quarta-feira, 11 de junho de 2014

Além dos Olhos Grandes - Um estudo em mangá sobre mangá

Um mangá nacional explica a trajetória, estilos e fundamentos dos quadrinhos japoneses


Um projeto ambicioso executado com
graça e simplicidade.
Capa de Juliano Henrique, desenhista
de um dos capítulos
Além dos Olhos Grandes - Um estudo em mangá sobre mangá nasceu a partir do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) da então estudante Ana Carolina Pereira, do curso Tecnologia em Artes Gráficas da UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná

O projeto ganhou forma com o apoio do Programa de Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba. O resultado, publicado em maio de 2014, foi um trabalho lúdico e didático que aborda conceitos estéticos, estruturais e históricos ligados ao mangá, tanto no Japão quanto no Brasil. Tudo no formato de uma história em quadrinhos em estilo mangá. 



O primeiro capítulo aborda a origem e o passado dos quadrinhos japoneses, com arte de Maxwell Alves. É perceptível que o desenhista ainda está em processo de aprendizado de fundamentos técnicos, notadamente na perspectiva, composição de cenários e anatomia, principalmente a linguagem das mãos. No entanto, a narrativa é clara, as expressões são boas e ele tem enorme potencial. O enredo da primeira parte do álbum fala sobre origens do mangá e sobre como a linguagem gráfica foi evoluindo até chegar ao quadrinho japonês que ficou conhecido no mundo todo. Autores e séries marcantes são mencionados, dando um panorama abrangente sobre o início da indústria do mangá.

O capítulo seguinte versa sobre o formato e conteúdo, com arte de Juliano Henrique, o mais profissional em termos de acabamento e estrutura. Vindo da ilustração editorial, traduz com facilidade os conceitos explicados pela autora. De modo sempre didático, são apresentados conceitos ligados ao tempo narrativo e também às técnicas de desenho, tudo usado para melhorar o poder de comunicação dos quadrinhos.
A personagem Soninha, que conduz a
narrativa, no traço dos três
coautores (da esq. p/ dir.):
Juliano, Maxwell e Cristiano.
Finalmente, a terceira parte engloba a trajetória do mangá no Brasil, tratando do tema desde a imigração japonesa. Com vários exemplos, a autora cita as publicações pioneiras, as revistas especializadas e a produção nacional de quadrinhos em estilo japonês, mencionando vários destaques da área. A arte dessa parte final da HQ ficou com Cristiano Procópio. Assim como os demais, apresenta boa narrativa na maior parte do trabalho, mas seu acabamento é ainda irregular, algo compensado pelo bom design de personagens. 

A pesquisa, à parte um ou outro detalhe que passou batido (como acontece com todo mundo), tem como grande mérito contextualizar uma infinidade de assuntos, com linguagem clara e didática. Em termos narrativos, é grande também a segurança de Ana Carolina, totalmente à vontade com o assunto e certamente gabaritada para trabalhos autorais, fora do âmbito acadêmico. 

O trabalho é complementado com boas e rápidas entrevistas com o falecido editor Minami Keizi, o fanzineiro Vicente Cardoso e a pesquisadora Simonia Fukue. Seus depoimentos acrescentam um sabor extra, com diferentes experiências ligadas ao mangá. Um glossário explica várias citações feitas ao longo da obra, mas a falta de numeração das páginas da parte em quadrinhos atrapalha um pouco. 

O saldo final é bastante positivo. No aspecto acadêmico, apresenta uma obra consistente, que vem somar o crescente número de trabalhos com foco em histórias em quadrinhos e mangá. E para o público leigo, é uma obra bem narrada tanto textual quanto graficamente, que traz conhecimento de um modo agradável e divertido. Como somente uma boa história em quadrinhos é capaz. 
Além dos Olhos Grandes 
Pesquisa e roteiro: Ana Carolina  
Revisão: Danusa Borges  
Arte: Maxwell Alves, Juliano Henrique e Cristiano Procópio
Formato: 14,8 x 21 cm, com 144 páginas
Como adquirir: 
- Diretamente com a autora, no e-mail miyoru.chan@gmail.com ao custo de 34,80 (4,80 de frete incluso), com entrega para todo o Brasil. Pode ser por depósito, transferência bancária ou via Paypal.

- Venda online pela loja Gibistore, especializada em quadrinhos independentes:
Compre aqui:

- Disponível para venda física na Itiban Comic Shop:
Av. Silva Jardim, n°845 - Curitiba/ PR
(41) 3232-5367
itibancomicshop.com.br

Saiba mais:
Facebook: www.facebook.com/paginaaog
Blog: alemdosolhosgrandes.blogspot.com.br

5 comentários:

Bruno Seidel disse...

A narrativa seria algo parecido com o que Scott McCloud fez na trilogia Desvendando/Reiventando/Desenhando os Quadrinhos?
Achei bem simpática a tal da Soninha. ^^

Renato Urameshi disse...

É tão bom saber que existem brasileiros que tem coragem de estampar seu gosto por cultura oriental, animes e mangás. Adorei a resenha, espero um dia poder ler esta obra!

Abraço Nagado!

Ale Nagado disse...

Fala, Bruno! Sim, a autora Ana Carolina já declarou que o trabalho de Scott McCloud foi uma inspiração pra ela. E ela fez bonito, posso atestar.

Abraço!

Ale Nagado disse...

E aí, Renato!

Tem aumentado muito o número de jovens brasileiros que levam a sério a pesquisa sobre mangá no ambiente acadêmico. E isso dá continuidade ao trabalho pioneiro da pesquisadora Sonia Luyten, iniciado na década de 1970.

Abraço!

Natália Maria disse...

Olá!!

Trabalho que o "nobre" Carlirio teve a honra de participar do lançamento da obra. ^^

Realmente, parece ser bom. Incrível que durante a leitura não deixei de pensar no livro lançado pelo Sérgio Peixoto este ano sobre o assunto. Fiz uma comparação inconscientemente e talvez este seja um tanto melhor que o outro em algumas partes.... E diferente por ser de fundo acadêmico.

Eu havia ficado interessada na obra, mas pelo custo no momento terá que ser deixada de escanteio. rsrsrsrs

Ótima resenha. Como sempre, nos apresentando coisas nacionais que valem uma leitura.

Até mais