RECADO AOS VISITANTES:

Olá! O blog está de férias, mas já estou trabalhando em novas postagens. O Sushi POP voltará a ser atualizado no dia 1 de agosto (terça), no período da tarde.

O que vem por aí:
- Ultraman Geed, Novo Lobo Solitário, resultado da convocação para trabalhos acadêmicos e mais!

Esteja aqui para conferir. Até breve!

domingo, 6 de novembro de 2011

BOLETIM SUSHI POP - 13


ULTRAMAN - O SHOW
Conforme noticiado no Boletim 11, no dia 3 de dezembro vai acontecer no Japão um grandioso concerto musical em homenagem aos 45 anos das séries Ultra. Recentemente, saiu o cartaz oficial de divulgação, que destaca a presença dos atores veteranos Susumu Kurobe (Hayata/ Ultraman), Koji Moritsugu (Dan Moroboshi/ Ultraseven), Jiro Dan (Hideki Goh/ Ultraman Jack), Keiji Takamine (Seiji Hokuto/ Ultraman Ace) e Ryu Manatsu (Gen Ootori/ Ultraman Leo). O show, que terá como destaques o grande Isao Sasaki, Takeshi Tsuruno e o excelente Voyager, ainda será abrilhantado pelo já veterano das anime songsTatsuya Maeda. Originalmente, Jiro Dan e Ryu Manatsu cantaram os temas de abertura das suas respectivas séries. Não se sabe se eles irão cantar ao vivo essas canções, pois nenhum deles seguiu carreira como cantor, mas nunca se sabe. A certeza é que o show deve ser antológico.

ULTRAMAN SAGA - VETERANOS EM AÇÃO

Os citados atores veteranos estarão presentes no longa Ultraman Saga, a ser lançado no Japão em 24 de março de 2012. Depois de anunciar sua aposentadoria como Hayata umas duas ou três vezes, Susumu Kurobe mostra que ainda esbanja carisma. De todas as grandes franquias de tokusatsu, a dos Ultras é a que mostra maior reverência ao passado, acertando cronologias, resgatando personagens e tratando seus atores clássicos como um patrimônio da empresa. Mas deverão ser participações pequenas, pelo que tem sido divulgado.

Da esq. p/ dir.: Seiji Hokuto (Ace), Hayata (Ultraman),
Dan Moroboshi (Ultraseven), Hideki Goh (Jack)
e Gen Ootori (Leo). Heróis eternos.


A VOLTA DO MANGÁ NACIONAL PATRE PRIMORDIUM
O mangá nacional Patre Primordium, de Ana Recalde (roteiro) e Fred Hildebrand (arte) teve 4 edições independentes lançadas em 2009. Agora, o título irá voltar como webcomic e os autores prepararam uma HQ curta para reapresentar a série. Confira:


Em breve, mais novidades sobre Patre Primordium.



SITE DA BANDA AKB48 CONVIDA FÃS A "TEREM FILHOS" COM AS CANTORAS
A criatividade dos empresários que trabalham com o grupo AKB48 não para de surpreender. A nova campanha de marketing convida os fãs a terem filhos com as integrantes. Tudo virtualmente, através do site do grupo. Por uma taxa, fãs podem ter acesso a um sistema que irá mesclar sua foto com a foto da cantora escolhida, sintetizando como seria a foto de um bebê que eles, hipoteticamente, teriam.

Depois de deixar as integrantes seminuas em vídeos e livros com lingeries, ensaios sensuais (incluindo as menores de idade), depois de lançar todo tipo de artifício para produzir eventos midiáticos, agora surge esse serviço. A campanha é, obviamente, direcionada a gente que provavelmente jamais fará filhos com alguma mulher. Do jeito como anda, ainda vão leiloar a virgindade de alguma integrante. No campo musical, continuam colecionando recordes de vendagem, mas a ideia é faturar ao máximo com esse coral de modelos facilmente substituíveis.



Sinceramente, não gosto da música delas e somente posto esse tipo de coisa para chamar a atenção sobre como o mundo pop japonês chega a ser doentio em alguns casos.
Fonte: JEFusion






UMAS PALAVRINHAS...
-- Obviamente, o vasto mundo J-Pop não é feito só de idols descartáveis e golpes publicitários. Se procura um som consistente e autoral pra variar seu cardápio musical, recomendo que procure trabalhos de Shikao Suga, Angela Aki, Scandal, Fumiya Fujii, Chage and Aska, Mr. Children, My Little Lover, Yui, Do As Infinity e Dreams Come True, só pra citar alguns. 


