RECADO AOS VISITANTES:

Olá! O blog está de férias, mas já estou trabalhando em novas postagens. O Sushi POP voltará a ser atualizado no dia 1 de agosto (terça), no período da tarde.

O que vem por aí:
- Ultraman Geed, Novo Lobo Solitário, resultado da convocação para trabalhos acadêmicos e mais!

Esteja aqui para conferir. Até breve!

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Boletim 35 - Kamen Rider vs Super Sentai: A música do filme

O filme Super Hero Taisen - Kamen Rider vs Super Sentai estreou no último dia 21 de abril e no primeiro final de semana ficou em primeiro lugar nas bilheterias japonesas, arrecadando mais de 5 milhões de dólares logo de cara. Uma ótima marca no mercado japonês. 

E hoje, 25 de abril, foi a vez do lançamento do single com a música tema do filme, a canção Jounetsu ~ We are brothers, do coletivo Hero Music All Stars, organizado pela gravadora AVEX. A música seguiu o espírito de confraternização do longa e reuniu um time enorme de cantores conhecidos entre fãs de anime songs. "Jounetsu" significa "entusiasmo", "paixão", itens que não podem faltar quando o assunto é cantar uma música sobre super-heróis.



A lista reuniu as Kamen Rider GIRLS com Shiina Yoshiharu, Aya Kamiki w/ TAKUYA, RIDER CHIPS, m.c.A-T, Rica Matsumoto e o Project R, que por si só já inclui Hideaki Takatori, NoB, Tsuyoshi Matsubara, Psychic Lover, Takafumi Iwasaki, Sister MAYO, Takayoshi Tanimoto, Hideaki Takahashi, Mayumi Gojou, Saki Oshitani, Hiroaki Kagoshima, Kenichiro Oshi e ZETKI. Entre talentos evidentes e umas forçadas de barra, ficou realmente uma gravação interessante.

A composição foi de Shoko Fujibayashi (letra) e AYANO (melodia), com arranjo escrito por RIDER CHIPS, Junichi “IGAO” Igarashi e Kotaro Nakagawa. Confira:


(Tenha paciência e espere carregar o anúncio obrigatório
antes do clipe. É chato, eu sei...)


Fontes: JEFusion, JAM Freaks 


Atualização em 01/05/2012:
- Confira a letra traduzida da canção aqui. (J-Lyrics)



sexta-feira, 20 de abril de 2012

Boletim 34 - Nova expo de Yoshitaka Amano

Aquarela de Yoshitaka Amano, produzida em
sua recente visita ao Brasil
Quem perdeu a recente visita do renomado ilustrador japonês Yoshitaka Amano poderá ainda conferir uma nova temporada da exposição com suas artes, incluindo quatro peças inéditas, feitas no Brasil. A mostra irá incluir pinturas em aquarela, litogravuras e será exibido um trailer da animação Deva Zan. Confira as informações:


Exposição Yoshitaka Amano in Brazil
Data: de 10 a 30 de maio de 2012
Segunda a sexta, das 10h às 18h
Sábados, das 10h às 15h



Local: JOH MABE Espaço Arte e Cultura 
Av. Brigadeiro Luiz Antônio, 4225
Jardim Paulistano – São Paulo
Tel: (11) 3885-7140
Emailjmabeart@mabe.com.br

Entrada gratuita


Realização:
Fundação Japão em São Paulo

JOH MABE Espaço Arte e Cultura



Sites
www.fjsp.org.br
gameworld.com.br/expo/
johmabeart.com.br/site/

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Desvendando o Mangá Nacional


Cada vez mais obras teóricas sobre quadrinhos vêm sendo lançadas no Brasil nos últimos anos, abordando os mais diversos segmentos da chamada nona arte. Do pioneiro livro Shazam! (Ed. Perspectiva, 1970) de Álvaro de Moya até hoje, dezenas de obras já foram publicadas.

domingo, 15 de abril de 2012

Vídeo: Masakazu Katsura em ação!

