sexta-feira, 21 de outubro de 2011

BOLETIM SUSHI POP - 11

Concerto histórico: Em destaque (da esq. p/ dir.):
Isao 
Sasaki, Mamoru Miyano e 
Tomohiro Yamaguchi, líder do Voyager.
ULTRAMAN - CONCERTO COMEMORATIVO DOS 45 ANOS
Em 3 de dezembro, haverá em Tokyo o show Ultraman Family Concert, em comemoração pelos 45 anos da franquia. A voz poderosa de Isao Sasaki (Yamato, Metalder, Goranger, Ultraseven 99) irá abrilhantar o espetáculo de gala, que terá ainda o dublador e cantor Mamoru Miyano (a voz de Ultraman Zero), a banda Voyager e os atores Susumu Kurobe (Hayata, o Ultraman original), Koji Moritsugu (Dan Moroboshi, o Ultraseven), Ryu Manatsu (Gen Ootori, o Ultraman Leo), Shota Minami (o Rei/Reimon, de Dai Kaiju Battle) e Takeshi Tsuruno (Shin Asuka, o Ultraman Dyna).

O evento irá acontecer no luxuoso auditório da Fundação Cultural Kawaguchi Lilia. Para o público fora do Japão, resta esperar o lançamento em DVD/Blu-ray e fragmentos disso no YouTube, em algum ponto de 2012. 


A Princesa e o
Cavaleiro:
clássico absoluto
A PRINCESA E O CAVALEIRO EM DVD
Em 2012, a distribuidora Focus Filmes irá lançar em DVD, e com a dublagem brasileira original, a série A Princesa e o Cavaleiro (1967), uma das mais importantes criações de Osamu Tezuka. Serão quatro boxes de 13 episódios cada. Dos 52 que formam a saga completa, dois tiveram seu áudio em português perdidos e irão ganhar nova dublagem.

A versão brasileira original teve a direção do dublador Gilberto Baroli, que também dublou o vilão Satã e ainda, de quebra, teve que criar diálogos inéditos e de sua imaginação para justificar nada menos que 18 episódios cujos scripts se perderam quando a série foi importada. Veja algumas informações sobre esse clássico absoluto dos animês em matéria publicada em 2002 no portal OmeleteFonte: JBox.com.br



Akira a caminho de Hollywood
AKIRA EM CARNE E OSSO
Depois de abandonar oficialmente o projeto, a Warner Bros. talvez esteja retomando a ideia de desenvolver uma versão live-action do clássico mangá e animê Akira, obra máxima de Katsuhiro Otomo. Segundo a publicação estadunidense Variety, a ação será transferida de Neo Tokyo para New Manhattan, o que também implica a presença de um elenco ocidental para o filme, algo que os puristas reclamam, mas que era bastante óbvio que aconteceria.

Essa utilização de elenco ocidental, inclusive, foi duramente criticada pelo ator George Takei (o Cap. Sulu, de Star Trek), que apontou traços de racismo e preconceito na decisão recorrente de estúdios de Hollywood de colocar atores ocidentais como protagonistas de histórias originalmente protagonizadas por personagens japoneses. Outra informação da Variety dá conta de que o ator Garrett Hedlund (de Tron - O Legado) estará envolvido, mas não se sabe em que papel. Fonte: JEFusion



LOST HEROES: JOGO UNE ULTRAMAN, GUNDAM E KAMEN RIDER
A Banpresto irá lançar no Japão em 2012, o jogo Lost Heroes, que irá reunir heróis das populares franquias Ultraman, Gundam e Kamen Rider. O jogo será um RPG reunindo personagens clássicos e modernos das três linhagens unindo forças contra um inimigo comum. O jogo irá rodar, a princípio, somente na plataforma Nintendo 3DS.
Fonte: JEFusion




11 comentários:

Hikaruon Dekabase disse...

Bom, por agora a lista de personagens de Lost Heroes:

Kamen Rider #1
Kamen Rider W Cyclone Joker
Kamen Rider Accel
Kamen Rider OOO Tatoba Combo
Zone Dopant
Ultraman Hayata
Ultraman Mebius
Ultraman Hikari
Nu Gundam (Chars Counterattack)

Espero que no jogo tragam de volta o Fighter Roa da série Great Battle e espero que tragam persoangens mais novos como Ultraman Zero, Kamen Rider Fourze e Gundam Age

Alexandre Nagado disse...

Obrigado pelo registro. Até eu, que não jogo games, fiquei curioso pra ver mais sobre esse lançamento. E gostei da solução visual para unificar os personagens.

Abraço!

hamletprimeiro disse...

