RECADO AOS VISITANTES:

Olá! O blog ainda está de férias, mas já estou trabalhando em novas postagens. O Sushi POP voltará a ser atualizado no dia 1 de agosto (terça), no período da tarde.

O que vem por aí:
- Ultraman Geed, Novo Lobo Solitário, Katokutai, Pinóquio de Osamu Tezuka, Danger 3, resultado da convocação para trabalhos acadêmicos e mais!

Esteja aqui para conferir. Até breve!

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Dicas da blogosfera - 4


1) Os índios do Japão - Fato relativamente pouco conhecido, o Japão também teve seus povos indígenas. São os chamados "ainu", cujos descendentes puros, sem miscigenação, vivem até hoje, a maioria na região de Hokkaido, ao norte do Japão. Sempre foram vistos com preconceito e sua história lembra a de outros povos indígenas. O texto que indico agora explica de forma bem esclarecedora sobre a existência e situação dos ainus. 

De modo interessante, a matéria faz referência a um clássico de Hayao Miyazaki e seu Studio Ghibli: o longa Princess Mononoke (Mononoke Hime, 1997), cujos personagens representam ainus. O texto é de Roberta Caroline, para o blog Elfen Lied Brasil

Descubra: Ainus - Os índios japoneses


2) Chie Ayado - Jazz, coragem e determinação - Aqui vai (mais) uma indicação de Fabio Sakuda, para seu blog XIL, do portal Genkidama. Trata-se de um artigo sobre uma artista diferenciada, que vale muito a pena conhecer. Uma japonesa que canta jazz com grande talento, que começou a carreira profissional numa idade em que muitos artistas em seu país já se aposentaram e que possui uma história de vida cheia de percalços.

Poderia ser "apenas" um texto edificante com uma história de motivação e superação, mas também é uma dica para descobrir o trabalho de uma grande intérprete fora do circuito dos astros pop. E que até virou, veja só, personagem de animê.

Descubra: Chie Ayado - A força além da voz 




3) Blog japonês de músicas variadas - O blog que indico agora não tem quase nada pra ler, é dedicado a vídeos e é uma das minhas fontes de pesquisa sobre música japonesa. Apresenta regularmente vídeos de artistas dos mais variados estilos, cobrindo J-pop, J-Rock, Anisongs, enka, kayoukyoku e instrumentais, possuindo também música pop e tradicional de Okinawa (pois está dentro da J-Music). E pra quem curte, há até indicações de K-pop, a música pop coreana. 

O blog Beautiful Music não se limita aos grandes clássicos e sucessos atuais, mas também garimpa material alternativo. Infelizmente, alguns vídeos não foram autorizados para exibição no Brasil ou fora do território japonês, um problema crônico de mentalidade fechada que ainda existe muito no Japão. Em todo caso, tem muita coisa bacana e disponível pra explorar. Foi lá, inclusive, que eu descobri a excelente banda Acacia Orchesta, que foi tema de postagem aqui no Sushi POP. 

Descubra: Beautiful music and japanese traditional music 

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Boletim 45 - Governo japonês promove o 7º Prêmio Internacional de Mangá


Atenção, aspirante a mangaká (autor de mangás)! Gostaria de tentar aparecer para um mercado de trabalho onde fazer quadrinhos é uma profissão para centenas de artistas?

Então, prepare uma história com pelo menos 24 páginas para o mais importante concurso de mangá do mundo, patrocinado pelo próprio governo japonês. Veja as informações principais abaixo, prepare seu material ou avise aquele seu amigo ou parente que faz quadrinhos com influência do mangá. 

