RECADO AOS VISITANTES:

Olá! O blog ainda está de férias, mas já estou trabalhando em novas postagens. O Sushi POP voltará a ser atualizado no dia 1 de agosto (terça), no período da tarde.

O que vem por aí:
- Ultraman Geed, Novo Lobo Solitário, Katokutai, Pinóquio de Osamu Tezuka, Danger 3, resultado da convocação para trabalhos acadêmicos e mais!

Esteja aqui para conferir. Até breve!

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

"O olhar de alguém", animê de Makoto Shinkai

Aya, a protagonista
do curta
Um dos diretores japoneses de animê que mais tem ganho projeção nos últimos anos é Makoto Shinkai. Autor de obras de grande qualidade técnica e artística, como 5 cm per second e Kotonoha no niwa ("O Jardim das Palavras"), o diretor nascido em 9 de março de 1973 já foi chamado de "Novo Miyazaki", definição que ele próprio achou desproporcional. Na verdade, Shinkai está trilhando seu próprio caminho, mas tem em comum com Hayao Miyazaki a sensibilidade ao retratar dramas com um toque de genialidade e domínio absoluto da narrativa cinematográfica. 


Um de seus mais recentes trabalhos é o curta-metragem Dareka no manazashi, ou "O olhar de alguém", de aproximadamente 7 minutos de duração. Trata-se de um pequeno conto de cotidiano (com alguns toques futuristas) sobre uma família que poderia ser a família de qualquer pessoa. Mostra como as atribulações da vida vão afrouxando laços de afeto, bem como revela a força de um sentimento sincero. 


O trabalho foi feito sob encomenda para uma empresa de empreendimentos imobiliários, a Nomura Real Estate Development e lançado em setembro passado. O animê foi criado para fazer parte da campanha promocional de PROUD, um imponente conjunto habitacional de luxo. No início e no final, aparece uma vinheta publicitária, da PROUD. De muito bom gosto por sinal, com uma canção do grupo Gospellers

A animação é primorosa e traz todo o estilo do diretor, seu ritmo narrativo e atmosfera. Normalmente, filmes publicitários de projetos residenciais mostram famílias felizes e idealizadas. Este mostra uma família que poderia ser a de qualquer um, com qualidades e defeitos, altos e baixos. O conto é narrado pelo gatinho da família e vai ser difícil não sentir um aperto no coração durante o desenrolar da trama, que dura alguns minutos somente. 

O vídeo está disponível com legendas em inglês. Se elas não aparecerem automaticamente, verifique a opção CC (closed caption). É o segundo ícone da lateral direita da parte interior da tela.

Então, sente-se confortavelmente e assista a uma pequena obra de arte. 



Ficha técnica:
Roteiro e direção: Makoto Shinkai
Direção de animação e design de personagens: Miho Suzuki
Produção: The Answer Studio
Canção tema: Sore de iiyo (voz: Kazusa)


4 comentários:

Rogério disse...

Boa tarde Nagado,

Voltei :)

Shinkai é um dos realizadores pelo qual tenho mais admiração na Animação contemporânea.

Um dos melhores diretores da atualidade. Em qualquer mídia.

Seu texto sobre esta pequena joia chamanda Dareka no manazashi foi perfeito.

Ale Nagado disse...

Fala, Rogério! Fico contente por ter postado essa animação, que pode ser vista livremente, até por estar atrelada a uma campanha publicitária. Makoto Shinkai é um talento que merece ser divulgado.

Abraço!

Natália Maria disse...

Olá!!

E eu me perguntando porque não havia visto esse vídeo ainda (mesmo tendo colocado na lista para ver depois no YouTube).

Meu inglês não anda tão bom assim. E desisti aos 2min10.

E pelo que vi, realmente parece ser uma história bastante agradável.

Quem sabe depois não me aventuro novamente?

Até mais

Ale Nagado disse...

Oi, Natália. A história é narrada com muita força visual, mas o que tem pra saber de importante sobre o roteiro é o seguinte: a menina foi muito feliz na infância, mas os pais foram ficando muito ocupados pra ela. Pra compensar, deram um gatinho pra ela. Mas ela também cresceu e deixou o gatinho pra trás, na casa dos pais. Ela foi viver por conta própria e sua relação com os pais ficou marcada por pequenas mentirinhas. Até que um acontecimento triste a faz resgatar todo o carinho familiar que existia no passado. Dê uma nova chance e emocione-se.

Abraço!