É curioso como esta adaptação de Akira encolheu. Começou de maneira ambiciosa como uma produção conjunta de Leonardo DiCaprio, dirigida pelos irmãos Hughes(do muito bom, O Livro de Eli) e agora foi assumida por um direor do" segundo time" e com um orçamento bem menor. Não sou contra esse tipo de adaptação. Há obras tão japonesas, Yamato é um exemplo, que creio não funcionariam adaptadas no Ocidente.Claro, seria bacana se o estúdio usasse elenco orental, e a locação teria de ser oriental também (alguém se lembra daquele Velozes e Furiozos filmado do Japão?), mas parece não haver nenhum astro japonês conhecido o bastante para estrelar uma produção deste tamanho. Se o filme tentar se fingir de oriental(mantendo o nome dos personagens, por exemplo) provavelmente não funcionará. Já que vão fazê- la, sou a favor de uma adaptação mais livre.

Michel disse...

Fiquei sabendo desse concerto dos Ultras, quando peguei o panfleto no estande da Tsuburaya, no evento C3xHOBBY 2011 (27 de Agosto). Acabei nem dando bola, afinal, nem iria mesmo...rsrsrs! É que nesse dia, não desmerecendo o concerto, vou tentar assistir o filme de K-ON!.

Sobre o filme do AKIRA, aproveitei a "onda" e também fiz uma postagem em meu blog. Dá uma conferida lá!

Alexandre Nagado disse...

Realmente, esse ponto é importante, hamlet. Para os executivos que vão investir milhões num filme, eles precisam ter nomes famosos no elenco que garantam um retorno de bilheteria. E aí, nenhum astro oriental teria esse apelo para o grande público ocidental. Mas isso é ver puramente o lado mercadológico. Claro que para quem curte, é um desrespeito tanta mudança. E acho que vão mexer tanto na história que apenas o plot básico será utilizado. E o nome, claro.

Michel, eu não perderia esse show por nada se estivesse no Japão, até porque um filme dá pra ver depois. Mas aí é questão de gosto. Sou grande admirador do Isao Sasaki e gosto muito do Voyager. São estilos diferentes - um clássico e um moderno - que podem fazer um show realmente espetacular se bem aproveitados.

E vi o post sim, bem legal. Se alguém quiser ler o post do Michel sobre as reações do público japonês ao saber do anúncio do filme americano de Akira, confira o link abaixo:

http://universo-otaku.blogspot.com/2011/10/versao-live-action-de-akira-gera.html

Michel disse...

Mas aí é como você mesmo frisou, Nagado, questão de gosto. Mas não apenas isso, é que vou tentar participar do cumprimento de palco com as dubladoras do K-ON!, no dia da estréia, mas se não conseguir o ticket, vou tentar do mesmo jeito assistir no dia 3. Como você sabe, ainda mais pelas últimas postagens do meu blog, ando numa fase "bishôjo" tipo K-ON!, IdolM@ster, Strike Witches entre outros, e por esse motivo nem venho falando muito de tokusatsu, que talvez fosse o que muitos gostariam que eu escrevesse. Sobre o concerto dos Ultras, mesmo que eu não tivesse nada pra fazer, acho que não iria. É que lives, só tento ir quando a coisa é estremamente grande, ou melhor, quando vão muitos cantores que eu curto, como Animelo Summer Live. Um dia, quero ir no Super Sentai Spirits. E tem o show do JAM, em janeiro, mas isso se o Ricardo Cruz me convidar. A única excessão é um show da Yui Horie, que eu vou sem pensar duas vezes!

Bruno Seidel disse...

Só não entendi muito bem que tipo de relação direta existe entre Ultras, Riders e Gundams... masss tudo bem.

Interessante o destaque que o W vêm recebendo ultimamente (já faz mais de um ano que a série chegou ao fim no Japão). Tomara que a Toei leve adiante a ideia de dar mais tempo de vida útil a estes heróis que, normalmente, duram só 1 ano.

Alexandre Nagado disse...

Ultraman, Gundam e Kamen Rider são as 3 maiores franquias licenciadas pela Bandai (ao menos até a chegada de Gokaiger) e já houve outros jogos reunindo esses personagens. Não lembro bem quando isso começou, mas me lembro de ter visto um anúncio de um game de futebol reunindo versões SD de representantes dos Ultras, Gundams e Riders tempos atrás, em 1993. Ou seja, já é tradição a criação de games assim.

hamletprimeiro disse...

Nagado, sabe um anime que eu acho funcionaria adaptado? Cowboy Bebop. Talvez pela influência ocidental que ele já carrega.

Alexandre Nagado disse...

Tem razão, esse eu acho que funcionaria muito bem. Mas são poucos, creio eu.

Bruno Seidel disse...

Justo! Aliás... fica aqui uma sugestão pra alguma nota (e comentário) sobre esse filme de Go-Kaiger vs. Gyaban (o primeiro crossover Super Sentai vs. Metal Heroe) que deve ser lançado no ano que vem! Tenho certeza que esse crossover (que já é curiosíssimo por essência) ainda vai dar muito o que falar.