Um dos meus desenhistas de mangá favoritos é Masakazu Katsura, de séries como Video Girl Ai, Shadow Lady, I"s, Wingman e muitas outras obras. Sempre achei interessante ver um desenhista em ação. Mesmo em vídeo, é sempre inspirador para quem desenha poder presenciar momentos assim, ainda mais sendo um autor renomado como Katsura. Aos 49 anos, ele mostra porque é um dos mais habilidosos ilustradores de sua geração.








Fonte: Crunchyroll
Site oficial do autor: http://k2r.main.jp/

E se você ficou curioso em ver como é a tal adaptação de Zetman, confira o trailer dessa animação para jovens adultos, que estreou no Japão no começo de abril, com produção da TMS Entertainment.



quarta-feira, 11 de abril de 2012

Boletim 33: Público japonês elege seus maiores heróis e heroínas

Luffy e Goku: Os maiorais entre os heróis
Uma recente pesquisa sobre quem são os 50 maiores heróis e heroínas de animê e tokusatsu mobilizou a TV Fuji, que dedicou um especial sobre o assunto no último dia 5 de abril. 


O Top 50 foi anunciado como sendo a escolha de 130 milhões de pessoaso número aproximado da população japonesa. Exageros à parte, foi feita uma amostragem com 14 mil pessoas, de diferentes faixas etárias e ambos os sexos, exceto crianças (provavelmente pelo pouco conhecimento para opinar). O resultado principal aparece nas listagens abaixo, em ordem decrescente:


Joe Yabuki, de Ashita no Joe: Um
personagem que marcou época.
Top 50 - Heróis
50. Golgo 13
49. Bem (Yōkai Ningen Bem)
48. Spiderman (*)
47. Joe Shimamura ~ 009 (Cyborg 009)
46. Kaede Rukawa (Slam Dunk)
45. Harlock (Uchuu Kaizoku Captain Harlock)
44. Akaranger (Himitsu Sentai Goranger)
43. Kamen Rider Black
42. Akakage (Kamen no Ninja Akakage)
41. Shinnosuke Nohara (Crayon Shin-chan)
40. Gan-chan (Yatterman)
39. Koji Kabuto (Mazinger Z)
38. Kamen Rider V3
37. Goemon Ishikawa (Lupin III)
36. Kira Yamato (Mobile Suit Gundam Seed)
35. Retsu Ichijōji (Space Sheriff Gavan)
34. Ken the Eagle (Science Ninja Team Gatchaman)
33. Edward Elric (Fullmetal Alchemist)
32. Gekkō Kamen
31. Ultraman Tarō
30. Kamen Rider Kabuto
29. Conan (Future Boy Conan)
28. Kamen Rider Kuuga
27. Kinnikuman
26. Daisuke Jigen (Lupin III)
25. Tetsurō Hoshino (Galaxy Express 999)
24. Kenshin Himura (Rurouni Kenshin)
23. Tuxedo Kamen (Sailor Moon)
22. Kamen Rider Den-O
21. Akira Fudō (Devilman)
20. Shinji Ikari (Neon Genesis Evangelion)
19. Hanamichi Sakuragi (Slam Dunk)
18. Anpanman (Soreike! Anpanman)
17. Naoto Date (Tiger Mask)
16. Ryō Saeba (City Hunter)
15. Amuro Ray (Mobile Suit Gundam)
14. Susumu Kodai (Space Battleship Yamato - Patrulha Estelar)
13. Tatsuya Uesugi (Touch)
12. Char Aznable (Mobile Suit Gundam)
11. Kenshirō (Fist of the North Star)
10. Joe Yabuki (Ashita no Joe)
09. Hoshi Hyūma (Kyojin no Hoshi)
08. Atom (Tetsuwan Atom/ Astro Boy)
07. Ultraman
06. Conan Edogawa (Detective Conan)
05. Ultraseven
04. Kamen Rider 1 (Kamen Rider)
03. Lupin III
01. Son Goku (Dragon Ball)
01. Monkey D. Luffy (One Piece)

(*) Esse Spiderman citado é referente ao seriado tokusatsu produzido pela Toei Company em 1978. O seriado, de grande sucesso, somente utilizou o visual e poderes do herói da Marvel Comics (devidamente licenciado), colocando-o num contexto novo, ao estilo dos heróis que lutam contra monstros.


