segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Dia do Quadrinho Nacional - Tudo o que você precisa saber

30 de janeiro é o Dia do Quadrinho Nacional. Aos leigos, informo que não é uma data para celebrar as histórias em quadrinhos em geral (algo que eu certamente preferiria por sua abrangência), mas sim para homenagear a produção brasileira. A data é alusiva à publicação da primeira HQ no Brasil, autoria do ítalo-brasileiro Angelo Agostiniem 1869. É ele quem dá nome ao prêmio anual da AQC - Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas de SP (que, apesar do nome, premia autores de qualquer parte do país). Nele, autores contemporâneos, veteranos e incentivadores da arte são eleitos e homenageados com um troféu, em uma grande confraternização. 





Chamada para a votação anual.
Desenho: Laerte
Fazer HQ no Brasil não é fácil. Viver disso (ou mesmo de desenho), um desafio constante. É uma profissão (ou seja, meio de sobrevivência) para poucos artistas. Não há espaço para todos e a competição de material estrangeiro é cruel. Vira e mexe, se discute a nacionalização do mercado, se debatem formas de incentivo à produção nacional... É um assunto deveras complexo e que hoje em dia acompanho de longe. 

Já fiz muita HQ pra banca, já produzi álbum pra livraria, já fiz muitas HQs institucionais e algumas experiências autorais. Hoje em dia, mexo muito raramente com quadrinhos, apenas uma encomenda ou projeto eventual. E o que eu tinha a dizer sobre o assunto já foi dito muitas e muitas vezes. Por isso, separei alguns links no final pra quem quiser ler um pouco sobre HQ nacional em vários aspectos.

Por enquanto, dou meus parabéns a todos que produzem HQ no Brasil. Eu sei o quanto isso é difícil.

Eventos: 
- Entrega do Troféu Angelo Agostini e programação do Dia do Quadrinho Nacional em São Paulo, capital. Confira aqui.

- O Dia do Quadrinho Nacional em Belo Horizonte (MG). Confira aqui.

- Programação do Dia do Quadrinho Nacional em Curitiba (PR). Confira aqui.

Para saber mais sobre quadrinhos nacionais:

Financiamento coletivo de quadrinhos: Uma alternativa de mercado

Grafipar e Fikom: Fragmentos da história dos quadrinhos nacionais 

Documentário em DVD sobre Rodolfo Zalla 

Desvendando o mangá nacional 

Sobre a nova lei do quadrinho nacional

Quadrinhista ou Quadrinista?

4 comentários:

Natália Maria disse...

olá!!

Confesso dizer que está data é nova para mim. Desconhecia ela literalmente.

Realmente, ser quadrinista aqui no Brasil não é fácil. É igual ser escritor só que mais difícil, pois a luta contra o estrangeirismo é muito grande...

Infelizmente não poderei sequer pensar em ir na entrega... xD

Obrigada pelo aviso. Infelizmente não tenho nada para postar no dia, mas pretendo fazer um texto sobre Valente qualquer dia desses.

Até mais

Ale Nagado disse...

Fala, Natália!

O Dia do Quadrinho Nacional é citado em várias agendas e calendários, mas a fundo mesmo, só quem é da área sabe do que se trata. Infelizmente, entre a galera que curte ou mesmo sonha fazer mangá, o preconceito contra material nacional é enorme. As barreiras são econômicas, culturais e comerciais, além das técnicas.

Depois vou conferir sua resenha. Valente parece interessante.

Abração!

alexandre martins disse...

Foi a falta de conhecimento da maioria sobre a data que motivou a criação do evento Dia do Quadrinho em São Gonçalo (RJ).
Veja o linque em http://estudiomartins.com.br/index.php/dia-do-quadrinho-nacional

Ale Nagado disse...

Oi, xará! Que iniciativa legal. Parabéns e obrigado por compartilhar aqui. Apareça mais vezes.

Abraços!