-- Nos últimos dias, a comunidade de quadrinhistas no Twitter se viu debatendo novamente uma proposta de lei para criar cotas de mercado para histórias em quadrinhos brasileiras. A ideia do projeto é obrigar editoras de quadrinhos a publicar autores nacionais. Eu me posiciono contra essa proposta. Acho que resumi bem o que penso sobre o assunto no Twitter e, como lá a informação é muito efêmera, reproduzo aqui minhas palavras abaixo.  E quando for oportuno, comento melhor o assunto.
"Só pra registrar minha opinião sobre cotas de mercado pra HQ nacional: Sou contra cotas, a favor de incentivos fiscais. Se editoras forem obrigadas a publicar autor nacional, vão pagar mixaria, conseguir autores que não vão cumprir prazo e depois alegar que HQ nacional não vende e não há profissionais. Cotas, não. Incentivos fiscais, sim. Produzir sem obrigação de vender porque o governo cobre é o fim. Todo país tem o direito de defender sua mão de obra local, mas transformar isso em acomodação pode ferrar o mercado a longo prazo." 


-- De 10 a 15 de dezembro, acontece em Ilha Solteira (SP), onde moro desde o final de 2009, minha exposição Profissão: Desenhista, na Casa da Cultura do município. O foco maior será no meu trabalho mais consistente, que é o de HQs institucionais e educativas, com notas explicativas sobre bastidores e produção. Depois conto mais sobre essa exposição. Até a próxima. 

11 comentários:

hamletprimeiro disse...

Oi Nagado,
Desculpe mudar de assunto, mas recentemente assisti ao Blue-ray de Space Battleship Yamato(que comprei na Playasia). Devo dizer que gostei muito do filme. Gostei das batalhas grandiosas e dos sentimentos grandiosos, do tom épico e até do melodrama(é uma Space Opera afinal). Em geral os efeitos são bons(ainda mais para um país sem tradição em efeitos fotorrealistas). No geral, boas performances dos atores e gostei bastante da presença de Meisa Kuroki e do papel de sua personagem na trama. Claro que o filme tem seus defeitos, mas no conjunto é uma adaptação bem sucedida(pelo menos para mim) com belas metáforas. Até rolaram umas lágrimas no fina(eu sou um cara muito sentimental). Valeu muito apena comprar o Blue-ray. Obrigado pela dica de onde encontrar o filme, Nagado. Será que há chance de uma seqüência?

Alexandre Nagado disse...

Oh, não, um "off-topic". Mas tudo bem, leitor de bom gosto tem privilégios. :-)

Ainda não vi o filme, está na fila junto com um monte de outros que eu tenho vontade de assistir e não o faço por falta de tempo.

Você comprou pelo link do Play-asia aqui no blog? Compras feitas assim geram comissão. Então, pode comprar à vontade. :-P

Sobre sequência, nunca li nada a respeito. Acredito que a intenção original era mesmo uma obra única. E já foi anunciada uma nova série em animê com o Yamato. Vamos aguardar.

Abraços!

Michel disse...

Com um pedido assim, não pude deixar de vir aqui comentar...rsrsrs! Quando tiver falta de comentários, você pode fazer como eu fiz, um post de "protesto" pra tirar um sarro da situação. Funcionou, e os leitores começaram a deixar comentários. Mas falando sério, normalmente as pessoas tem é preguiça de comentar, isso sim. Só quando você mexe com algo polêmico, tipo chingando Deus e o Mundo, aí sim as pessoas se tocam. Talvez essa falta de comentários seja por você não estar falando aquilo que realmente todos querem ler. Isso acontece muito comigo em meu blog, pois as pessoas são previsíveis, e se eu escrever coisas do modismo, aí sim vão comentar. Também fico chateado quando escrevo das coisas que mais curto como IDOLM@STER ou K-ON!, e poucos comentam, do que se eu escrevesse sobre Gokaiger ou Fourze. Mas o mais importante de tudo, é saber se "você está fazendo a lição de casa"! Entre outras palavras, comentar no blog dos outros, para que os outros comentem em seu blog. Considero isso importante!

Mas pra não parecer apenas off-post, achei bizarro essa do AKB48! Essa brincadeira sem limites ainda vai gerar muita tiração de sarro. Jeito fácil de tirar dinheiro dos fãs! Bem, deixa eu partir, pois tenho que tentar ter um filho com a Tomomi Itano...rsrsrs!

hamletprimeiro@gmail.com disse...

​Há, há, há. Tem muita coisa bacana por lá mesmo. Se você souber onde eu compro uma daquelas jaquetas que os membros da tripulação do Yamato usam me avise. Adoraria ter uma daquelas : )

Alexandre Nagado disse...

Fala, Michel, bem-vindo. Olha, eu realmente comento quase nada blogs afora. Não é preguiça, é falta de tempo mesmo.

Mas este post específico, foi bem retuitado e até bem comentado no Twitter, mas isso não se refletiu no blog. Comentar no Twitter é de uma praticidade inigualável, mas o que está lá é efêmero. Por isso acharia legal que o povo registrasse. E tem as postagens que são pouco lidas e pouco retuitadas, daí não espero nada.

Tentarei atualizar novo boletim até o feriado.