Minami Asakura, de Touch: Sem
superpoderes, mas esbanjando
carisma há décadas.
Top 50 - Heroínas
50. Kaoru (City Hunter)
49. NANA Osaki (NANA)
48. Kiki (Kiki's Delivery Service)
47. Kyōko Otonashi (Maison Ikkoku)
46. Dokin-chan (Soreike! Anpanman)
45. Francoise Arnoul ~ 003 (Cyborg 009)
44. Akane Tendō (Ranma ½)
43. Snow White (Shirayuki Hime no Densetsu)
42. Lum (Urusei Yatsura)
41. Anne Shirley (Anne of Green Gables)
40. Saki Asamiya (Sukeban Deka)
39. Maya Kitajima (Glass Mask)
38. Megu Kanzaki (Majokko Megu-chan)
37. Sara Crewe (A Little Princess Sara)
36. Bijinder (Kikaider-01)
35. Uran (Tetsuwan Atom/ Astro Boy)
34. Megumi Noda (Nodame Cantabile)
33. Doronjo (Yatterman)
32. Clarisse de Cagliostro (Lupin III: The Castle of Cagliostro)
31. Akiko Hoshi (Kyojin no Hoshi)
30. Benio Hanamura (Haikara-san ga Tōru/ Smart-san)
29. Hitomi Kisugi (Cat's Eye)
28. Reika Ryūzaki (Ace o Nerae!)
27. Yuria (Fist of the North Star)
26. Momoranger (Himitsu Sentai Goranger)
25. Yui Hirasawa (K-ON!)
24. Haruhi Suzumiya (The Melancholy of Haruhi Suzumiya)
23. Bulma (Dragon Ball)
22. Sohryu Asuka Langley (Neon Genesis Evangelion)
21. Sayla Mass (Mobile Suit Gundam)
20. Arale (Dr. Slump)
19. Hiromi Oka (Ace o Nerae!)
18. Ran Mōri (Detective Conan)
17. Nausicaä (Kaze no Tani no Nausicaä)
16. Sapphire (Ribbon no Kishi)
15. Yuki Mori (Space Battleship Yamato - Patrulha Estelar)
14. Momoko Sakura (Chibi Maruko-chan)
13. Kozue Ayuhara (Attack No. 1)
12. Honey Kisaragi (Cutie Honey)
11. Atsuko (Himitsu no Akko-chan)
10. Oscar François de Jarjayes (Rose of Versailles ~ Lady Oscar)
09. Anne Yuri (Ultraseven)
08. Rei Ayanami (Neon Genesis Evangelion)
07. Sally Yumeno (Mahōtsukai Sally)
06. Usagi Tsukino (Sailor Moon)
05. Nami (One Piece)
04. Heidi (Alps no Shōjo Heidi)
03. Maetel (Galaxy Express 999)
02. Fujiko Mine (Lupin III)
01. Minami Asakura (Touch)
TOP 5 HERÓIS E HEROÍNAS NOVOS:
01. Miyuki Hoshizora (Smile Precure!)
02. Toriko (Toriko)
03. Nozomu Taiga ~ Ultraman Zero (Ultraman Saga)
04. Asemu Asuno (Mobile Suit Gundam AGE)

05. Madoka Kaname (Puella Magi Madoka Magica) OS FAVORITOS POR FAIXA ETÁRIA:
A pesquisa também apontou os mais queridos por faixa etária. Primeiro aparecem os 3 masculinos e depois as personagens femininas.


