7_Visual_Kei CDJapan

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Megasônicos - Um projeto brasileiro de HQ e animação!

Megasônicos - Um projeto nacional com inspiração japonesa.
Conheça um projeto nacional cheio de ação, humor e aventura com uma boa dose de inspiração nas linguagens visuais do mangá e do animê.

O mercado de animação nacional para TV, que era praticamente inexistente até não muito tempo atrás, tem mostrado boas iniciativas que chegaram à televisão nesta década, como Peixonauta, Show da Luna e Anabela, ou co-produções com estúdios estrangeiros, como Meu Amigãozão e Escola pra Cachorro. Isso sem contar, claro, com as animações dos Estúdios Mauricio de Sousa e sua Turma da Mônica.
Dito (à esquerda) e Ark:
Aventura inspirada no
estilo das produções japonesas.

Diferente dos quadrinhos brasileiros de autor, que têm ficado cada vez mais alternativos e elitizados, os desenhos animados brasileiros estão buscando o caminho saudável da popularização, indo atrás do grande público. 

E é nesse caminho que, já há alguns anos, um novo projeto está lutando para conseguir seu lugar ao Sol. Com forte inspiração em mangá e animê, Megasônicos N*G* é uma criação nacional que está pavimentando seu caminho primeiro na internet. 


O projeto Megasônicos é uma criação do animador, roteirista e desenhista carioca Valu Vasconcelos, que montou o Valu Animation Studios para prestação de serviços no mercado publicitário e também para projetos autorais. Antes, ele produziu a minissérie animada Jarau, com 12 episódios de 11 minutos, para o canal TV Brasil.

Megasônicos conta as aventuras de Ark Doneriti e Dito Terrine, dois adolescentes que encontram um artefato misterioso que os levam a conhecer os amalucados droids Planitu e Pulsar. Juntos, eles lutam contra a ameaça do vilão Victor Lara. Ele envia o guerreiro X em missão para capturar quem encontrou o cobiçado artefato, que encerra um grande poder. No passado, Victor Lara roubou tecnologia dos Megasônicos. Agora, uma nova geração de heróis irá lutar pelo destino da humanidade, com muito bom humor e agitação. 
Capa do volume 2 da compilação
digital dos quadrinhos de Megasônicos.

No site oficial do projeto, o interessado pode encontrar os primeiros dois episódios da história em quadrinhos e comprar a edição em PDF a R$ 8,00 cada. Já o número 3 está em formato impresso e pode ser adquirido por R$ 13,90. Além disso, há também alguns brindes no site, como wallpapers para celular e um game da série. O autor está no caminho certo, tratando sua criação como um produto de qualidade a ser oferecido ao público.

Toda terça, um novo segmento em animação é disponibilizado. É a empreitada mais ambiciosa do Valu, que está cavando seu espaço para o grande público descobrir sua série. A trilha sonora é descolada e dinâmica, mostrando a faceta musical do animador Valu.

O projeto merece ser divulgado, não por ser uma criação nacional independente, mas porque tem qualidade e um bom potencial a ser desenvolvido. 

E X T R A

Trailer de Megasônicos N*G*:





Site oficial:

10 comentários:

Aniki disse...

Bateu uma nostalgia de Combo Rangers agora...

Mas toda iniciativa é válida.

Usys 222 disse...

Bom ver esses projetos tomando forma! E ver que tem mais gente trabalhando com animação aqui no Brasil.

Noto várias influências, tanto dos animês japoneses quanto dos cartoons americanos. Mas com uma coisa importante: estilo próprio. Algo que o artista tem de característico e que não é imitação de outros.

O desenho tem um quê de brasileiro e isso é muito bom. Não sei dizer se são as poses, que lembram capoeira, ou se é o visual dos personagens mesmo. Difícil colocar isso em palavras.

Torço para que a obra conquiste seu espaço. Achei o nome do vilão bem engraçado. Quase como o "Brito Abelardo" em Esquadrão do Tempo. Imagino a auto-apresentação dele com esse nome que parece ser de alguém que mora na vizinhança ou de algum colega de trabalho, mas entoado com grandiosidade com um trovão no fundo.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Aniki!

