terça-feira, 1 de maio de 2012

Boletim 36: AKB0048 - Idols no espaço


No último dia 29, estreou no Japão o animê AKB0048, série do maior fenômeno pop deste século, a banda AKB48. A história se passa no futuro, em uma colônia da Terra para onde parte da humanidade migrou após o colapso do meio ambiente. Lá, em meio a uma guerra que se desenrola, a música é proibida por ser mera distração na visão de um governo autoritário. Então, um grupo de estudantes que sonha em brilhar no palco se inspira no espírito vibrante das lendárias AKB48 do passado, a fim de proteger as pessoas e reviver a música e o direito de sonhar. Bobinho, mas executado com maestria, pelo que se vê no vídeo promocional abaixo.



Vídeo promocional da série AKB0048.

Nos bastidores, está Shoji Kawamori, famoso pela série Macross, que tinha como premissa a ideia descabida - mas executada com um real senso de encantamento - de que uma canção de amor poderia parar uma guerra. O sucesso da personagem central  Lynn Minmei (dublada pela cantora Mari Iijima) consolidou o casamento do florescente J-pop nos anos 1980 com o animê. Três décadas depois de ajudar a criar a primeira pop idol dos animês, Kawamori tem a missão de dar requinte e credibilidade a mais um produto a ostentar a marca AKB48. É dele a direção, criação do enredo original e também o design mecânico. Sua presença, além de conferir qualidade artística, ainda atrai uma base de fãs que vai se somar aos fãs das meninas. Mais ou menos como os empresários já fizeram antes ao colocar algumas integrantes para coestrelar o recente filme Ultraman Saga



Os temas de abertura e encerramento são do grupo No Name, uma das várias subdivisões do AKB48. A produção é do estúdio Satelight e a série está prevista para durar 27 episódios. Com essa empreitada, o megagrupo pré-fabricado finca pé no mundo dos animês, e o faz trazendo como escudeiro um diretor renomado. Mesmo para quem não tem paciência para garotinhas assim (reais ou desenhadas), o título acaba despertando alguma curiosidade. 


Aguarde, para amanhã, um post contando um pouco sobre a invasão AKB48 na cultura pop japonesa. Mas já aviso que será um olhar crítico e de mercado, não de exaltação dessas cantoras.


Site oficial: akb0048.jp


2 comentários:

Bruno Seidel disse...

Só existe algo pior do que testemunhar de perto esse exagero que é a invasão do grupo AKB48 em todas formas de mídia possíveis, que é imaginar até que ponto isso tudo pode chegar.

Alexandre Nagado disse...

Com o mercado em crise e com elas ganhando cada vez mais força, não vou estranhar se logo contratarem nomes de ainda mais peso que o de Kawamori para trabalharem para elas.

Pra quem gosta, deve ser o melhor dos mundos. Não é o nosso caso.

Abraço!