Sailor Moon: Ainda a preferida
para muita gente que
cresceu vendo a série
original, há 20 anos.
Os favoritos entre adolescentes:
01. Monkey D. Luffy (One Piece)
02. Conan Edogawa (Detective Conan)
03. Kamen Rider Den-O (Kamen Rider Den-O)


01. Nami (One Piece)
02. Ran Mōri (Detective Conan)
03. Yui Hirasawa (K-ON!)


Eleitores de 20 a 29 anos:
01. Son Goku (Dragon Ball)
02. Monkey D. Luffy (One Piece)
03. Tuxedo Kamen (Sailor Moon)


01. Usagi Tsukino (Sailor Moon)
02. Minami Asakura (Touch)
03. Nami (One Piece)


De 30 a 39 anos:
01. Son Goku (Dragon Ball)
02. Monkey D. Luffy (One Piece)
03. Char Aznable (Mobile Suit Gundam)


01. Minami Asakura (Touch)
02. Nausicaä (Nausicaä of the Valley of the Wind)
03. Fujiko Mine (Lupin III)


De 40 a 49 anos:
01. Lupin III
02. Kamen Rider 1 (Kamen Rider)
03. Ultraseven


01. Maetel (Galaxy Express 999)
02. Fujiko Mine (Lupin III)
03. Honey Kisaragi (Cutie Honey)


De 50 a 59 anos:
01. Ultraseven
02. Hoshi Hyūma (Kyojin no Hoshi)
03. Ultraman


01. Sally Hoshino (Mahōtsukai Sally)
02. Fujiko Mine (Lupin III)
03. Anne Yuri (Ultra Seven)

60 anos ou mais:
01. Atom (Mighty Atom/Astro Boy)
02. Hoshi Hyūma (Kyojin no Hoshi)
03. Joe Yabuki (Ashita no Joe)


01. Heidi (Alps no Shōjo no Heidi)
02. Maetel (Galaxy Express 999)
03. Fujiko Mine (Lupin III)

Pai e filho consagrados: Seven é
o favorito entre os cinquentões
e seu filho Zero é
destaque entre os heróis
mais recentes.


Análise dos resultados:
É interessante ver certos personagens antigos, líderes entre o público mais velho, que também aparecem muito bem cotados na listagem geral, que abrange todas as idades. É o caso dos clássicos Ultraman, Ultraseven e Kamen Rider


Cyborg 009 e o casal Susumu Kodai e Yuki Mori (Yamato) foram votados com base em versões antigas. Com a estreia de seus remakes, obviamente podem conquistar uma nova faixa etária e melhorar seu posicionamento em pesquisas futuras. Essas votações são extremamente influenciadas pelo momento, obviamente. O que torna digno de nota que a heroína mais lembrada tenha sido Minami Asakura, de Touch, uma já antiga comédia romântica sobre esportistas criada a partir de mangá de Mitsuru Adachi. One Piece é o maior sucesso editorial em seu país e isso impulsiona o animê, claro. Mas ver o herói da vez, Luffy empatado com Goku, astro de uma série relativamente antiga, dá ideia da dimensão da popularidade que Dragon Ball Z ainda possui. Ambas as séries em mangá nasceram das páginas da Shonen Jump.


E falando em Jump, alguém notou a ausência de Naruto? Teria relação com o fato de Naruto pertencer à TV Tokyo, concorrente da TV Fuji? Aliás, tanto One Piece quanto DBZ são séries da TV Fuji. Caso semelhante com os Cavaleiros do Zodíaco, exibidos originalmente na TV Asahi. Muitos dos personagens listados na pesquisa nunca foram exibidos pela Fuji, mas é no mínimo estranho que uma pesquisa que se proponha tão abrangente tenha ignorado Naruto e outros fortes concorrentes que não apareceram nem entre os 50. Enfim, lista é pra discutir mesmo, nunca vai agradar a todos, mas sem dúvida essa pesquisa dá dicas interessantes sobre o comportamento e os gostos de boa parcela do público japonês. Vale o registro.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Boletim 32: Gon - Novo animê adapta famoso mangá




Uma das novas animações da temporada de estreias no Japão é Gon, adaptação de um já clássico mangá do autor Masashi Tanaka. Conta as aventuras de um filhote de tiranossauro rex inexplicavelmente circulando por ambientes selvagens atuais. Voraz, insaciável, infantilmente egoísta e totalmente destrutivo, Gon é geralmente o pesadelo para quem o encontra. Suas aventuras em mangá são mudas, não há narrador ou diálogos e a arte é realista, com uma incrível narrativa visual. O personagem surgiu na revista juvenil semanal Morning (Ed. Kodansha) em 1992 e gerou 7 volumes encadernados. Gon ficou relativamente conhecido no Japão por ter aparecido no game Tekken 3. Agora, sendo astro de uma série, deve se tornar muito mais famoso, conquistando um novo público.