Combo Rangers conseguiu capitalizar a explosão da internet no Brasil e rendeu bastante para seu criador, o Fabio Yabu. Precisamos de mais iniciativas assim.

Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Mr. Usys!

A explosão do mangá e do animê no Brasil tem inspirado muita gente a tentar produzir criações próprias. O mercado para produtos nacionais é extremamente complicado e enfrenta concorrência desproporcional de material estrangeiro.

Por isso, gosto de divulgar iniciativas nacionais que tenham QUALIDADE. Vez por outra sou procurado para divulgar algum projeto nacional, mas tenho que ser criterioso. Já comprei inimizade e ódio de gente que não entendeu críticas construtivas feitas em cima de um trabalho deficitário. O leitor, telespectador ou internauta quer diversão de qualidade, não importa de onde venha o produto. Se conseguir uma conexão com o trabalho, vai querer acompanhar.

Desejo boa sorte ao Valu e que venham mais projetos com essa qualidade.

Até mais!

Adelmo Veloso disse...

Mestre Nagado!

Muito bacana essa iniciativa dos criadores, e a sua por apresentar-nos criações nacionais! Apesar de ser iniciante nas publicações em material impresso, reconheço a dificuldade de se manter firme no ramo. O apoio de patrocinadores faz toda a diferença, tanto que se não fosse alguns deles, não teria lançado meu primeiro livro. Saiu com vários pontos fracos, mas a experiência já ajudou-me bastante!

Espero que os Megasonicos ganhem o mundo como a Turma da Mônica! Até a próxima!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Adelmo!

O mercado brasileiro é bastante complicado e publicar é sempre uma vitória. Ainda há muito a aperfeiçoar no projeto Megasônicos, mas o que existe já merece ser divulgado e o Valu ainda vai chegar mais longe com esse trabalho. Ele é entusiasmado com o trabalho, humilde e sua evolução é notável. Isso faz muita diferença.

Valeu, abraço!

Valu Vasconcelos disse...

Olá pessoal,... Alexandre,...
agradeço muitíssimo pelos comentários. Eles são muito importante para essa projeto, pois nos sinaliza que estamos na direção correta. Não com tudo acertado , claro, mas pelo menos na direção correta.
Esse projeto está evoluindo à passos largos, e muito disso é por que estamos ouvindo vocês em todos os fóruns e página por onde passamos. A intenção desde o início é ter uma comunidade ativa em torno dos Megasônicos Ng, e por isso criamos lives semanais com um grupo que apelidamos carinhosamente de Megafãs, onde fazemos parte da produção da animação e do mangá ao vivo, e muitas vezes com comentários da plateia modificando o rumo da arte.
O volume 3 do mangá inclusive vem com agradecimentos à eles.
Já está sendo produzida com melhorias sensíveis à segunda micro temporada, e o objetivo é ir evoluindo à cada passo.
Convido à todos à participar dessa comunidade para moldar os Megasônicos à imagem e semelhança dos fãs.
Já existem inúmeros roteiros escritos e pré produções feitas, e não pretendemos perder a personalidade da série atendendo à todos os caprichos tentando nos encontra...hehehehe, não é esse o caminho que buscamos, pois sabemos onde queremos chegar, mas sim estamos sensíveis e atentos à todos os susurros...hehehe.
Quem quiser participar, é só chegar às 2ª e 4ª no www.youtube.com/megasonicosbr
Grande abraço à todos e mais uma vez, obrigado pelo maravilhoso espaço Alexandre.

Synbios disse...

Realmente o nome do vilão ficou engraçadíssimo, Victor Lara parece nome de galã de novela mexicana. Mas, piadas à parte, belo trabalho, desejo muito sucesso ao autor!

Alexandre Nagado disse...

Fala, Valu!!

Muito legal você ter vindo aqui pra divulgar esse canal interativo que você criou. É legal ver que você é humilde, está batalhando, tentando acertar e tem um foco, um objetivo.

Fico contente por ajudar na divulgação e estamos na torcida para que o projeto vá mais além.

Sucesso pra você!
Abraço!

Alexandre Nagado disse...

Olá, Synbios!

Criar nomes que tenham efeito dramático, humorístico ou que fiquem na cabeça das pessoas é uma arte, sem dúvida. Mais um ponto pra série.

Abração!