quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Nova promoção! Ganhe um exemplar do Almanaque!


Olá! Gostaria de ganhar um exemplar do Almanaque da Cultura Pop Japonesa e ainda por cima com uma dedicatória exclusiva? 


[Post atualizado em 09/12/2016 com a resposta vencedora!]

REGULAMENTO:

1) Escolha um texto publicado no Sushi POP, copie o link da postagem e compartilhe em sua conta no Facebook, Twitter ou Google +. Pode ser conta pessoal, de comunidade ou grupo. Você pode escolher algum dos posts selecionados ou qualquer um que você tenha gostado de ler. Pra facilitar, pode usar um dos botões de redes sociais que tem no fim de cada postagem.


2) Envie uma imagem de captura de tela (print screen) da sua publicação em rede social para o e-mail nagado71@hotmail.com e responda à seguinte pergunta: 

"Qual herói (ou heroína) do Japão foi inspirador(a) para você? Por quê?
- Tamanho limite: Cerca de 500 caracteres, sem espaços. Não se esqueça de colocar no assunto do e-mail "Promoção Sushi POP".


3) Você pode concorrer com até 3 respostas, desde que cada uma seja enviada em separado, acompanhada da captura de tela de uma postagem diferente. Pode postar todas as publicações em uma mesma rede social, caso você só use o Facebook, por exemplo. 

4) Prazo final para envio das inscrições: 23h59min do dia 08/12/2016

5) A frase será escolhida pelo autor do Sushi POP. 

6) O resultado final, com a melhor frase, será publicado no dia 09/12/2016 no Twitter @ale_nagado e também será divulgado como atualização no fim desta postagem.

7) O vencedor também será notificado por e-mail e receberá seu exemplar com uma dedicatória até o dia 20 de dezembro de 2016. 



ATUALIZAÇÃO - 09/12/2016 - A resposta vencedora:

- Foi bastante difícil selecionar a resposta vencedora, pois todas foram visivelmente escritas com muita sinceridade e empolgação. Mas, uma tinha que ser selecionada. 
A resposta vencedora tinha o problema de ter estourado o espaço, mas como o texto ficou bem redondinho, bem justificado, achei que valia à pena premiar. O texto sintetiza bem o espírito de perseverança que é visto nos personagens da ficção, mas que tem origem em uma base cultural bastante sólida.

Qual herói (ou heroína) do Japão foi inspirador(a) para você? Por quê?

A resposta vencedora:

"O povo japonês. O país é um local difícil, com mais de 70% do seu território composto por montanhas. Localizado em uma região com constantes terremotos. Sofreu ataque de duas bombas atômicas. E mesmo com tudo isso, o japonês conseguiu atravessar todas as dificuldades, e quando necessário, reconstruiu o país. É uma cultura que aprende com o outro, mas não copia, ela adapta para sua realidade.

O povo japonês tem um imenso poder de superação, e essa força, me inspira.

Nos momentos difíceis, sempre lembro de tudo que essa população passou, da forma como enfrentou os obstáculos, e isso me motiva imensamente."
- Gabriel Guimarães

- O Gabriel está sendo comunicado por email para fornecer o endereço e receberá o Almanaque em breve. 

E aqui vai uma citação especial aos autores de algumas respostas que achei muito boas:

José Aroldo, Ana Cláudia Schu, Cláudio "Dragão Dourado", Edersob Aparecido Montes, Carlos Alexandre de Souza Alves, Matheus Mossman, Jonas Rodrigues e Matheus Santos.

Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial a todos os que participaram com suas respostas bem bacanas. Até breve!
- Alexandre Nagado


**********************************

ALMANAQUE DA CULTURA POP JAPONESA

(2ª edição, revista e ampliada)
Formato: 17,5 x 24,5cm, com 248 páginas (capa dura, interior em P/B)
Autor: Alexandre Nagado
Prefácio: Ricardo Cruz (JAM Project)
Editor: Vanderlei Sadrak
Publicação: Editora Kimera
Preço de lançamento: R$ 48,90 


5 comentários:

Gabriel disse...

Que demais!
Fiquei muito feliz de ter sido o escolhido!

É uma resposta de alma. Existem vários heróis fantásticos no universo do animê/mangá, mas para mim, o maior herói do Japão, é o próprio povo japonês. Nada mais justo do que escolher os criadores desse universo que tanto amamos.

É muito interessante como uma produção pode nos levar a conhecer, e admirar, um povo. Eu comecei com o animê/mangá, e isso foi transbordando, até que o Japão se tornou um objeto de estudo, muito além dessas produções, chegando a história, cultura, relações sociais, pensamentos, valores.

Eu não sou descendente, também nunca fui ao Japão, mas minha relação com esse país é muito forte. Inclusive, meu TCC, que vou defender no dia 12, é sobre mangá.

Muito obrigado, Alexandre Nagado.
Abraço.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Gabriel.

Parabéns e obrigado por ter participado com seu depoimento inspirado!

Apareça mais vezes por aqui pra trocar ideias. E boa sorte com seu TCC. Fico muito contente quando vejo estudantes fazendo trabalhos acadêmicos sobre quadrinhos, mangá, cultura pop. Esse tipo de registro em ambiente de universidade é muito importante até para uma maior valorização desses assuntos perante a sociedade e pesquisadores em geral.

Aguarde, que o seu Almanaque será postado na próxima semana.

Abraço!

Gabriel disse...

Deu tudo certo o/
A defesa foi bem legal, a banca gostou bastante do tema. Fiquei muito feliz porque o tema mangá foi muito bem recebido. É fantástico ver que a universidade está aberta para esses trabalhos. Sabemos que um tempo atrás as coisas não eram assim...

Abraço o/

Alexandre Nagado disse...

Olá, Gabriel!

Que bom que deu tudo certo, parabéns!

A professora Sonia Luyten me contou várias vezes que a dificuldade e estranhamento ao abordar mangá ou quadrinhos era enorme nos anos 80. Foi um processo lento, de formiguinha, até que isso começasse a mudar. E ainda não mudou totalmente, longe disso. Muitos setores acadêmicos ainda olham torto quando se fala em quadrinhos, mangá ou qualquer item da chamada cultura pop. Mas quanto mais trabalhos aparecerem, mas próxima da realidade estará a comunidade acadêmica.

E seu livro foi postado hoje. Deve chegar até sexta para você. Espero que curta.

Abraço!

Gabriel disse...

Obrigado, Alexandre o/

Atualmente, essa situação melhorou muito. No meu caso, os professores ficaram curiosos, mas no bom sentido, com vontade de ler sobre algo que eles não conheciam, entender mais desse universo que, para eles, é desconhecido.
A Luyten é uma das principais responsáveis por essa abertura, graças aos estudos pioneiros que ela fez.

Muito obrigado. Com certeza eu vou gostar o/

Abraço.