A animação, toda em CG, é de uma produtora coreana, a Daewon Media, que firmou parceria com a Kodansha no projeto de adaptar o personagem para a TV.


As aventuras de Gon são originalmente violentas e o vídeo promocional mostrado acima dá a impressão de uma transposição bastante fiel. Já a abertura (abaixo) escancara a impressão de que transformaram Gon (que agora tem até voz) em um personagem bem infantil, com uma música fofinha. E "fofinho" não é um adjetivo que combine com esse filhote de tiranossauro rex que não lembra em nada o gentil Horácio do Mauricio de Sousa


Em 2003, a Conrad Editora lançou os primeiros três volumes de Gon. Resenhei o primeiro deles, o qual gostei muito. Confira a resenha aqui.

Seguindo o plano de relançar e popularizar o personagem, um novo game será lançado em julho, para a plataforma Nintendo 3DS. Gon estreou no dia 2 de abril na TV Tokyo e é exibido toda segunda-feira, às 18h00. 



quarta-feira, 4 de abril de 2012

Comprando itens de cultura pop japonesa pela web

O maior desafio para quem mantém um site ou blog é como monetizar seu espaço na web. Na maioria dos casos, anúncios e sistemas de afiliação são os mais procurados e práticos de utilizar, mas só dão algum retorno se o site tem centenas de milhares de acessos diários. Na maioria dos casos, o que existe é um batalhão de blogueiros divulgando anunciantes quase gratuitamente, recebendo centavos. 


Aqui no Sushi POP eu tenho dois sistemas de afiliação. Um é o Cursos 24 Horas, que paga uma comissão legal, mas somente por matrículas efetuadas, o que torna mais difícil ganhar algo. O outro que uso aqui é o Play-Asia, uma loja virtual de produtos asiáticos. Eles pagam uma comissão bem modesta por cliques nos anúncios e comissões melhores por compras efetuadas. Rende alguns dólares escassos, mas o maior motivo de manter os boxes da Play-Asia no site é mostrar produtos variados dentro do universo de assuntos de interesse deste blog. 


Não vou ficar pedindo que cliquem nos anúncios pelos centavos que isso gera e nem ficar pedindo que comprem os produtos. Mas eu convido todos a conferirem alguns, ao menos para conhecer. Seja livros de arte, figuras em PVC, DVDs, CDs e uma infinidade de itens interessantes, que podem se tornar pequenos sonhos de consumo para entrar na lista de alguém. Então, boa navegação e até a próxima. 



COMPRANDO MANGÁS EM PORTUGUÊS PELA WEB:


Bom, aproveito para indicar uma loja parceira especializada em mangás disponíveis em português e quadrinhos em geral.

É a Mangá Mania, cujo site é www.mangamania.com.br

Boas compras!

terça-feira, 3 de abril de 2012

Boletim 31 - A História de Buda em Mangá


Com foco em filosofia oriental, a estreante Editora Satry lança no Brasil a obra A História de Buda em Mangá, de Hisashi Ohta.

Em suas páginas, é contada a história milenar do príncipe Sidarta Gautama, nascido na fronteira entre a Índia e o Nepal. Foi um jovem que, levado por suas preocupações existenciais, iniciou uma jornada de reflexão e descoberta espiritual. Assim, ele se tornou o fundador de uma das mais importantes religiões do mundo, com cerca de 400 milhões de adeptos em vários países, sendo quase meio milhão no Brasil.

