, quando virou tema de uma campanha institucional que encantou e influenciou a sociedade de seu país. 



Tatsuro Yamashita - Christmas Eve (30th Anniversary Edition) from Hiro Lau on Vimeo.

No Japão, um país sem tradição cristã e que é fascinado pela cultura ocidental, o Natal é visto como um equivalente ao Dia dos Namorados. Uma das responsáveis sobre essa visão é exatamente essa canção, cuja letra fala sobre alguém sentindo falta de seu amor, totalmente solitário na noite da véspera de Natal. 

Até hoje, graças à campanha publicitária, é a canção natalina mais famosa e querida do público japonês. Acima de tudo, é uma verdadeira pérola pop e uma das obras máximas de Tatsuro Yamashita, um veterano dos mais respeitados e bem-sucedidos na indústria fonográfica de seu país.
Tatsuro Yamashita
Nascido em 4 de fevereiro de 1953, Yamashita tem uma extensa carreira como cantor, compositor e produtor, além de ser multi-instrumentista. Entre 1973 e 76 participou da banda Sugar Babe e, após a separação, iniciou sua carreira solo. É casado com a também cantora e compositora Mariya Takeuchi e ainda se mantém em atividade, com um público fiel e apaixonado por sua extensa obra. 

Lançada em dezembro de 1983, teve repercussão moderada, atingindo apenas a posição número 44 da parada semanal da Oricon, a empresa que mede vendagens musicais no país. Relançada em 1988 como tema de campanha publicitária de Natal da empesa de trens JR Tokai, capturou os corações do povo japonês e foi direto ao primeiro lugar da Oricon em 1989 e 1990. Os vídeos, sempre mostrando a ansiedade do reencontro de um casal na véspera de Natal, deram ainda mais força à música. 



Vídeo que compila os comerciais de 1988 a 1992 e, no fim, um último lançado em 2000, homenageando as campanhas originais. 

Com isso, vendeu mais 1.850.000 cópias e virou uma tradição de Natal, com novos comerciais românticos a cada ano entre 1988 e 92. Como resultado dessa associação vitoriosa, Christmas Eve se tornou um clássico absoluto quando o assunto é Natal no Japão. É uma canção que já recebeu numerosas versões e é um dos grandes sucessos considerados perenes no mercado fonográfico japonês. 

Também é uma obra que tem por parte da Warner Music Japan uma constante vigilância em sites de streaming de vídeos. É bastante difícil encontrar um vídeo no YouTube ou Dailymotion que mostre a canção original, mesmo que apenas com fotos no vídeo. Trecho de show com Tatsuro cantando, então, é praticamente impossível. Quando aparece, geralmente é tirada do ar em pouco tempo.  


Vídeo promocional do filme Miracle, que usou a canção original como tema. 

Em 2014, a canção original foi novamente relançada, desta vez como tema de um filme dramático chamado Miracle - DebiKuro-kun no koi to mahô, ou "MIRACLE - Lil´ Devil Claus´ Love and Magic".『MIRACLE デビクロくんの恋と魔法』. 

Grande parte da visão romântica do povo japonês sobre o Natal se deve à força dessa canção que, aliada a uma campanha publicitária muito inspirada, estabeleceu uma tradição e mudou hábitos para toda uma nação. 

Site oficial: Tatsuro Yamashita

E X T R A S


- Pra quem não viu o segundo vídeo até o fim, o trecho abaixo apresenta Takami Yoshimoto, a oficial Rena Yanase da série Ultraman Tiga (1996) e do filme para cinema do Ultraman X (2016). Na vida real, a moça, que tinha 21 anos em 1992, é filha de Susumu Kurobe, o eterno Hayata (o Ultraman original). 



- Versão cheia de personalidade com o americano que vive no Japão, Chris Hart.



- Uma versão instrumental muito simpática com a banda chinesa 12 Girls Band, que faz releituras de músicas populares usando instrumentos tradicionais. 