Confira o regulamento completo, formulário de inscrição e maiores detalhes no site oficial do concurso (disponível em inglês e japonês):
_______________________

7º Prêmio Internacional de Mangá
Período de inscrição: 15 de abril a 31 de maio de 2013

Inscrições e informações:
Embaixada ou Consulados Gerais do Japão

Verifique os endereços nos links:
www.sp.br.emb-japan.go.jp/pt/sobre/outro.htm

Realização:
- Ministério das Relações Exteriores do Japão (MOFA - Ministry of Foreign Affairs)
- Comitê Executivo do 7º Prêmio Internacional de Mangá

Apoio:
Associação dos Cartunistas do Japão

Fundação Japão em São Paulo
Tel: (11) 3141-0110 / 3141-0843
E-mail: info@fjsp.org.br
www.fjsp.org.br 

- Agradecimentos: Erico Marmiroli 

quarta-feira, 24 de abril de 2013

O Deus Guerreiro Gigante surge em Tokyo (curta-metragem)

Um curta-metragem tokusatsu do Studio Ghibli

Giant God Warrior por f711513007
Um dia calmo em Tokyo prenuncia o apocalipse trazido por uma criatura gigante que paira sobre a cidade. Uma descrição assim parece o enredo de um filme japonês de monstros. E é mesmo, mas não um típico kaiju eiga, que é como são chamados no Japão os "filmes de monstro" estilo Godzilla. Trata-se de um pequeno curta-metragem criado para ser exibido durante uma exposição sobre miniaturas e maquetes usadas em filmes de tokusatsu (efeitos especiais) que aconteceu no Museu de Arte Contemporânea de Tokyo, em 2012. Nos bastidores, uma reunião de grandes talentos em uma obra que destaca os efeitos especiais artesanais que formaram a base do tokusatsu. 
O Deus Guerreiro Gigante
de Hayao Miyazaki

O produtor e roteirista é Hideaki Anno (de Evangelion), que se associou ao Studio Ghibli do lendário diretor de animês Hayao Miyazaki, para produzir o primeiro filme live-action do renomado estúdio. Hideaki Anno foi também o curador da exposição, A direção foi de Shinji Higuchi, diretor de efeitos especiais e desenhista de story-boards com passagens por Gamera, Evangelion e Godzilla

O visual do Deus Guerreiro foi criado pelo próprio Hayao Miyazaki. A criatura, inclusive, foi vista no aclamado animê de longa-metragem Kaze no Tani no Nausicaä (1984) e também no mangá homônimo, produzido por Miyazaki e lançado no Brasil pela Editora Conrad

Não há muito o que se dizer sobre enredo, que mostra uma sinfonia de destruição narrada por uma garota. É muito mais uma demonstração sobre como o tokusatsu pode ser sério e impactante, feito para homenagear o gênero. E também mostra como direção, narrativa e efeitos especiais tradicionais - e muito bem executados - são tudo o que se precisa para cativar os espectadores. As imagens são de impressionar e a atmosfera é assustadora. Vale cada segundo. 

Kyoshinhei Tokyo ni Arawaru (Giant God Warrior Appears in Tokyo)
Duração: 10m10s
Roteiro e produção: Hideaki Anno
Design da criatura: Hayao Miyazaki
Direção: Shinji Higuchi

Realização: Studio Ghibli (2012)

PS: Há o risco desse vídeo ser retirado do ar a qualquer momento. Se for, tentarei procurar outras fontes. Se encontrar uma versão legendada, postarei no lugar desta. 

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Dicas da blogosfera - 3


1) Game comemora os 45 anos da Shonen Jump - Fundada em 1968 pela editora Shueisha, a revista semanal Shonen Jump é a revista de quadrinhos mais vendida do mundo, com picos de venda na faixa dos milhões de exemplares. A revista foi - e é - a casa de alguns dos personagens mais populares de todos os tempos, como os guerreiros de Dragon Ball e os piratas de One Piece. Em meio às comemorações do aniversário, foi anunciado um jogo pela NAMCO Bandai Games. Esse é o tema da postagem do blog Troca Equivalente, do coletivo Genkidama