O autor Hisashi Ohta nasceu em 1970 na província japonesa de Shimane e é graduado em biologia molecular, sendo também formado na Escola de Animação Yoyogi. Além da história de Buda, ele também assinou Introdução ao Budismo, pela editora Ichimannendo, representada no Brasil pela Ed. Satry.

Seu traço limpo e narrativa eficiente tornam seu trabalho agradável e uma leitura consistente. Usando o potencial comunicativo dos quadrinhos, ele registra um momento histórico e conduz o leitor a acompanhar a jornada interior do fundador do budismo. 

Informações técnicas
Título: A história de Buda em mangá
Editora: Satry  
Autor: Hisashi Ohta
Formato: 13,5 X 20,5 cm, com 243 páginas
Preço: R$ 21,00 

- Para uma relação das lojas onde encontrar, clique aqui

Confira baixo um preview da edição:

Open publication - Free publishing 

Umas palavrinhas...

Quem me conhece bem sabe que sou católico, com formação sólida e que já fui bastante engajado em atividades da Igreja. Porém, uma das religiões com as quais mais simpatizo é o budismo, por sua natureza serena e voltada à reflexão e ao autoconhecimento.

No templo da Agon Shu, uma ramificação do budismo instalada no Brasil, há um painel fotográfico em destaque mostrando um grande líder japonês da Agon Shu junto com o Papa João Paulo II, mostrando o grande respeito entre os líderes. Tenho um amigo padre que certa vez comentou ter amigos budistas e que tem enorme respeito pela filosofia budista. Teologicamente, as diferenças com o catolicismo são enormes, mas ambas culminam em ensinamentos de paciência, fé, perseverança, em olhar para o outro como um igual e em buscar sempre aprimoramento nas questões espirituais. Por isso e por serem pessoas pacientes e tolerantes, eu os respeito.

E esse respeito pelo budismo eu manifesto com esta postagem, indicando um belo e bem intencionado trabalho usando quadrinhos, essa ferramenta de comunicação que faz parte da minha vida. 


segunda-feira, 2 de abril de 2012

Boletim 30: Yamato 2199 - Vídeo especial da nova Patrulha Estelar

No Japão, o site Bandai Channel começou a transmitir um vídeo promocional de 10 minutos com Yamato 2199, o remake da Patrulha Estelar sobre o qual escrevi várias vezes aqui no Sushi POP. O vídeo é bloqueado fora do Japão, mas um fã conseguiu copiar o vídeo e lançar no YouTube. Por isso, assista logo antes que, a exemplo do que houve com o vídeo de 8 min. de Ultraman Saga, este também seja bloqueado aqui. 


A nova produção, dirigida por Yutaka Izubuchi, começa a ser exibida em circuito limitado de cinemas em 7 de abril. Toda a primeira fase da saga deve ganhar especiais de cinema reunindo os episódios, que serão depois lançados em DVD e Blu-ray.



Fonte: Jefusion

domingo, 1 de abril de 2012

Boletim 29: Akibaranger - Otakus com superpoderes


Dentro do universo das produções de tokusatsu (efeitos especiais), a franquia Super Sentai é das mais representativas. As séries se renovam a cada ano, com fórmulas estéticas, conceituais e de enredo sendo constantemente recicladas ou reinventadas, com resultados irregulares. Recentemente, terminou a série Gokaiger, dando lugar a Gobusters, o novo esquadrão de defensores da Terra. E eis que a Toei Company prepara a estreia de outra série suspeitamente parecida com as que fazem parte do universo Super Sentai. É o Hikonin Sentai (Esquadrão Não-oficialAkibaranger, uma produção desconsiderada dentro da franquia e com elementos suficientes para inspirar uma análise preliminar. Formado por um herói e duas heroínas, Akibaranger não é exatamente o que pode parecer.

