terça-feira, 5 de novembro de 2013

A blogosfera recomenda - Parte 1

Olá. Conforme prometido no post de convocação, eis aqui a lista de indicações de especialistas, redatores e blogueiros que lidam com mangá, animê e afins. É uma lista de recomendações baseada em gostos pessoais, em características que por algum motivo chamaram a atenção dos convidados e que valem uma conferida. A lista representa um pouco da imensa diversidade que existe no universo pop japonês. Lembrando que uma regra colocada era a de que o material deveria ser inédito por vias oficiais no Brasil. 

Uma diversidade de estilos, temáticas e abordagens tão grande e radical que mostra como é impossível rotular mangás e animês de serem "todos iguais". Há obras voltadas para adultos, outras de apelo universal e outras ainda focadas em nichos de mercado. Todas têm sua relevância e por isso foram citadas por gente que sabe do que está falando. Pode ser uma chance de conhecer coisas novas, de explorar novos universos. Para mim, alguns títulos eu sequer tinha ouvido falar e foi uma experiência enriquecedora abrir espaço para tantos gostos e opiniões diferentes, incluindo a recomendação de séries que eu dificilmente abordaria aqui. 

Desde já, meu fraterno agradecimento aos colegas que permitiram a existência desta postagem. Boa leitura e curta os vídeos. 


1) Sugestões Blog do Gusta
Autor: Gusta

Mangá: Hokuto no Ken / Fist of the North Star

- Publicado no Japão nos anos 80, Hokuto no Ken foi um dos mangás mais violentos da época, publicado na revista mais famosa de mangás do mundo: Shonen Jump. Boa parte de suas inspirações (como o pseudônimo do roteirista, Buronson, do ator Charles Bronson) vieram de filmes de ação dos anos 70 e 80, especialmente Mad Max, do qual os autores retiraram elementos para o cenário e até alguns personagens. 

Conta a história de Kenshiro, um homem que vaga por um mundo devastado por uma guerra nuclear ajudando as pessoas do seu jeito: explodindo o que vê pela frente com golpes ao melhor estilo Bruce Lee.



Série de TV: Ergo Proxy 



- Uma das séries mais interessantes que já assisti, Ergo Proxy combina elementos cyber e steampunk, além de diversas citações interessantes a grandes filósofos, matemáticos, cientistas e artistas famosos, para a criação de um universo único. A história é ambientada em um futuro no qual humanos e androides (AutoReivs) convivem em um ambiente extremamente rígido. 

O anime foi lançado em 2006, contando com 23 episódios de alta qualidade, principalmente para os padrões de efeitos especiais da época e com uma trilha sonora impecável, com a participação das bandas MONORAL e Radiohead.


2) Sugestões NETOIN!
Autor: Carlírio Neto, mais conhecido como CNetoin ou Netoin

Mangá: Kami Nomi zo Shiru Sekai
("The World God Only Knows")

- A história da obra gira em torno de um jovem chamado Katsuragi Keima, que é bitolado por jogos que simulam encontros com garotas. Aliás, o rapaz prefere muito mais o envolvimento com as moças virtuais do que as da vida real. 

De tanto finalizar jogos deste segmento, o Keima auto proclamou-se como "O Rei/ Deus das Conquistas". Isto acabou chamando a atenção dos deuses, que enviaram uma emissária chamada Elsee para com ele formalizar um contrato, nos quais os dons de conquista do rapaz seriam elevados à sua vida real. 

Desde então, muitas aventuras e situações de risco (algumas sem ironia) passaram à fazer parte da vida do jovem Keima e de sua assistente, Elsee.


Série de TV: Kanon 2006




- Gostaria que um anime da Kyoto Animation viesse ao público brasileiro, dublado e com os atrativos que merece. Por isto minha sugestão vai para "Kanon 2006" (remake da obra original, datada de 2002). Neste anime, Yuiichi Aizawa acaba tendo que se mudar para a casa de sua tia e de sua prima, que vivem em uma cidade ao norte do Japão. 

