7_Visual_Kei CDJapan

sábado, 16 de novembro de 2013

Boletim 52: Ator Shunji Igarashi, de Ultraman Mebius, se aposenta aos 27 anos

Shunji Igarashi em cena de Ultra Galaxy
Legends, última grande participação
de Ultraman Mebius no Universo Ultra
No início de novembro, o jovem ator Shunji Igarashi anunciou seu afastamento do ramo artístico. Agradeceu o apoio dos fãs e disse que vai se ocupar de outros interesses, mas não explicou muita coisa, bem ao modo discreto da maioria das celebridades nipônicas. Nascido em 7 de agosto de 1986 em Nagano, no Japão, ele iniciou a vida artística como um dos classificados na final da audição do grupo de atores, cantores e dançarinos chamado D-BOYS, em 2004. 



Para uma grande legião de admiradores, ele ficou marcado como o personagem Mirai Hibino, alter ego humano de Ultraman Mebius (ou Möebius). O personagem teve série própria em 2006, em meio às comemorações dos 40 anos da franquia Ultra. A série de 50 episódios nunca foi exibida no Brasil, mas ele apareceu em três longas lançados em DVD por aqui: Ultraman Mebius e Ultraman Brothers, Super Herói Ultraman: 8 Irmãos (já exibido no canal pago HBO) e A Lenda da Galáxia Ultra. Seu trabalho em Mebius foi mostrar um guerreiro Ultra bastante jovem, inexperiente e sensível, aprendendo muito sobre a vida. Nesse aspecto, ele representou um herói falível e humano, bem diferente dos padrões de herói mais adulto e maduro, comum aos Ultras. Mebius também foi o primeiro Ultra a revelar sua identidade aos companheiros bem antes do final (eps. 29 e 30).

Ele sempre declarou que Ultraman Mebius marcou sua vida pra sempre e que tem um carinho enorme pelo personagem. Ser fã de Ultras e ter esperança de trabalhar na franquia foram fatores que o impulsionaram a tentar a carreira artística. No futuro, não será estranho se ele deixar sua nova atividade de lado para, eventualmente, retomar seu mais famoso personagem em algum filme ou episódio de TV. 


F
ora do Universo Ultra, desenvolveu uma sólida carreira de ator, com dramas televisivos e longas para o cinema, tornando-se uma jovem celebridade. Tudo isso em paralelo à sua carreira musical, com a qual também tem um grande apelo ao público adolescente. Em 2011, atuou na adaptação para cinema em live-action do mangá Paradise Kiss (citado no post de indicações da blogosfera). Seu papel foi o de Isabella Yamamoto, personagem transgênero da série, o que foi um grande desafio para ele. Em 2010, começou a participar também do grupo musical D☆DATE, uma subdivisão do D-BOYS. E agora, com tanto ainda pela frente, ele resolveu largar tudo e fazer outra coisa da vida, começando do zero e deixando sua carreira artística para trás. 


Abertura de Ultraman Mebius 

Não deve ser fácil ser artista no Japão, pois além das pressões econômicas, o público pode se transformar no maior inimigo de um artista, na medida em que aparecem os fãs hardcore, conforme explicado no artigo "Idolatria e perseguição no mundo otaku". Os astros amados pelas adolescentes (caso de Igarashi) também não podem ter uma vida social normal ou relacionamentos amorosos. A maioria das agências controla cada passo de seus astros juvenis, um preço a se pagar pela fama e estrelato. 

Apesar de dar muita chance a novatos, o mundo artístico japonês é muito competitivo e restritivo, repleto de privações típicas do que é ser famoso no país e onde também poucos conseguem ficar bem financeiramente. Como Shunji Igarashi não explicou os motivos exatos de sua aposentadoria, ele pode simplesmente ter se cansado da agitação e resolvido sumir na multidão pra tocar sua vida. Não adianta ficar especulando, a decisão foi tomada. De qualquer forma, boa sorte ao rapaz. Fez um bom trabalho.

4 comentários:

Usys 222 disse...

É uma pena saber que Shunji Igarashi abandonou a carreira artística. Mas ele ainda é jovem e provavelmente encontrou alguma outra coisa que o interessasse mais.
Ele soube dar vida ao Mirai/Mebius. Não consigo imaginar outra pessoa interpretando esse personagem. No seriado e nos filmes com os Irmãos Ultra ele representou Mebius como o "novato ingênuo", mas em Ultra Galaxy ele se mostrou como um guerreiro mais amadurecido. Nisso eu vejo o quão talentoso ele é.
Torço para que ele tenha sucesso em sua nova carreira. E que um dia ele volte a ser o Mebius quando necessário.

Ale Nagado disse...

Bem lembrado esse detalhe dele ter interpretado um Mebius mais experiente no longa Ultra Galaxy. A diferença ficou marcante mesmo, ponto para o trabalho de ator de Shunji Igarashi. Fará falta.

Abraço!

Natália Maria disse...

Olá!!

Eu já assisti a dois filmes com esse ator. Que incrível.

Um foi o Ultraman Mebius e Ultraman Brothers, na tv a pago também, na Cinemax ou MaxPrime e o Paradise Kiss. Quem diria que ele foi responsável por dar vida a Isabella.

Vendo depois de ler, até que possui uma certa coincidência.

Realmente não é fácil ser famoso no Japão. A pressão deve ser realmente grande mesmo...

Bom, de qualquer forma, boa sorte na nova empreitada da vida dele.

Até mais

Ale Nagado disse...

Oi, Natália. Não vi o Paradise Kiss, mas a julgar por algumas fotos, o Shunji Igarashi deve ter feito um bom trabalho de caracterização, pois o maior risco no papel de Isabelle era o de cair numa caricatura, num humor involuntário.

O ator fez um bom trabalho com Mebius e conseguiu interpretar o mesmo personagem em dois tempos diferentes: como um jovem inexperiente e, anos depois, já como um guerreiro veterano e amadurecido, mas sem perder o sorriso e a cordialidade característicos. Ponto pra ele.

Abraço!