sexta-feira, 12 de março de 2010

PALESTRA NA FUNDAÇÃO JAPÃO - COMO FOI

Na quarta passada, dia 10, estive na sede da Fundação Japão, na Av. Paulista, para minha participação no evento DESCONSTRUINDO O MANGÁ. O meu tema foi "Mangá e o Mercado Editorial".

Como a minha palestra também acabou sendo a de abertura, comecei explicando um pouco sobre a tal desconstrução, que visa analisar diferentes aspectos, buscar diversos significados e entender como o mangá nasceu, se desenvolveu, mudou e chegou ao que é hoje. Mostrei algumas imagens raras de desenhos considerados ancestrais do mangá, passando pela revolução de Osamu Tezuka até chegar ao grande mercado atual de mangá, cujos personagens estão conquistando o mundo. E tracei um paralelo com o mercado brasileiro, que sempre deu mais espaço ao material estrangeiro, ao contrário do mercado japonês, que sempre buscou uma identificação da HQ com o seu leitor e sempre valorizou mais o produto nacional. 

Uma platéia interessada
lotou o auditório
da Fundação Japão
 
Foram 90 minutos de explanação, onde contei com a cumplicidade da platéia e usei tudo o que aprendi sobre oratória, fazendo o público prestar atenção, rir e fazer anotações. Depois, foram mais 30 minutos para as perguntas, todas muito interessantes e pertinentes. Ao final, ficou aquele gostinho de "quero mais" e alguns continuaram o papo comigo pela internet. 

Pra fazer a abertura do evento, o vice-cônsul Yusuke Takahashi deu as boas-vindas ao público, que encheu o auditório. Foi uma das melhores palestras que já apresentei e fiquei contente também com todo o cuidado e atenção da equipe que me recepcionou e cuidou de todos os detalhes da preparação.

Da esq. para a dir.:
O vice-cônsul Yusuke Takahashi,
a Professora Sonia Luyten e o
quadrinhista Alexandre Nagado
Na semana que vem, a outra palestra, apresentada pela Professora Doutora Sonia Luyten (que também foi prestigiar a palestra), com a participação especial dos quadrinhistas Fred Hildebrand e Ana Recalde, do mangá nacional Patre Primordium. Imperdível!

Créditos das fotos: Fundação Japão

*******
A palestra também proporcionou uma chance para ir a São Paulo. Trabalhos e assuntos pra resolver aqui em Ilha Solteira acabaram fazendo com que eu tivesse uma estadia relâmpago e fiquei devendo tomar um café e umas cervejas com vários amigos. Fica pra uma próxima.

4 comentários:

Onçana disse...

Que legal,pena que não pude ir!Vendo as fotos me bateu uma saudade da Dra.Sônia Bibe! Além de ser uma referência em se tratando de estudos da cultura pop,ela é um amor de pessoa. Eu tive a alegria de conhece-la pessoalmente no tempo em que a Abrademi fazia eventos...ô nostalgia que bateu agora!Hehehe...

Alexandre Nagado disse...

A Sonia é uma grande e querida amiga. Ela não tinha certeza de poder estar em São Paulo no dia e por isso a palestra de abertura ficou comigo. Fiquei bem contente ao vê-la na platéia, mas é uma pena que perderei a palestra dela, pois tive que voltar correndo pra Ilha Solteira resolver um trabalho que estava me esperando.

E tente ir numa próxima pra gente trocar uma idéia.

Abraços!

Elisabete Novaes disse...

Olá Alexandre! Quero dar meus parabéns pela ótima palestra que vc ministrou! Pude estar presente e com sua fala até pude relembrar de bons momentos quando comecei a descobrir o universo mangá/anime com a explosão de Cavaleiros do Zodíaco e com os outros animes que passaram na tv naquela época (em que eu era uma criança).
Obrigada por dividir seu conhecimento e suas experiências! Foi muito enriquecedor, e acredito que não apenas de minha parte.
Sorte e mais sucesso no seu trabalho!
Elisabete.

Alexandre Nagado disse...

Oi, Elisabete. Eu que agradeço sua presença lá e seu comentário aqui no blog. Foi muito bom poder participar do evento.

E espero que você esteja lá também para a palestra da Sonia Luyten, que promete ser bem interessante. Ela é a maior autoridade brasileira sobre mangás e tem muita história pra contar.

Abraços!