Já se tinham se passado sete anos desde a última vez que o rapaz lá pisara. E houveram certos acontecimentos em tão distante período mas, que, incrivelmente, Yuiichi não se recorda deles. O anime conta como o Yuiichi vai se socializando em sua nova morada, amizades feitas, cotidiano, enlaces amorosos que surgem e, obviamente, o segredo do porque de ele ter esquecido tantos eventos que correram há sete anos atrás. 
Um anime de drama, com comédia, romance e slice-of-life na medida, uma verdadeira pérola da Key Visual Arts (detentora da obra) em parceria com o estúdio Kyoto Animation.

3) Sugestões Mundo Mazaki
Autora: Lilian Kate Mazaki, ou LKMazaki

Mangá: Hajime no Ippo - The Fighting!

- Mangá sobre o crescimento do garoto Ippo através do boxe. Publicado desde 1989 por George Morikawa na revista Shonen Magazine, já tem mais de 1000 capítulos de mangá e não dá sinais de que vai terminar enquanto o autor viver.

Hajime no Ippo é fascinante. Traz adrenalina, humor e lições de vida em medidas exatas. Mesmo sendo uma obra tão extensa, quem começa a ler não consegue mais se desvincular da série, apesar do tamanho. Não é muito popular pelo traço e tamanho, mas sou apaixonada  pelos desafios e lutas do Ippo e seria incrível poder ter os volumes em português para ler e reler.

(*Nota do editor: Ao pé da letra, "Hajime no Ippo" seria "Primeiro passo," mas Ippo é o nome do lutador. É daqueles casos em que a tradução sempre fica imprecisa.)

Série de TV: Sayonara Zetsubou Sensei 
("Adeus, Professor Desespero")



- Um anime nonsense sobre um professor esquizofrênico com alunas igualmente loucas. Baseado em mangá de mesmo nome e contando com quatro temporadas de animação, sendo uma em OVA.

Sou apaixonada por comédias nonsense e Zetsubou Sensei vai aos extremos do humor negro para isso, usando sempre do ponto de vista japonês, ridicularizando este muitas vezes. É um anime que adoro ver e rever sempre, um dos melhores de todos.

4) Sugestões do Outros Papos
Autor: Patrick Raymundo de Moraes


Mangá: Kuroko no Basuke 
("O basquete de Kuroko")

- Título da editora Shueisha, ganhou força com a série animada e possui um estilo muito bom para se narrar uma história sobre jogadores de basquete. 

A arte de Tadatoshi Fujimaki possui grande qualidade e ele sabe, como disse, contar uma história. 

O ritmo do mangá é incrível e eu gosto de como o autor enquadra as cenas e os ângulos usados. Como já possui mais de 24 volumes, então, seria um prato cheio para qualquer editora. 



Série de TV: Ah! Megami-samá / 
Oh My Goddess!


 


- Uma das mais belas histórias de amor que conheci em animê. A história de amor, entre uma deusa e um humano, encanta-me pela simplicidade, pelo equilíbrio entre humor e romance, e pela beleza dos personagens. O trabalho técnico, e artístico da AIC é sempre excelente e a história cria empatia. 

O filme, o OVA, e uma série animada já passaram aqui via Locomotion. A série de 2005 e 2006, somando 52 episódios, tem tudo para agradar aos fãs. Todo esse material ainda é inédito em TV aberta, então, existe muito conteúdo para divulgar.

5) Sugestões Casa do Boneco Mecânico
Autor: Usys 222




Mangá: Shinryaku! Ika Musume 
("A Invasão da garota lula")

- Esse mangá é bem simples, contando as desventuras da Garota Lula que vem invadir o mundo da superfície. Mas ela acaba se maravilhando com as coisas da terra e aprendendo coisas novas. 

Os costumes japoneses são explicados com detalhes para a Garota Lula, o que é bom para o leitor não-japonês, que também acaba aprendendo. 

Os personagens simpáticos e a atmosfera nostálgica fazem desse mangá uma leitura gostosa.



Série de TV: Stein´s Gate



- Baseado em um jogo para XBox 360, com uma estória extremamente bem estruturada, na qual  o autoproclamado "cientista louco", Rintaro Okabe desenvolve uma máquina que manda mensagens de SMS para o passado e com isso consegue alterar a história.. 

