quarta-feira, 23 de outubro de 2013

doa - Rock e velocidade

Daiki, Ohta e Akihito - doa
Em 2004, a produtora Tsuburaya quis renovar sua franquia Ultraman, apresentando o que seria um novo marco zero para o herói. Veio o filme ULTRAMAN (lançado em DVD no Brasil como Ultraman The Next) e sua sequência, a série de TV Ultraman Nexus. Com mais violência, complexidade e melhor nível de produção que o convencional, acabou decepcionando do ponto de vista comercial. Isso levou a uma retomada de conceito e, mais tarde, até a cronologia original foi retomada. Mas Nexus é uma série cult, considerada um êxito criativo e é um ponto de referência pra muita gente. Pra embalar toda essa proposta diferenciada, o estúdio convidou uma banda alternativa de rock com um som vigoroso e autoral, o doa
Ultraman Nexus:
aventuras
arrojadas ao
som do doa

Surgido em 2004, o conjunto é composto por dois experientes músicos de estúdio que se uniram a um piloto de corridas com muito talento para o rock. O nome vem da junção das letras dos nomes dos membros, a saber: Daiki Yoshimoto (voz), Shinichiro Ohta (guitarra, violão e voz), e Akihito Tokunaga (baixo e voz). A sigla é oficialmente grafada como "doa", tudo em letras minúsculas. No Japão, é comum nomes artísticos usarem caracteres ocidentais priorizando a estética. Por isso, há artistas que grafam tudo em maiúsculas e outros, tudo em minúsculas, como é o caso do doa. Existe uma banda canadense de punk rock chamada D.O.A. e isso confunde um pouco na hora de buscar vídeos do grupo, pois o público em geral não se atenta muito à grafia correta. 


No doa, não há um baterista oficial, o que não é problema para o trio, cujos instrumentistas estão acostumados ao trabalho freelancer tanto de estúdio quanto de palco, tocando com pessoas diferentes a todo momento. A identidade do doa consiste principalmente na combinação dos três na criação das músicas e em sua harmonia vocal. E juntos, guitarra e baixo (e um eventual violão) têm um peso que muitas bandas mais numerosas não conseguem.



Hiroki (Daiki) Yoshimoto:
astro do rock e piloto de
corridas. Respeitado nos
dois mundos.
(Foto: 
rectaprincipal.wordpress.com)
O vocalista Daiki Yoshimoto é conhecido como Hiroki Yoshimoto no mundo do automobilismo. Tanto "Hiroki" quanto "Daiki" têm a mesma escrita no sistema de ideogramas japoneses, o kanji, só mudando a pronúncia. É piloto profissional das categorias Super GT e World Touring Car, categoria que o trouxe duas vezes ao Brasil (2011~12) , além de acumular 4 temporadas na GP2 Series e passagens em diversas categorias de base. 

Yoshimoto já subiu ao pódio algumas vezes (incluindo como primeiro colocado), sendo um piloto competitivo e respeitado. Ele consegue conciliar suas atividades com a banda sem que isso prejudique as temporadas que disputa, ao menos por enquanto. Entretanto, se ele ambiciona chegar às categorias maiores do automobilismo, terá que fazer uma escolha, mas ouvindo o doa, é difícil imaginar ele largando a música. Talvez vê-lo comemorando num pódio crie a mesma impressão em relação ao automobilismo. 

Hiroki (Daiki) Yoshimoto correndo
pela categoria Super GT

O guitarrista Shinichiro Ohta já tocou com B´z, Koshi Inaba e Zard, todos pesos pesados do mercado musical japonês, enquanto Tokunaga tocou com eles e também com Tube, Misia, Deen, Field of View e muitos outros. Nas gravações do doa, o baixista mostra suas habilidades com piano, órgão, bandolim, percussão e cuida da programação eletrônica e parte técnica. 

O primeiro single do doa, "Hi no tori no you ni" (ou "Como uma fênix", de 2004) se inspirou na melodia e pegada folk do grupo americano Eagles e seu clássico Hotel California, mas logo mostraria uma sonoridade mais pesada. Logo no começo de carreira, ganharam grande projeção com seu segundo single, "Shiro no Jumon" (2004), sendo usado como segundo tema de encerramento do animê de ação Saiyuki Reload Gunlock
doa - Hard rock no mundo das anisongs
Depois, o grupo tirou a sorte grande ao ter sua música "Eiyuu" ("Hero", 2004) veiculada como primeira abertura da série Ultraman Nexus. A segunda música de abertura, "Aoi kajitsu" ("Fruto azul", 2005), também é deles. Diferente de muitos temas, os de doa para Nexus não foram encomendados, mas selecionados. Especialmente o primeiro, caiu como uma luva. Vale ressaltar que o mercado de música no Japão ainda é movido à vendagem de CDs. Ter uma faixa entre os temas musicais do Universo Ultra significa ter o trabalho incluído em infindáveis coletâneas vendidas em diferentes combinações ao longo dos anos, além de muitas versões. Com "Eiyuu" não foi diferente, tendo saído uma versão muito boa com o grupo oficial da Tsuburaya, o Voyager, em 2010Em janeiro de 2013, lançaram seu sétimo álbum, "Ride on", que tem preview das canções aqui