- Versão em inglês, cantada pelo americano Eric Martin, da banda Mr. Big. Martin é bastante ligado à música japonesa, tendo gravado versões de vários sucessos e feito parte da banda TMG - Tak Matsumoto Group, projeto paralelo do guitarrista da dupla B´z.



Nota do autor: Este post foi publicado originalmente em 2011. Foi totalmente reescrito, ganhou mais informações e vídeos para ser republicado neste fim de 2016. Deu tanto trabalho quanto um post novo, no fim das contas. Mas valeu à pena. :-)

7 comentários:

Anônimo disse...

Dá pra entender o sucesso. A música gruda no ouvido, é muito agradável.

Umas observações: A Takami Yoshimoto era linda antes e continua linda. E fez carreira por mérito próprio, sem depender do pai famoso, pelo que dá pra ver. Essas garotas da 12 girls band são fantásticas. Dá pra ficar babando, nem precisavam tocar tão bem. XD

Baltan Seijin

Bruno Seidel disse...

Que legal ver a Takami Yoshimoto nesse clipe de 1992, quatro anos antes de Ultraman Tiga. Isso só comprova que ela não precisou do "trampolim" no papel de Rena para conquistar seu merecido espaço no meio artístico.

E eu confesso que já estava aguardando um post desses aqui no blog, dado o fato de sempre haver alguma menção ao Natal nessa época do ano.

O destaque musical não teria como ser mais apropriado. huehuehuheuhee!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Bruno!!

Quando Tiga foi exibido pela primeira vez, era bem claro que o destaque feminino era da Cap. Iruma (Mio Takaki). Ela já era uma atriz famosa com experiência internacional, e como cantora já havia emplacado um grande sucesso. A Rena foi crescendo durante a série e mostrou-se uma atriz de respeito. E eu achava que esse havia sido o começo dela. Esse comercial de Natal mostra que ela já era uma carinha conhecida na mídia antes de gravar um tokusatsu Ultra, franquia em que seu pai já era famoso.

E foi bom ter dado uma reformulada e atualizada no post sobre a Christmas Eve. O post original estava muito superficial. Agora está dentro do espírito das postagens da série "Clássicos do pop japonês".

Valeu! Grande abraço!!

Usys 222 disse...

Eu estava mesmo me perguntando se era uma republicação da matéria sobre a música, mas foi uma tremenda reformulada, com mais dados.

É realmente curiosa essa maneira como os japoneses vêem o Natal, que já foi abordada na outra matéria citada. E como foi dito lá, a visão de "Natal" deles está se aproximando da ocidental. Mas no sentido comercial. Tanto que atualmente se fala em "Campanha de Vendas de Natal" nas empresas de brinquedos.

Essa versão do Chris Hart é lindíssima! Pronúncia perfeita em japonês e bem cheia de sentimento! O mesmo pode ser dito dos outros trabalhos dele.

A Tamaki... perdão, Takami Yoshimoto realmente não envelhece. Ela evolui. Comparando essas duas épocas delas dá para perceber que ela é bonita de uma forma diferente em cada uma.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Usys!

O Chris Hart eu descobri quando pesquisei a postagem sobre a versão em japonês da música "Stay with me". Que figura simpática ele é! Em um programa de auditório, ele cantou de improviso uma das minhas canções favoritas, a "Hoshizora no Distance", do The Alfee. E fez esse improviso junto com o Konosuke Sakazaki, do Alfee, ao violão. Aí ele ganhou mais ainda meu respeito.

A Takami Yoshimoto é uma das melhores (e mais bonitas) atrizes do tokusatsu. E transita facilmente em qualquer gênero, sendo um talento muito acima da média.

Falou! Abraço!

Leonardo Suzuki disse...

Caramba, cara, música linda demais!
Fiquei viciado em J-Funk. Obrigado.

Alexandre Nagado disse...

Olá, Leonardo!

Legal que você descobriu a Christmas Eve por aqui. É um dos clássicos eternos do J-pop. E então você curte J-Funk? Essa é uma modalidade a qual conheço pouco. O universo musical japonês é muito amplo. Cada segmento é um universo repleto de trabalhos interessantes.

Eu que agradeço a participação.
Abraço!