segunda-feira, 21 de novembro de 2011

BOLETIM SUSHI POP - 15

Da esq, p/ dir.: Haruka Shimada, Yuka Masuda, Miyazawa,
Akimoto, Ayaka Umeda, Kana Kobayashi e Sumire Satō.

Garotas do AKB48 no longa dos Ultras.
AKB48 EM ULTRAMAN SAGA

A Tsuburaya Pro. acaba de anunciar mais nomes no elenco de Ultraman Saga, o aguardado filme que promete agitar os cinemas japoneses a partir de 24 de março de 2012. O Team U, uma nova subdivisão do megagrupo pop AKB48, irá participar do filme, como um grupo de 7 garotas do EDF - Earth Defense Force. É a primeira equipe exclusivamente feminina a aparecer na franquia Ultra. A equipe principal, entretanto, será a Super GUTS, da qual são membros Shin Asuka (Ultraman Dyna) e Nozomu Taiga (Ultraman Zero). A participação delas deve ser pequena, mas o suficiente para agitar os fãs do grupo, que é assíduo frequentador das paradas de sucesso em seu país. 


Até a entrada de integrantes do AKB48, podia-se especular que a banda BREAKERZ, cujo vocalista é o ator principal, DAIGO (Nozomu), pudesse ficar com o tema do filme. Agora, surge a possibilidade do AKB48 - sucesso tanto com suas canções quanto com suas polêmicas jogadas de marketing - deixar sua marca musical no Universo Ultra. 


E se você curte Ultras e ainda não viu o teaser trailer feito para TV, divirta-se:


Site oficial: www.ultramansaga.com 

ASKA REGRAVA CLÁSSICOS EM "BOOKEND"
Em 2010, o cantor e compositor Aska (da dupla Chage and Aska) lançou um miniálbum (5 faixas) quase todo formado por regravações de grandes clássicos ocidentais, o excelente Standard (resenha aqui). Agora, as faixas de Standard voltam como parte de um álbum maior, completo, onde o astro do J-pop faz outras regravações de clássicos do ocidente, como "Love is a many splendored thing" e "What a wonderful world". O álbum se chama Bookend e será distribuído nas lojas japonesas em 7 de dezembro. 

GODZILLA (O ORIGINAL) EM DVD/ BLU-RAY NOS EUA

Em 24 de janeiro, serão lançados nos EUA pelo selo The Criterion Collection as versões em DVD e Blu-ray do clássico Godzilla, de 1954. O interessante é que tanto o original (chamado de "Gojira") quando sua versão ocidental Godzilla - King of Monsters (datado de 1956) serão distribuídos juntos. O motivo é que são praticamente dois filmes diferentes. A versão lançada nos EUA tinha cenas editadas com elenco local, tendo à frente um astro da época, Raymond BurrO trabalho, de certa forma, antecipou em décadas o que seria feito com os grupos Super Sentai para originar os Power Rangers


A arte de capa é do aclamado quadrinhista Bill Sienkiewics (do clássico Elektra Assassina).


Veja mais sobre esse lançamento aqui

6 comentários:

Bruno Seidel disse...

Os Ultras com o AKB48 e os Kamen Riders com a Riders Girls... que coisa, não? E sobre esse filme original do Godzilla, podemos considerar uma relíquia para qualquer colecionador, uma vez que trata-se da primeira produção de Tokusatsu de todos os tempos, o começo de tudo! Tenho muita vontade de ter acesso a esse material. E quanto ao filme do Ultraman Saga, tudo indica que teremos mais um grande filme estrelado pela turma da M78.

Alexandre Nagado disse...

Fala, Bruno!

Gostando ou não, o AKB48 tem vida própria e uma história antes de serem trazidas para o filme. Já as Kamen Rider Girls foram criadas especificamente para "cantar" músicas de Kamen Rider. Talvez o similar das KR Girls seja o Voyager, grupo criado pela Tsuburaya para cantar temas de Ultras. Mas a semelhança para por aí, pois o Voyager tem grandes qualidades técnicas. A diferença de qualidade musical entre os grupos é um abismo.

E Godzilla não foi o primeiro tokusatsu. Filmes menores foram produzidos antes, com efeitos especiais experimentais. Godzilla foi sim a primeira grande produção e que ganhou o mundo. É isso.

Abraço!

Bruno Seidel disse...

Olha só!! Essa é novidade pra mim. Você por acaso tem alguma informação/registro/referências sobre essas produções pré-Godzilla?? Agora fiquei bem curioso!

hamletprimeiro disse...

Oi Nagado. Sempre me intrigou de onde vem essa "mitologia pop" dos monstros no Japão. Tem alguma base na cultura tradicional do país? É subproduto da influência ocidental no pós-guerra? É uma manifestação na cultura pop dos traumas de um país destruído? Ou tudo isso junto?

João Aranha disse...

Essa é uma situação bem previsível, pois esse tipo de franquia quer atingir o maior número de pessoas que se possa atingir, mesmo que para isso se utilize de um recurso extremamente popularesco, como as idols. Mas como não vi ainda como elas atuaram, não posso dar opinião. Apenas espero que o AKB não estrague algo tão tradicional como Ultraman, assim como as "Rider Girls" estragaram as canções de Kamen Rider.

Alexandre Nagado disse...

Hamlet: Godzilla foi inspirado em cinema americano mesmo, mas gerou uma paixão por monstros gigantes nos japoneses que dura até hoje. O primeiro filme pegou firme na questão nuclear e vingança da natureza, o que aumentou sua repercussão. É tudo junto, sim.

Bruno: Vou fazer uma pesquisa, e isso pode render um post futuro. Mas em linhas gerais, vale dizer que Eiji Tsuburaya fez documentários sobre a Segunda Guerra reproduzindo batalhas navais com maquetes de navios que impressionaram os americanos, isso no começo da década de 1950. Aí foi uma gênese do tokusatsu, antes do Godzilla. Também já li sobre filmes de ficção com alguns efeitos especiais que antecederam Godzilla. Porém, o marco inicial, o que detonou a força da mídia, foi mesmo o lagartão mutante radioativo.

Abraços!