sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Ultraman no mundo real ~ A arte de Michitaka Kikuchi

Conheça o incrível trabalho de manipulação fotográfica de um designer japonês, alter-ego de um famoso autor de mangás
O Universo Ultra foi tema de uma incrível
série de fotos combinando bonecos,
cenários reais e efeitos digitais. 

Ultraman In The Real foi uma série de matérias veiculada na extinta revista japonesa B-Club, uma das mais interessantes publicações voltadas ao nicho otaku de garage kits e cultura pop japonesa - especialmente tokusatsu e animês de robôs. A revista era repleta de artigos, entrevistas e seções muito bacanas, tanto que já foi tema de uma postagem no Sushi POP. (confira aqui). 

Agora, resolvi me deter numa série específica da revista. Consistia em fotomontagens que compunham, junto com um texto, a seção Ultraman In The Real


Página dupla da revista B-Club, com a cultuada
seção Ultraman In The Real
O trabalho era assinado por Michitaka Kikuchi, que unia bonecos, estatuetas, maquetes, cenários reais e efeitos de computação gráfica - ainda discreta, pela época em que foi feito. Não foram usadas pessoas fantasiadas, o que valorizou ainda mais o trabalho de modelagem das miniaturas utilizadas. Cuidadosos ajustes de iluminação eram feitos, a fim de integrar da melhor forma possível elementos fotografados separadamente. O resultado era quase sempre de encher os olhos, imaginando como seriam vistos no mundo real os Ultras e seus monstros. 

design limpo certamente tira a sensação de realismo para quem está acostumado aos monstros modernos do cinema, mas o trabalho de montagem e iluminação realmente trouxeram grande realismo às cenas.
Ultraman Jack numa cena
de entardecer. A fotografia
buscou a tonalidade das
cenas de pôr-do-sol tão
frequentes na série
O Regresso de Ultraman.
Numa época em que Hollywood abraçou os monstros japoneses e lhes deu um realismo jamais visto, ainda é interessante apreciar esse trabalho, produzido originalmente entre 1996 e 98.

A B-Club não existe há muitos anos, tendo sido encerrada em 1998. Em 2001, Kikuchi reuniu as imagens em um livro com o mesmo nome da extinta seção. Depois, em 2013, a obra ganhou exposição em Tóquio e uma versão atualizada do livro, intitulada Ultraman in The Real Reboot. 


Kia Asamiya,
ou melhor,
Michitaka Kikuchi
O autor 

Michitaka Kikuchi, que trabalhou construindo modelos para alguns filmes de Godzilla, é o nome verdadeiro do renomado autor de mangás Kia Asamiya

Criador dos animês Corrector Yui (já exibido aqui no Cartoon Network), Nadesico, Silent Möbius, Zeorymer e outros, também assinou texto e arte da minissérie Batman Mangá (publicada pela Mythos Editora) e adaptou Star Wars I - A ameaça fantasma (lançado aqui pela Ed. JBC). Na série Kamen Rider Fourze, projetou o visual dos inimigos do herói, os Zodiarts

Kikuchi nasceu em 28 de janeiro de 1963, em Tóquio, e é proprietário da empresa Studio Tron. Seja como Kia Asamiya ou Michitaka Kikuchi, seu trabalho é respeitado por sua grande qualidade e profissionalismo. 

Site oficial: www.tron.co.jp


Outra das imagens poderosas
de Ultraman In The Real
Anúncio da exposição e lançamento da versão
"Reboot" do trabalho de Michitaka Kikuchi

8 comentários:

Renato Urameshi disse...

Sensacional! As fotos ficaram muito realistas!

Raphael Soma disse...

Pois é, Tio Nagado...eu sabia que o Asamiya andava meio sumido mesmo. Fora o trabalho dele em Fourze, eu sabia que ele andava tocando dois mangás atualmente: Kanojo no Carrera, duma guria que herda um Porsche Carrera (típico mangá pra fãs de carros) e Silent Möbius QD (Quadriga), que rola 17 anos depois do Silent Möbius original.

Apesar de um tanto badalado há uns 10 anos atrás, ele anda meio as escondidas, mas pelo menos não parou de trabalhar :3

Ale Nagado disse...

Renato, se hoje o trabalho parece ótimo, imagine há 16, 18 anos atrás. Foi revolucionário.

Mr. Soma, eu só descobri que Asamiya e Kikuchi eram a mesma pessoa nesta semana, quando estava fazendo umas pesquisas para o texto. Isso que é vocação pra workaholic!

Abraços!

Usys 222 disse...

Muito bom! Eu tinha ouvido falar em algum lugar que Kia Asamiya fazia esses digiramas.

Mas existe outra pessoa que consegue fazer montagens bem convincentes, o Yoshinobu Kimura: http://www.ne.jp/asahi/nob/co/index.htm

E ele fez umas muito legais com Ultras:
http://www.ne.jp/asahi/nob/co/tamaki/topc17.htm

http://www.ne.jp/asahi/nob/co/tamaki/topc31.htm

http://www.ne.jp/asahi/nob/co/tamaki/topc36.htm

http://www.ne.jp/asahi/nob/co/tamaki/topc35.htm

Ah, eu queria ter essa habilidade...

Ale Nagado disse...

Fala, Usys!

Não conhecia esse material que indicou, obrigado.

E conhecendo seu trabalho em seu blog, acho que um dia você pode fazer boas montagens fotográficas. Eu gostaria de ver algo assim no futuro.

Abraço!

Bruno Seidel disse...

Acho que qualquer fã de Ultraman, como eu, ficaria fascinado. O trabalho do Kia Asamiya é impressionante. Acredito que ele deve ter sido daqueles que passaram boa parte da infância fazendo esse tipo de montagem e agora, com um requinte e técnica mais apurada, consegue fazer esse tipo de "obra de arte". Isso sem falar na facilidade proporcionada pela tecnologia dos dias de hoje. Com câmeras digitais e softwares de edição, dá pra fazer milagres!

Ale Nagado disse...

Fala, Bruno!

Lembrando que esse material do Michitaka Kikuchi tinha pouca coisa de CG ou efeitos digitais. Os acertos de iluminação dos bonecos e maquetes até se chegar a uma perfeita interação com os cenários reais foram feitos manualmente. As fotos que tiveram mais efeitos digitais não ficaram muito boas quando vistas posteriormente e isso talvez tenha inspirado a versão "reboot" da série.

Abraço!

Rogério disse...

Imagens muito boas.

Lembrou-me um pouco o trabalho desta fotógrafa: http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,mostra-fotografica-exibe-super-herois-em-pontos-turisticos-da-cidade-de-sp,929375

Embora os mostrados no post sejam mais elaborados.