 A cada episódio que passa a gente vai vendo a "máquina" sendo montada até o fatídico capítulo 12 em que os autores decidem "ligar o engenho". Mas logo dá para ver as consequências de se manipular o tempo e de "brincar de Deus".



6) Sugestões Tatisatsu
Autora: Tatiane (Taty) de Souza

Mangá: GTO (Great Teacher Onizuka) (*)

- Mangá de Tohru Fujisawa publicado no Japão 1997 a 2002, apresenta um traçado forte, contudo despojado, com alguns detalhes curiosos e evoluindo de forma significativa durante os anos, desenvolvendo um traçado mais jovial e bem definido.

Definitivamente, esse mangá tinha tudo para não me cativar, pois sua linguagem é um pouco mais apimentada, sem a doçura e a cordialidade de qual tanto gosto para viajar nas histórias. O que me cativou em GTO foi basicamente a ousadia, além de apresentar uma simetria única no desenvolvimento do personagem principal Eikichi Onizuka, que apesar de ser carismático tinha atitudes desprezíveis e até inapropriadas para o contexto.

Porém, não posso negar que ele teve uma iniciativa ímpar, acreditou que poderia fazer a diferença, foi lá e fez, enfrentando todo tipo de dificuldade. Gostei desse mangá por conseguir  me surpreender de forma única, foi responsável por me fazer sair da mesmice, da minha zona de conforto. (* Para leitores maduros.)

Série de TV: Q 10 / Kyuuto (dorama)


(Vídeo com as primeiras cenas e o título.)

- Novela (Romance) exibida pela NTV (Japão), no período de 16 de outubro de 2010 a 11 de dezembro de 2010, com apenas 9 episódios de 50 minutos. A estrutura desse drama perpassa por questões filosóficas e reflexivas, precisa assisti-la com um olhar diferenciado, pois à primeira vista aparenta ser uma série bobinha e muito melosa. 

Apesar da trama focalizar em Heita Fukai (Takeru Sato/ Kamen Rider Den-O) e como ele lida com chegada da nova colega de escola, Karen Kyuuto (Atsuko Maeda/ ex-AKB48), os demais personagens são bem trabalhados e aprofundados dentro de sua própria problemática. A produção não é nada espetacular, mas tem uma trilha musical interessante e referências aos universos otaku e de tokusatsu (especificamente o Kamen Rider).

(Continua na segunda e última parte desta postagem. Confira no dia 8 de novembro.)

************
- Concorda com as indicações? Discorda? Conte sua opinião sobre o que os bloguerios escreveram ou, melhor ainda, faça suas próprias sugestões. 

3 comentários:

Carlírio Neto disse...

Saudações

Fico contente em ver o como este tipo de post pode agregar em valor e conhecimento para todos. E sim, ver meu site e nome ali citados me deixou feliz.

Bom trabalho, nobre.
Espero que seja do apreço de todos os visitantes da casa.

No anseio do segundo post.


Até mais!

Natália Maria disse...

Olá!!

Tem uns títulos ai que eu queria muito ver. Só não sei porque não o fiz ainda.

Lendo esse post me toquei que poderia ter indicado Kuroko no Basket. xD Quase não envio minha sugestão por causa disso.

Estou vendo a lista de muitos - assim como a minha - aumentar bastante com essas sugestões.

Bela iniciativa Alexandre. No aguardo pelo post do dia 08.

Até

Ale Nagado disse...

Carlírio e Natália, em primeiro lugar quero agradecer a vocês pela generosa participação. Obrigado mesmo.

Eu gosto de troca de ideias e experiências. Ao abrir o blog para opiniões e gostos diferentes, eu acredito estar contribuindo para uma divulgação cultural com muita diversidade, e algo tão abrangente não pode ser feito sem muita ajuda.

Descobri alguns títulos dos quais nunca tinha ouvido falar e isso é a parte mais divertida do projeto.

Se não houver nenhum imprevisto, dia 8 eu completo a postagem.

Abraços!!