Leia: J-Stars Victory Vs. – O presente de aniversário da Shonen Jump 



2) Shotaro Ishinomori, o Rei do Mangá - Vou indicar agora um texto meio antigo, mas que é referência obrigatória para quem se interessa ou estuda cultura pop japonesa. Fala sobre o versátil autor de mangás Shotaro Ishinomori, falecido em 1998 aos 60 anos. Frequentemente lembrado por ter sido o criador de Kamen Rider e dos dois primeiros grupos da franquia Super Sentai, Ishinomori também bolou os heróis Machine Man, Bicrossers e Patrine, só pra citar alguns. No entanto, criar super-heróis (como seu icônico Cyborg 009) corresponde apenas a uma parte da obra de Ishinomori. Em um artigo de 2012 para o blog Maximum Cosmo, o fã Felipe Onodera (um codinome que homenageia o sobrenome verdadeiro de Ishinomori) escreveu sobre a versatilidade do mestre. Recomendo a leitura inclusive dos comentários da postagem, pois há muitas informações interessantes por lá. 

Leia: Shotaro Ishinomori: além do humano



3) Entrevistas com atores e ex-atores de seriados - Informações sobre bastidores de seriados tokusatsu nem sempre são fáceis de se encontrar e entrevistas traduzidas para o português são mais raras ainda. Por isso, indico o blog Universo Otaku, do velho amigo Michel Matsuda, que chegou a traduzir e postar entrevistas publicadas no Japão com diversos atores de várias épocas. É um registro precioso, que vale a pena ser indicado. 

- Tetsuo Kurata, o Black Kamen Rider/ RX (parte 1)

- Tetsuo Kurata, o Black Kamen Rider/ RX (parte 2)

- Shohei Kusaka, o Policial de Aço Jiban

- Masaro Yamashita, o Fire, de Winspector

- Tamao Sato, a Ohpink, de Ohranger

Todas as entrevistas (marcador)

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Boletim 44 - Surge Ultraman Ginga

   Ultraman Ginga   
Foi anunciado no Japão o mais novo personagem da franquia Ultraman. Trata-se de Ultraman Ginga (leia "Guinga", que significa "Galáxia"), um herói um tanto diferente dentre os que compõem a saga. 

O alter ego humano do personagem é, pela primeira vez, um estudante colegial. Ele enfrenta muitos problemas ao ser transferido de escola. Seu nome é Hikaru Reidou, vivido pelo ator Takuya NegishiEm vários aspectos, a apresentação do personagem se assemelha ao Kamen Rider Fourze, da concorrente Toei Company

O enredo revela que uma misteriosa força cósmica transformou muitos guerreiros Ultra e monstros em cápsulas parecidas com ovos e os espalhou pelo Universo. Obviamente, alguns desses "Ultra Eggs" chegam à Terra e podem se tornar uma grande ameaça se caírem em mãos erradas. Quem os encontrar, poderá revertê-los às suas formas e poderes originais. 

Quando monstros e alienígenas malignos chegam à Terra, o jovem Hikaru se torna o mais novo Ultraman, ao descobrir o artefato Ginga Spark. Ele irá utilizar os Ultra Eggs em sua luta para salvar a Terra e o fará sem a ajuda de algum grupo de combate a monstros, uma das marcas das séries Ultra. Os fãs podem esperar muitas aparições de monstros clássicos e, claro, de alguns Ultras. 

Os primeiros Ultra Eggs já foram lançados no final de 2012, mas a aposta é que se tornem uma febre entre as crianças após a estreia de Ginga. 

Com esse esquema de cápsulas que liberam monstros e heróis gigantes, dá pra imaginar algo semelhante a Pokémon, lembrando que a série dos monstrinhos de bolso se baseou (mas nunca admitiu) numa ideia da série Ultraseven (de 1967). Nela, o herói Dan Moroboshi usava monstros lutadores que cresciam ao serem liberados das cápsulas que ele transportava. 
Ultra Egg: Novo caça-níqueis colecionável
com heróis e monstros da franquia Ultraman
Ginga irá aparecer dentro de Shin ("Novo") Ultraman Retsuden ("Biografias"), série que entrará em nova temporada. Retsuden é composto de seleções de filmes e episódios da saga Ultra, mas apresentou também uma série bastante interessante formada por curta-metragens de 3 minutos estrelados por Ultraman Zero