Com seu som inclinado ao hard rock, o doa pode ser incluído na vertente J-rock, a ala mais pesada da música japonesa. Porém, diferente de boa parte dos artistas J-rock, o doa passa longe de maquiagens, roupas extravagantes e acessórios chamativos. Seu foco é, pura e simplesmente, fazer um bom - e nunca velho - rock´n roll. 

Eiyuu ("Herói")



Shiro no jumon ("Magia branca")


Site oficial doawww.d-o-a.jp

Site oficial Hiroki Yoshimotowww.hiroki-yoshimoto.com

4 comentários:

Bruno Seidel disse...

Aeeeee!!! Estava aguardando com grandes expectativas um post como esse! Ultraman Nexus é uma das minhas séries preferidas e uma trilha tão eletrizante e empolgante como Eiyuu e Aoi Kaijitsu estavam à sua altura. A série foi tão curta (37 episódios apenas), mas pelo menos não deixou a peteca cair e nem passou aquela sensação de encheção de linguiça pra fechar na casa dos 50 episódios. Depois que conheci o trabalho do doa em Nexus, resolvi correr atrás de alguns outros sucessos da banda pela internet e, realmente, por vezes esbarrei no grupo canadense.

Queria que houvessem mais participações do doa em séries de Tokusatsu, pois a banda teve uma passagem realmente marcante em Nexus.

Aliás, achei muito interessante essa curiosidade de que as músicas do Nexus não foram encomendadas e sim selecionadas. Por essa eu não esperava mesmo, até porque a letra de Eiyuu tem TUDO A VER com a série.

Excelente post, Nagado! Tem coisas que a gente só encontra aqui no Sushi Pop mesmo.

Ale Nagado disse...

Fala, Bruno.

Bom, vamos a um esclarecimento: Não encontrei um texto falando claramente que as músicas do doa foram selecionadas e não encomendadas para Nexus. O que vi foram muitos indícios: O clipe promocional não faz alusão alguma a Nexus, nem a capa do single. Eles não são ligados a tokusatsu ou Ultraman e nem se tornariam ligados a esses temas depois de Nexus. O longa ULTRAMAN teve uma canção do TMG (Tak Matsumoto Group), com o qual o baixista do doa já colaborou. Talvez o TMG tenha feito a ponte para a indicação do doa, mas isso não é mencionado.

O doa já havia lançado algumas canções (nenhum grande hit até aquele momento) e seu som hard rock se encaixava bem na atmosfera que pretendiam, e tinham conexão com o som do TMG.

Ou seja, tomei a liberdade, com base nos indícios, de escrever que fora material selecionado. E isso não é tão raro acontecer.

A música é encomendada, obviamente, quando a letra fala do herói ou da série nominalmente, como é comum acontecer com tokusatsu ou animês de heróis.

E o que acontece muito é um contrato entre gravadoras e produtoras. As gravadoras usam séries para promover seus artistas, o que já fez inúmeros animês terem músicas pop que poderiam tocar em qualquer lugar, sem ter identificação com a série. (Isso até motivou a criação do JAM Project).

Eu não sei se foi um contato da Tsuburaya com a banda ou se foi contato da gravadora Giza com a Tsuburaya. De qualquer forma, pareceu-me, com pouca margem de erro, que alguém selecionou o doa e aquelas canções específicas. E isso trouxe novidade musical ao Universo Ultra.

Espero ter esclarecido.
Abraço!

Natália Maria disse...

Olá!!

Por ler de relance o nome da banda acredite. Eu confundi com Do As Infinity (DOA). rsrsrsrrs

E sim, a banda possui uma batida folk muito agradável, contudo, não faz meu estilo....

É legal poder conhecer mais sobre o universo ultra. E não ficar só ligada no mesmo, com relatos sobre episódios, produção etc.

Até mais

Ale Nagado disse...

E aí, moça.

Legal que você busque informação variada. O Universo Ultra está absurdamente interligado à cultura pop japonesa. Mesmo que atualmente não tenha a popularidade de décadas passadas, Ultraman (e Ultraseven e cia.) influenciou ou foi homenageado em inúmeras produções, incluido Pokémon, Patlabor, Dragon Ball e Evangelion, só pra citar alguns.

Espero ainda contar mais sobre essas ligações.

Abraço! (E obrigado pela visita.)