7_Visual_Kei CDJapan

terça-feira, 12 de julho de 2011

Perfil: Masaki Kyomoto - Ator, músico e empresário

Masaki Kyomoto como o sombrio
guerreiro Kiba (2011)
Masaki Kyomoto é um profissional multimídia, que tem tido uma carreira bastante diversificada, como ator, dublador, músico, diretor e empresário. No Brasil, entretanto, tem poucos trabalhos conhecidos. Em Kamen Rider Black (1987), foi o agente da Interpol Suda Ryosuke (Ryosuke Taki, no original), que aparece ajudando o herói da série. O personagem tinha potencial para roubar a cena e ser um coadjuvante de peso, mas foram apenas dois episódios. 

Em Ultraman Tiga (1996~97), participou de dois episódios, como o Capitão Hayate. Também participou de A Lenda dos Oito Samurais (Satomi Hakkenden, de 1983), lançado em VHS ainda nos anos 80 e posteriormente em DVD. Nesse filme, contracenou com os astros Kenji Ohba (Gavan), Sonny Chiba (veterano de inúmeros filmes de artes marciais) e Hiroyuki Sanada (O Último Samurai, Hora do Rush 3).


Kiba
Em outras produções não exibidas no Brasil, ainda reprisou seu papel como Hayate em Ultraman Dyna (1997~98) e atuou também na cultuada série Garo (de 2005, onde também trabalhou como cantor) e em Cutey Honey: The Live (2007), entre outros trabalhos.

O astro tem forte ligação com o universo tokusatsu, tendo até produzido uma linha de brinquedos, a Kyomoto Collection, com luxuosos – e caros – bonecos de Ultras e Kamen Riders.


Em 1990, dublou o herói Jack Shindo, o protagonista da série nipo-australiana Ultraman Great (Ultraman Towards The Future, 1990), além de ter sido coordenador de elenco de dublagem e ter composto e cantado as músicas em japonês da série. 

No começo dos anos 1990, Kyomoto ainda teve uma seção de entrevistas na hoje extinta publicação B-Club (da Bandai), onde bateu papo com atores importantes na história do tokusatsu. 

Em 1991, atuou no especial de TV "Os Homens que Fizeram Ultraman" ("Ultraman wo tsukuta otoko tachi"), sobre os bastidores da icônica série. Lá, Kyomoto fez o papel de Bin Furuya, o dublê que vestia a roupa do herói. Em 1992, arriscou-se a assumir o papel principal, roteiro, direção e música-tema de sua criação Skull Soldier, tokusatsu para adultos feito direto para vídeo e que foi um grande fiasco. Um filme bastante ruim, exceto pelo pelo design do herói, projetado por Keita Amemiya (que deveria ter dirigido o filme). 


Mas sua carreira foi marcada também por filmes de época (área em que se tornou conhecido interpretando samurais e ninjas), dramas e tem uma razoável - embora nunca impactante - carreira como músico. Além de cantor com vários álbuns gravados, também é guitarrista e até criou sua linha própria de instrumentos, a Samurai Guitar Spirits. Em começo de carreira, tocou para a consagrada dupla Chage and Aska

Em 2005, na época de Garo, reuniu outros quatro atores da série e montou o Garo Project, para cantar músicas da série e canções originais. Foram apenas quatro canções gravadas, divididas em dois singles muito bons. Não foi pra frente, apesar da alta qualidade do trabalho. E além de tudo isso, Kyomoto ainda tem sua própria grife de elegantes kimonos. 


Atualmente com 52 anos, Kyomoto está divulgando o novo especial para DVD/Blu-ray intitulado Kiba – Ankoku Kishi Gaiden ("Kiba - A Lenda do Cavaleiro das Trevas"). Trata-se de um filme derivado da série Garo e estrelado por seu sombrio personagem, a ser lançado em setembro próximo. 


Masaki Kyomoto é mais conhecido dentro de nichos de mercado, mas nem por isso um artista menor dentro do extenso universo pop japonês. 

Site do fã-clube oficial de Masaki Kyomoto 

4 comentários:

Bruno Seidel disse...

Ele participa do filme Cutie Honey (2005) também, né?

Alexandre Nagado disse...

Sim, isso aparece listado em sua biografia. Ele poderia ter feito também um excelente Kamen Rider. E com Kiba, ele vive um grande momento na carreira. Isso numa idade em que a maioria já passou a fase de popstar.

Alexandro Lima - Portfolio disse...

Olá Alexandre, show de bola a matéria, vale citar também sua participação na Série Kamen Rider Agito que ele participa de um especial como um doutor que encontra o Shouichi logo apos o desastre do navioe tem um papel importante na transformação completa do Agito.

Alexandre Nagado disse...

Não sabia dessa participação. Kyomoto tem conseguido participações pequenas mas importantes em várias produções. E quando dão espaço, rouba a cena, literalmente. Ter campos de atuação tão diversos faz dele uma personalidade realmente singular.