Ultraman Ginga irá aparecer em um dos blocos do programa, o que indica que terá bem menos que meia hora por episódio. Já o tema dos Ultra Eggs, "Yuuki no tamago" ("Ovo da coragem") está sendo lançado no Japão nesta semana pelo grupo Voyager, a banda oficial da produtora Tsuburaya

Os primeiros 6 episódios serão exibidos em julho e agosto. Mais 5 virão em novembro e dezembro. Dois especiais serão exibidos em eventos em setembro deste ano e em algum ponto da primavera de 2014. Shin Ultraman Retsuden deverá ter apenas 13 programas, mas ainda espera-se o anúncio de um novo filme para cinema, visto que o mais recente, Ultraman Saga, teve boa bilheteria, tendo ficado em quarto lugar no ranking de estreias de seu país em 2012. 

Shin Ultraman Retsuden irá estrear no Japão às 17h30 do dia 10 de julho, o "Dia do Ultraman". Nesse mesmo dia, em 1966, o primeiro Ultraman foi apresentado no Japão em um especial de TV que antecedeu o primeiro episódio (que seria exibido em 17/07/1966). 

O personagem se tornou um dos mais importantes personagens da cultura pop japonesa, misturando ficção científica, fantasia, drama, humor, questionamentos filosóficos (sim, havia isso nas séries originais) e ação. Ainda tem enorme relevância e boas obras sendo produzidas, mesmo que seja mais usado atualmente para vender brinquedos.
(Fonte: Sci-fi Japan)

Ano de comemorações - Neste ano, a Tsuburaya Pro, que não é mais administrada pelos herdeiros do diretor Eiji Tsuburaya, está comemorando 50 anos e vai dar destaque para sua maior propriedade. Não é a primeira vez que a produtora se volta para o passado e monta uma série para promover sua ampla linha de brinquedos. Sobre isso, o estúdio tem superado as expectativas, renovando conceitos e dando um tratamento sofisticado em suas produções, com mais cuidado e zelo pelo passado do que a Toei Co., que troca atores e muda cronologias sem o menor pudor. Várias produções têm sido boas surpresas, com um grau de elaboração e acabamento acima da concorrência. De repente, vem coisa interessante por aí.


A série de biografias Ultra inicia nova
fase, com um novo personagem

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Animelo Summer Live - Reunindo a elite das anisongs

No Japão, desde 2005 acontece o maior festival de anisongs (canções-tema de animês) do mundo, o Animelo Summer Live. É um evento grandioso realizado a cada verão, com nomes de destaque dos temas de animês, games, tokusatsu a afins. 

RAINBOW (2011)
Cada edição tem um tema, e o de 2011, Rainbow, gerou uma canção que pode ser considerada uma das mais bonitas já gravadas por qualquer um dos cantores participantes - e não são poucos. Revezando-se na voz solo, criando harmonias de duas ou três vozes ou combinando todos os talentos em um coro poderoso, os artistas são mostrados em estúdio, gravando suas partes de forma bem descontraída. 



A composição foi de Chiyomaru Shikura e entre os cantores, nomes de peso como JAM Project, Minami Kuribayashi, May´n, Kanako Itô e muitos outros. 


A energia dessa canção é espetacular. Se você gosta de boa música, de música bem tocada, com boa melodia, harmonias vocais impecáveis e muita emoção, recomendo que preste atenção.

O clipe está legendado com tradução em inglês e também com o texto em japonês romanizado, mas é legenda de fã, então não posso garantir sua precisão. Não importa, curta o som e divirta-se.

ONENESS (2005)
Eis aqui o tema da primeira edição do evento, em 2005. A composição foi de Masami Okui, do JAM Project. As imagens do vídeo foram capturadas em dois dias do evento, o que explica os mesmos cantores aparecerem com roupas diferentes. A música começa a 1m34s do vídeo, após mostrar imagens de ensaios. Divirta-se.