Abraço!

Michel disse...

Complicada essa situação, Nagado, pois as pessoas poderiam alegar o mesmo que você, que não deixam comentários por falta de tempo, o que é totalmente relativo. Na verdade, tenho uma "teoria" de que o ser humano tem tempo de sobra pra fazer tudo o que quer, mas apenas não consegue dosá-lo de forma ideal, a conseguir fazer inúmeras atividades. Como postar comentários é algo relativamente rápido, muitas vezes faço pelo celular mesmo, sem acentuação, seja no intervalo do serviço ou no trem. Mas acho importante você rever esse lado, de comentar pouco no blog dos conhecidos.

Infelizmente, na internet, impera a lei do menor esforço. Vi que você as vezes utiliza o Tokubrasil, pra divulgar suas postagens, mas ali é a mesma coisa que nada. Principalmente quando o assunto é Ultraman, uma das seções menos visitadas. No meu caso, eu faço diferente, colo a postagem inteira do meu blog, e deixo a discussão se desenvolver no fórum mesmo. Não me preocupo muito as visitações no meu blog, o importante é que a informação se propague, independente do lugar. Na internet, pra se ter recíproca, é preciso ter participatividade.

Alexandre Nagado disse...

Xi, se eu me preocupar em fazer social com blogs de amigos pra eles virem comentar também, deixo de viver.

Tendo que administrar uma casa e manter uma família, trabalhar em uma carreira com momentos de extrema exaustão, atender compromissos familiares e ainda manter contato com amigos de longa data, a última coisa que vou pensar é em fazer esse tipo de social. Eu comento em blogs alheios quando tenho algo a acrescentar. E espero que as pessoas façam o mesmo, não só pra troca de gentilezas. Costumo comentar eventualmente em blogs cujos autores não retribuem, talvez porque não se sintam motivados a isso, pelos assuntos que imperam aqui.

Como a postagem que citei estava repercutindo pelo Twitter, mas não no blog, comentei pra ver se alguém se animava a registrar sua opinião aqui.

Eu entendo o que é falta de tempo, tendo pessoas que dependem de você para sobreviver. Por isso, não fico cobrando comentários, mas, como disse, o tema do AKB48 estava rendendo repercussão no Twitter (povo achando um horror a atitude dos empresários) e eu queria atrair isso para o blog. Não deu certo, paciência.

Abraço!

Michel disse...

Olá, eu novamente...rsrsrs!
Só não esquentar a cabeça com esse negócio de repercussão. Eu mesmo, lido dessa forma com meu blog, apenas como um diário pessoal, independente de quem está lendo. Por isso mesmo, não divulgo e nem peço para divulgarem em nenhum lugar. Se os amigos mais próximos visitarem e comentarem, está de bom tamanho. E pra comentar, é rapidinho, a gente sempre arranja alguns minutinhos pra deixar umas palavras. Também não faço "social" com blogs, só o seu e mais uns dois que eu visito diariamente. Quando vejo algo que me interessa, escrevo algo. Não faço para agradar os outros, pois se fosse assim, já teria escrito um monte de "Ótima postagem". Comentar em blog e responder os comentários, eu vejo como uma forma de se manter contato com as pessoas, quando nem sempre é possível utilizar e-mail ou MSN. E como eu comentei anteriormente, apenas entrar no Tokubrasil, por exemplo, pra jogar o link da postagem do blog, é algo que na prática, não funciona muito. Porque na gíria da internet, isso é quase uma "trolagem", quando a pessoa posta, mas já sem a intenção de participar da discussão.

Robinson Oliveira disse...

Acho fantástico a posição da Tsuburaya em relação a primeira geração de atores, entendo que tudo isto também faz parte de um meio comercial("financeiro") para sua sobrevivencia porém nós que passamos a infância assistindo naquelas enormes TV's em preto e branco com um acrílico azul marinho na frente("pelo menos a minha!!! rsrsrsrs") agradecemos a cada MOVIE dos Ultras a participação da velha-guarda, principalmente Koji Moritsugu. Porque ele, Ultraseven, era o único ser espacial da M-78 que conseguia com maestria evitar o futebol de criança na rua.
Que continue VIVA a estrela da Tsuburaya encantando várias gerações.

Alexandre Nagado disse...

É, o público lá do Tokubrasil não liga mesmo pra Ultras, mas eu posto lá pra difundir informação, mesmo que para poucos. Ainda assim, tive várias visitas com alguns links que postei lá. Mas acho que trollagem é outra coisa, é postar com agressividade e provocação, geralmente perseguindo alguém ou atirando pra todo lado. O que eu faço de divulgar o blog lá talvez dê pra chamar de spam, mesmo sendo algo dentro do tema do fórum.

Essa discussão ficou enfadonha e é fora da postagem. Off topics não serão publicados mais.

letras de músicas disse...

ahh bem legal! gostei ein rsrs