quarta-feira, 2 de março de 2016

Resenhas de mangá - Todos os títulos postados

O mangá possui uma diversidade temática sem
paralelos entre os diversos mercados de quadrinhos no mundo. 
O Sushi POP é um blog de cultura pop japonesa com uma visão diversificada, não sendo focado em notícias ou resenhas de lançamentos. No entanto, sem que eu me desse conta, reuni uma boa quantidade de resenhas de mangá, especialmente ao longo dos últimos meses. Como o público da web é muito flutuante e têm aparecido muitos novos seguidores no Twitter, achei interessante recapitular as resenhas já publicadas por aqui.
All You Need is Kill:
Baseado no mesmo
livro japonês que
deu origem ao filme
"No Limite do Amanhã",
com Tom Cruise.
Originalmente lançado
em dois volumes,
ganhou compilação
em edição única.

A maioria dos títulos abaixo eu recebi um exemplar para resenha diretamente da assessoria de imprensa da editora. Normalmente, peço que me enviem sinopse para ver se terei interesse, mas em geral os que têm meus contatos acabam enviando de qualquer maneira. Há títulos que recebo que não gosto ou que não despertam meu interesse, ficando de lado. Optei, nesta minha vida corrida, em ocupar meu pouco tempo livre lendo e escrevendo sobre coisas nas quais eu veja algum valor. E assim, todas as resenhas abaixo se referem a títulos que chamaram minha atenção, seja pela história, pela arte ou uma combinação de ambas.

São todas resenhas de mangás originais japoneses publicados oficialmente em português. Os mais antigos talvez sejam difíceis de encontrar, mas todos eles valem uma olhada. 

Procuro evitar spoilers pra não estragar o prazer da leitura, focando em dados essenciais do enredo, bem como análises técnicas dos autores e informações sobre os desdobramentos de cada título. Espero que goste e descubra algum título desconhecido. 

Há vários estilos e gêneros, organizados em ordem cronológica de publicação neste blog, do mais recente ao mais antigo. 


















Ore Monogatari!! Minha História

Pandora Hearts ::: Knights of Sidonia


Nota: Sempre que uma nova resenha de mangá for postada, esta lista será atualizada. Então, salve nos seus favoritos. :-)

7 comentários:

Usys 222 disse...

Já foi tudo isso?! Me impressiona a variedade de títulos e gêneros. Fantasia, documentário, biográfico, comédia romântica, ficção científica, terror... Tem de tudo! E todos lançados no Brasil!

Na verdade tinha visto a matéria do Cão de Caça, mas percebi que o melhor para mim é o outro Cão, o que guarda as estrelas.

Mais uma vez agradeço por mostrar que existe o Vitamin. Esse eu adorei! E tem uma coisa que me intrigou em Terra Formars, nos comentários. Ainda existe leitor de mangá que vê o tokusatsu negativamente e vice-versa? Em pleno século XXI ainda tem esse tipo de polarização? Fico pensando se eles não conhecem Shotaro Ishinomori.

Ale Nagado disse...

Fala Usys!

Realmente, 20 anos atrás eu nunca ia imaginar que teríamos tantos mangás sendo publicados no Brasil, e com tanta diversidade.

Eu tenho meus gostos pessoais, mas ao analisar tento ver a proposta, a técnica usada e entender o contexto da obra. Acho que tenho conseguido fazer resenhas equilibradas. E sem spoilers, que era algo com o qual eu não me preocupava no começo de carreira. Felizmente, aprendi um pouco ao longo dos anos.

E realmente AINDA existe otaku que desdenha tokusatsu. E do outro lado, os fãs de tokusatsu criaram o neologismo "tokufã" para excluir e diferenciar dos fãs de mangá e animê. Mas no fundo todos são otakus.

Falando em Ishinomori, eis um autor sobre o qual eu mais li sobre a vida do que efetivamente tenha lido alguma obra, graças à falta de material traduzido no ocidente. Espero que isso mude no futuro.

Abraço!

Stefano Barbosa disse...

essa diversidade de mangás é incrivel!! Eu te agradeço Nagado! Em parte você é responsável por esse magnífico boom de mangás! Você lutou por isso e conseguiu ! Aliás vários fãs de mangá conseguiram essa grande conquista!

Bruno Seidel disse...

Nossa! A lista está bem grande mesmo. Assim como o Usys, me surpreendi com a quantidade.

Outra grande surpresa foi me dar conta de que eu realmente leio muito pouco mangá. Dessa lista aí, o único que acompanhei de cabo a rabo foi o Ultraman (os três volumes lançados até agora aqui no Brasil).

PS.: também cheguei a comprar o mangá nacional "Múltipla Escolha". Não conta?

Ale Nagado disse...

Olá, Stefano. Acho que minha participação foi supervalorizada em sua opinião. Agradeço, mas não me vejo como alguém que lutou pelo mangá no Brasil. Eu sempre atuei na área da informação. Acho que em termos de mercado o mérito é das editoras que acreditaram e investiram. Agora, é inegável que muito terreno foi preparado pela revista Herói e disso eu tomei parte, com orgulho.

Abraço!

Ale Nagado disse...

Oi, Bruno!

Eu acabei deixando o Múltipla Escolha de lado porque minha lista privilegiou o material japonês original que foi traduzido oficialmente. Foi um critério.

Eu defendo veementemente a existência e valor de um mangá nacional, como o Múltipla Escolha é. Porém, em termos de catalogação, merece uma diferenciação. Ficaria numa categoria junto com Henshin! Mangá, Combo Rangers, Holy Avenger e outros títulos brasileiros.

Abraço!

Stefano Barbosa disse...

pode ser, mas você sonhou com isso.(o manga consolidado no pais).
Acho curioso que Akira e Lobo Solitário desembarcaram no Brasil antes do boom do mangá no país.