Animelo Summer Live 2013 - Flag Nine
O evento deste ano será realizado nos dias 23, 24 e 25 de agosto, no espaço Saitama Super Arena. Será a 
 edição do evento e a primeira a durar 3 dias. Entre as presenças já confirmadas, estarão lá Yukari Tamura, Mamoru Miyano, May´n, nano.RIPE, angela e vários outros.

O tema do evento não será uma canção criada especialmente para o Animelo. Será um clássico absoluto das anisongs. "The Galaxy Express 999", tema do primeiro longa-metragem da saga espacial homônima criada por Leiji Matsumoto, autor de Patrulha Estelar (Yamato) e Capitão Harlock (que, inclusive, participa de GE 999). A música original é do grupo Godiego (leia "Godaigo"), cujo vocalista, Yukihide Takekawa, compôs a melodia não apenas dessa canção, mas também os temas de abertura e encerramento do seriado Flashman


Eu estou realmente empolgado para ouvir essa canção maravilhosa nas vozes de grandes nomes das anisongs. Aliás, veja abaixo a versão original da música, que é um rock vibrante e cheio de energia. Merece mesmo uma regravação para que outra geração a descubra e se emocione. 

THE GALAXY EXPRESS 999 - GODIEGO


A versão original, de 1979, é um clássico das anisongs e da música pop japonesa.
Conseguirá a versão 2013 causar o mesmo impacto?


LINKS

Site oficial do Animelo Summer Live: anisama.tv

Página do evento na Wikipedia, repleta de informações, como lista de participantes de cada edição, as músicas apresentadas, convidados especiais e muito mais.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Yanawaraba - Música, travessuras e tradições

Yuu Ishigaki e Rio Aizato - Yanawaraba
No dialeto da região de Okinawa, "yanawarabá" pode ser traduzido por "criança travessa". Esse também é o nome de uma dupla de talentosas cantoras, compositoras e instrumentistas locais que estreou em 2003, caminhando entre o J-pop e a música tradicional de sua região. 

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Ultraman Ace e a arte de educar filhos (Ou quase isso)



Em 2008, a Tsuburaya Pro lançou o filme Super Herói Ultraman - 8 Irmãos (Dai Kessen! Chou Ultra 8 Kyodai), um grande sucesso de bilheteria no Japão que reuniu diferentes gerações de personagens e seus atores. O vídeo aqui mostrado foi feito nessa época por uma equipe de TV havaiana, que entrevistou 4 dos atores, o novato Shunji Igarashi (Mirai/ Ultraman Möebius) e os veteranos Susumu Kurobe (Hayata/ Ultraman), Koji Moritsugu (Dan Moroboshi/ Ultraseven) e Keiji Takamine (Seiji Hokuto/ Ultraman Ace). A entrevista é bem curta e amadora e não valeria muito registro se não fosse por uma história impagável contada por Keiji Takamine. 


Ultraman Ace, herói vivido por
Keiji Takamine desde 1972
O ator estrelou a série Ultraman Ace em 1972, uma produção que nunca foi exibida no Brasil, mas que fez sucesso no Japão e é do conhecimento dos fãs da franquia no mundo todo. No Brasil, foram lançados alguns longas recentes dos Ultras e Ace aparece com algum destaque em dois deles. 

Ele conta que seu filho mais velho nasceu no ano em que ele filmou Ultraman Ace. Logo, não assistiu o pai atuando naquela produção. Para o ator, por mais que tenha sido significativo o papel, foi apenas mais um trabalho. 

Quando seu filho era um pouco mais velho, mas ainda bem criança (ele não especifica a idade ou ano), Ultraman Ace estava sendo reprisado na TV. Keiji, que nunca havia contado ao filho que havia interpretado um Ultraman, não deixava a TV ligada no canal que exibia a reprise. Ele explica que não queria que o filho ficasse convencido por ser filho de um Ultraman. 