Primeiro, é importante salientar que é uma série para adultos, a ser exibida de madrugada. Além das produções mais conhecidas, existem muitas séries tokusatsu projetadas para durar apenas 12 ou 13 capítulos e serem veiculadas de madrugada. Há produções sérias, cômicas, dramas com efeitos especiais e muitas obras experimentais. Sendo voltadas para adultos (ou pelo menos maiores de idade), há situações maliciosas e violência sem as limitações das produções infanto-juvenis. 

DEFENSORES DA CULTURA OTAKU
O trio Akibaranger entrega sua essência já no título, já que Akiba é como é carinhosamente chamado o famoso bairro de Akihabara, em Tóquio, paraíso dos produtos eletrônicos e do universo de consumo do público otaku. O bairro tem ficado cada vez mais famoso  no mundo inteiro, inclusive por ter sido o berço do mais grudento fenômeno J-pop dos últimos anos, o famoso coral de 48 idols, o AKB48. (Sim, o AKB vem de Akiba.)

E antes de continuar, vale lembrar que "otaku" não significa, como se convencionou chamar no Brasil, apenas fã de mangá e animê. Pode ser também (e a maioria é), mas indica muito mais uma definição de indivíduo sem vida social, voltado a cultuar um hobby e fechado em si mesmo. É diferente de um nerd e tem sentido pejorativo perante a maior parte da sociedade japonesa. Bem, vamos conferir quem são os heróis.



O primeiro vídeo promocional.

Nobuo Akagi (Masato Wada) é o Akibared, funcionário da lanchonete Sentai Cafe e um otaku fissurado em Super Sentai e que também se tornou fã de um animê fictício chamado Gakuen Z-Cune Aoi. Suas companheiras são Mizuki Aoyagi (Kyoko Hinami) é Akibablue, uma garota que faz o tipo mais fria e adora animê; e Moegi Yumeria (Karin Ogino), a Akibayellow. Ela é fanática por animê e Super Sentai e faz cosplay. Usa sempre acessórios espalhafatosos (como orelhas de gato), fala como personagem de desenho animado e é a menos "normal" da trupe. O trio usa como artefato de transformação uma boneca da heroína de Z-Cune. Não soa muito heróico, mas que seja. 

Na produção do que parece ser uma grande tiração de onda, há nomes de ponta como o diretor Ryuta Tazaki (Sailor Moon, Kamen Rider The Next), o roteirista Naruhisa Arakawa (Gokaiger, Kamen Rider W), o diretor e designer Keiichi Satô (Giant Robo, Tiger and Bunny) e o compositor Kenji Kawai (Ghost in The Shell). A música-tema, a ser anunciada, será entoada pelo vozeirão poderoso de Yukio Yamagata (Gaoranger) ao lado de Haruko Momoi. O encerramento ficará com Masato Wada (o Akibared). 

Os vilões são os integrantes de uma organização que pretende destruir tudo relacionado à cultura otaku. Além disso, os heróis querem ter sua própria série de TV e serem reconhecidos como um autêntico grupo Super Sentai. Com tudo isso não dá pra levar a sério mesmo, mas também não dá pra saber se a série irá satirizar ou apenas celebrar e capitalizar o que faz sucesso entre o público otaku. Deverá ser uma produção bastante hermética, que somente poderá ser bem apreciada por quem entende um pouco sobre a cultura otaku, Super Sentai, animê e tokusatsu em geral. Mas parece que será bem divertido, sem dúvida. 

Akibaranger estreia no Japão no dia 7 de abril à 1h30 da manhã no canal BS Asahi, depois, no dia 10, à 1h00 da manhã, começa a transmissão pelo canal Tokyo MX. (*)

Site oficial: www.akibaranger.jp

(*) CURIOSIDADE: No site oficial, aparece como dia de estreia o 6 de abril, às 25h30. É a forma que encontraram no Japão para informar que é na madrugada. Citando outro exemplo, já vi anunciarem um programa às 26h00 de um dia, o que equivale dizer que seria às 2 da manhã do dia seguinte. 

O segundo vídeo promocional, com mais cenas de bastidores.

- SITE OFICIAL DO BAIRRO DE AKIHABARA (em inglês): www.akiba.or.jp/english/