O problema é que o filho chegava da escola falando que os colegas ficavam tentando convencê-lo de que seu pai era o Ultraman. Imagino que situação hilária deve ter sido, o pai preocupado indo buscar o filho na escola e as crianças gritando "Olha o Ultraman!". Depois, ele conta que quando o filho tinha 20 e poucos anos, levou-o para comer no restaurante cujo proprietário era um amigo, o ator Koji Moritsugu, o Ultraseven em pessoa. Acontece que o filho dele já frequentava o restaurante há anos, e achava fantástico ir no "restaurante do Ultraseven", sem saber que o pai também era conhecido (em menor grau) por ter vivido um Ultra. E provavelmente Moritsugu também não devia saber que o rapaz era filho de Keiji Takamine até eles entrarem juntos no estabelecimento.

Keiji Takamine parece, obviamente, um pai que sempre foi preocupado com a educação e valores a transmitir. Mas sua capacidade de comunicação e conhecimento do filho é inversamente proporcional ao poder de seu personagem nas telas. 
Keiji Takamine e Mitsuko Hoshi
em um evento

A história é muito divertida, mas todos os outros contam casos bem humorados no vídeo. Como Susumu Kurobe, que brinca com a falta de memória decorrente da idade. Mas é bom lembrar que, no ano seguinte, ele não só voltaria a viver Hayata, como o faria em grande estilo, em A Lenda da Galáxia Ultra - O Filme

Gosto muito desse tipo de material, que destaca o lado mais humano e cotidiano dos artistas. E por isso, quis compartilhar com os leitores deste blog. 

Ultraman Ace - Foi a quarta série de um herói Ultra, feita logo após o sucesso de O Regresso de Ultraman. Inovou ao apresentar um casal humano sendo hospedeiro do herói, que só aparecia quando ambos uniam os anéis especiais. 

A ideia foi deixada de lado na metade da série, quando a garota alienígena Yuko Minami (vivida pela atriz Mitsuko Hoshi) parte para viver com seu povo na Lua. Ela voltaria a aparecer outras vezes, mas Seiji seguiria como único hospedeiro. 

O tom da série oscilava entre o humor e o drama e alguns de seus episódios principais foram assinados pelo aclamado escritor Shinichi Ichikawa, falecido em 2011. Até hoje, Ultraman Ace é um dos personagens mais populares do Universo Ultra. 

Dicas da blogosfera - 2


1) Relembrando os heróis metálicos: O final da década de 1980 viu o início de uma invasão de seriados japoneses de tokusatsu (efeitos especiais), tendo à frente Jaspion e Changeman. Foi uma febre sem precedentes na TV, quando quase todos os canais exibiam seus heróis coloridos. 

O universo dos heróis japoneses se divide em diferentes linhagens e franquias, e a que fez maior sucesso no Brasil foram os Metal Heroes, da qual faz parte o icônico Jaspion, além de Jiraiya, Jiban, Sharivan, Winspector e vários outros. O blog Tatisatsu publicou uma postagem onde a autora Tati Santana relembra a passagem desses guerreiros metálicos pelo Brasil, em um texto cheio de nostalgia. Pra quem viveu a época poder relembrar ou pra quem é muito novo saber como foi. 

Acesse: Metal Hero já foi minha franquia favorita 



2) Temporada 2013 de animês no Japão: Essa dica é pra quem gosta de ficar sempre antenado com o que está saindo no Japão e consegue acompanhar as séries do momento através de sites de streaming. O renomado blog Chuva de Nanquim publicou uma lista com as estreias da temporada 2013, lembrando que o mês de abril é tradicionalmente o mais rico em lançamentos nas emissoras japonesas. 

Acesse: Guia completo - Conheça os animes da temporada de abril de 2013



3) Blog do Ricardo Cruz: Meu amigo de longa data, o cantor Ricardo Cruz (membro honorário do JAM Project), que também é compositor, redator e tradutor, inaugurou recentemente seu site oficial. Nele, também tem um blog onde ele conta o que anda fazendo na área e também conta passagens interessantes de sua vida lidando com anisongs, mangá, tokusatsu, eventos otaku e o que mais pintar pela frente. 

Acesse: Blog do Ricardo Cruz

***********************
Apoie o Blog Sushi POP